O fenômeno das Orionídeas, chuva de meteros que acontece todos os anos em outubro, será intenso na noite desta segunda (20) e na madrugada de terça (21). Essa chuva acontece quando a Terra passa pela órbita do cometa Halley e encontra detritos que foram deixados pelo caminho.

De acordo com especialistas, estima-se que nesta madrugada aconteça o pico do fenômeno, com 20 a 25 meteoros por hora. Destes, será possível ver apenas cinco ou seis por hora. Ao olho nu, a impressão é de uma quantidade grande de estrelas cadentes na mesma noite.

Para observar

Como a lua está na fase minguante, acredita-se que será possível observar a chuva com mais facilidade. Para identificá-la, é necessário observar na direção da constelação de Órion, da qual as “Três Marias” fazem parte.

É indicado que a observação seja feita de um lugar mais distante das luzes da cidade após a meia-noite. Para os paulistanos que não vão sair da cidade, uma opção é assistir à chuva on-line. Diversos observatórios astronômicos transmitem o fenômeno ao vivo pela internet.