Artigo – Lula: um camaleão egocêntrico.

ARTIGO DE DENISE ABREU*

 

Lula só sabe sofismar.

Não tendo respostas convincentes que justifiquem algumas de suas “trapalhadas… Ver mais” internacionais, Lula, passa a utilizar as eternas figuras de linguagem que não explicitam nada. Cansei dessas associações descabidas. Sendo bem simplória, passo a analisar um tópico de sua fala:

 “Um chefe de Estado não é uma pessoa, é uma instituição, não tem vontade própria todo santo dia, mas tem que levar a cabo os acordos que sejam possíveis. Aprendi isso no poder e creio que foi bom para o Brasil” .

Quem é Lula para definir qual a melhor postura de um Chefe de Estado? Alguém que só descobriu qual a missão de um Chefe de Estado depois de assumir o Poder Executivo e que faz política desde os anos 70? Que foi representante do povo no Congresso Nacional? Que participou de uma constituinte?

Que definição é essa em que um Chefe de Estado se resume a um cidadão comum sem vontades próprias? (atentem ao ato falho dele – TODO SANTO DIA)

Não satisfeito, Lula acrescentou:

–  “Não pode ser que eu tenha que gostar de um presidente porque é de esquerda e de outro não, por ser direitista. Me dei bem com Aznar [José María Aznar, conservador ex-presidente do governo espanhol] e me dou com Zapatero [José Luis Rodríguez Zapatero, sucessor de Aznar, socialista]; tenho que me relacionar com Piñera (Sebastián Piñera, recém-eleito presidente do Chile, direitista] da mesma forma como o fiz com Bachelet (Michelle Bachelet, antecessora de Piñera, socialista]. No exercício do poder sou um cidadão, como diria, multinacional, multi-ideológico, não?”

Um Chefe de Estado é um cidadão multinacional, multiideológico, apenas por representar o pais internacionalmente?

O que é multiideológico? Uma modalidade de política ecumênica?

A tal “multiideologia” reaparece em outro trecho, no qual Lula recupera um conceito de Delfim Netto, e afirma “é preciso ter o que distribuir antes de fazê-lo“.

Este é o ponto! Deixou de ser confuso, mostrou a face do camaleão! Durante estes sete anos e meio de governo o Presidente da Republica não implantou seu verdadeiro projeto contido no programa de governo de 2002. Ficou inventando medidas populistas que seduzissem um povo sofrido para alcançar vasta popularidade e, por meio delas, tentar se manter no poder através de prepostos (só sobrou Dona Dilma para cumprir esse papel – os demais foram defenestrados – Palocci, Jose Dirceu, entre outros).
Nesse período manteve a política econômica do governo FHC e se acercou da proteção de banqueiros e mega empresários, beneficiando-os em limite extremo.

Mas, nos palanques, critica-os. Apenas para demonstrar ao povo que é igual a ele.
Em verdade, esse conceito serve para anunciar um futuro salto ao bolivarianismo!
E, mais uma vez, sofismando, Lula, afirma:

“Era preciso primeiro construir o capitalismo para depois fazer o socialismo”.

Lula não é e jamais será um estadista.

Lula é um marqueteiro de si próprio, típico do seu egocentrismo. Um camaleão que, por meio de uma suposta ideologia político-ecumênica, pretende alienar o povo dando farelos assistencialistas para se manter a qualquer custo no poder.

  • Denise Abreu, advogada, especialista em Direito Público. Foi uma das diretoras da Agência Nacional de Aviação Civil, Anac. Foi também quem denunciou as falcatruas do caso VarigLog.

Um comentário sobre “Artigo – Lula: um camaleão egocêntrico.

  1. Luiz Nusbaum 13 de maio de 2010 / 14:28

    Parabéns Denise por sua lucidez. Fale mais e mais

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.