Enquanto isso, o mais novo “santo” brasileiro José de Alencar, renega a filha.

“Não se pode conceber que uma ação de paternidade demore por mais de dez anos só porque o réu coincidentemente é pessoa pública notória.”

José Antônio Cordeiro, juiz da Comarca de Caratinga, em Minas, sobre a recusa do vice-presidente José Alencar em assumir a paternidade de uma filha de 55 anos de idade

DA COLUNA DO CLAUDIO HUMBERTO – www.claudiohumberto.com.br

Paternidade:
vice acusado de litigância de má-fé

 O vice José Alencar perdeu novamente na Justiça, na investigação de paternidade que se arrasta desde 2001, movida por sua filha Rosemary de Morais, 54, e agora deve ser processado por litigância de má-fé. O juiz José Antônio de Oliveira Cordeiro afirmou em sua sentença que o vice-presidente “não colabora com a verdade”, ao se recusar ao exame de DNA, e demonstra “completa falta de senso de respeito” a Justiça.

 É Gomes da Silva

 Expedido o mandado de averbação, como ordenou o juiz, Rosemary de Morais, inclui em sua identidade o sobrenome do pai, Gomes da Silva.

2 comentários sobre “Enquanto isso, o mais novo “santo” brasileiro José de Alencar, renega a filha.

  1. Rosi Mallet 31 de agosto de 2010 / 15:47

    Se o presidente da República não respeita a Justiça, por que seu vice se sentiria obrigado a fazê-lo?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.