ARTIGO – Desse jeito, até maio desmaia. Por Marli Gonçalves

No meigo mês de maio vai ter tanta pipoca estourando que vai parecer até que junho chegou junto, acoplado igual nave e com todas as festas caipiras. Pode escrever. Rojão, buscapé, foguete, muitos traques e o cordãozinho cheiroso, barbante, fedegoso, aceso, queimando até as roscas do forno

Tapem os narizes que vai espalhar para tudo quanto é lado. Se der, aproveite e tape os olhos e os ouvidos. Melhor: se possível saia para o alto-mar, lá no super longe. Eu não posso, mas bem que tentei. Cheguei a me inscrever numa promoção para passar a primeira semana inteira do mês num navio lá no Rio Negro, no Amazonas, em um encontro literário que achei bem legal, só que inacessível à minha minguada carteira.

Mas não deu – não me escolheram. Eu já estava com a tanga na mão, caneta na malinha, mas não deu. Não tenho mesmo sorte nessas coisas de concurso, premiação, loteria, sorteio. Desisto. Devia ter pedido para meu irmão; esse sim, sempre consegue alguma coisa. Além de ingressos, CDs, já peguei de acompanhante até um fim de semana maravilhoso no Rio de Janeiro, com tudo pago, na esteira do amuleto do Paulinho da Viola, acreditam? De outra feita quase fomos parar na Austrália, mas ele acabou raspando só o segundo lugar e aí ganhamos só um robozinho-coelho que atualmente jazzzzz inerte. Era promoção de uma doceira!

Sendo assim, estaremos juntos por aqui, de mãos dadas, neste mês de maio, do meio do ano, meia boca, mas cheio de datas de comemoração bem bonitinhas, além das tradicionais. Tem Dia do Trabalho, dia 1º; Dia do Silêncio, psiu, no 7, mas que ninguém vai cumprir; e, ainda o Dia Internacional contra a Homofobia, no 17, para citar os bonitinhos, os dias. E os protegidos por ele. Poderemos ter boas ideias e sugestões para limpeza e varrição para comemorar no Dia do Gari, 16; ou para espalhar pelo infinito, no Mundial da Internet, 17 de maio. E eu não quero que você ria nem jogue a sua; mas dia 25 é o Dia da… Toalha!

(Alguém pode me dizer de onde saem essas datas todas? É isso que os políticos mais fazem mesmo, semana após semana, nas Câmaras e Assembleias? Datas e ruas?)

Só que esse maio vai ser ainda mais diferente, maior nos seus 31 dias. Vai ter mãe de joelhos rezando pelos filhos, ou levando marmitinha, ou melhor, “jumbo”, como é chamado o pacote de cadeia. Não sou Mãe Dinah, mas já dá pra ver que vai ter paradeira, vai sim senhor! Sabe por quê? Pensa comigo: são tantos bilhões de reais, por exemplo, só os dinheiros que são movimentados pela empreiteira encalacrada do alfabeto grego. E uma grandona que para, param as outras, para tudo, para trabalhadores, param salários, vem parando até chegar em você. Paraquedas! Para até a Copa das árvores. Já começou no Maracanã, cara-pálida!

Fora o resto do dinheiro que aproveita o ensejo e se esconde junto, fora o empurrão dos especuladores. Vai por mim.

E outra coisa: tanto interesse na CPI, mista, quente, não é exatamente para melhorar a situação do país. Nem para sanear, varrer, limpar, enxaguar nada. Vou dizer que desse alfabeto ainda pode sair muitas letrinhas esquisitas, alfa, beta, gama, delta, épsilon, zeta, eta, teta, iota, kapa, lâmbda, mi, ni, xi, ômicron, pi, rô, sigma, tau, úpsilon, fi, qui, psi, ômega. Não, não estou xingando ninguém. Repara que o conta-gotas continua a pingar, lentamente, todo o dia, dia a dia. Alguém ganha tempo. O bagulho é grego.

Desse jeito, até as noivas de maio já estão se arrepiando e pondo as manguinhas, os buquês, os véus e, especialmente, a cauda de molho. Cauda é importante e deve ser bem preservada, vocês também sabem.

Tem flor de maio que já está até nascendo antes do tempo para se adiantar. Tem onça bebendo água no lugar errado. Em maio até os maias e suas cassandrices serão lembrados, porque se esta CPI lá de Brasília não será A do Fim do Mundo que eles formaram, do começo é que também não vai ser.

Aliás, CPI não. CPMI. Com M. De Maio. De Mista. E?

São Paulo, cintos amarrados, fone de ouvido, 2012

Marli Gonçalves é jornalistaJá está até tomando extrato de folhas de amoreira. Para uma coisa. E só pode fazer bem para um outro monte: tem amor no nome.

************************************************************
E-mails:
marli@brickmann.com.br
marligo@uol.com.br
ATENÇÃO: Por favor, ao reproduzir esse texto, não deixe de citar os e-mails de contato, e os sites onde são publicados originalmente http:// http://www.brickmann.com.br e no http://marligo.wordpress.com
Navegar é preciso. Estou no Twitter, @MarliGo, Facebook, e no blog : Clica aqui, para ir lá no blog! Visite o site MARLI GONÇALVES – Onde você encontra tudo e muito mais
No Twitter, siga-me! “www.twitter.com/MarliGo
Aqui você encontra todos os artigos anteriores:www.brickmann.com.br

About these ads

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 2.196 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: