Debate Presidenciáveis/regional Nordeste: aprovado pelos candidatos. Aprovado pelos eleitores

O debate realizado na noite de ontem, transmitido para todo o Brasil, deverá ser um marco na história política nacional. Teve de tudo: da ausência da candidata governista, a ataques, confrontos, ultrapassagem de tempo e até alguns momentos de descontração. 13º salário de bolsa-família, legalização de drogas, transposição do Rio São Francisco, usinas nucleares – alguns dos assuntos e promessas

São Paulo – 21 de setembro – Foi um grande sucesso a primeira realização, no Brasil, de uma iniciativa do gênero, nos mesmos moldes dos debates nas eleições americanas. Ficou entre os assuntos mais comentados do Twitter (trending topics nacional), e o debate pode ser acessado por internet, em todo o país, por meio de vários sites, além de ter sido transmitido já de início para um público de 40 milhões de pessoas potencialmente atingidas pelas dez emissoras de tevê do SBT Nordeste, unidas ao redor do evento.

Com apresentação e moderação do jornalista Carlos Nascimento, participaram do debate os candidatos José Serra (PSDB/DEM/PTB/PPS/PMN/PT do B), Marina Silva (PV) e Plínio de Arruda (PSOL). Apenas a candidata do PT, Dilma Rousseff (PT, PMDB, PCdoB, PDT, PRB, PR, PSC, PSB, PTC, PTN), não apareceu, alegando problemas de agenda, embora na agenda oficial de ontem nada constasse.

Serra: Criei o Bolsa Alimentação; o Paulo Renato (ministro da educação de FHC) criou o Bolsa Escola. Criamos o PEC… É mentira que em algum momento alguém tenha se oposto contra o Bolsa Família. Ao contrário, o PT chamava essas ações de Bolsa Esmola. No governo, vou reforçar o bolsa família. Só no caso do Nordeste, 2 milhões de pessoas a mais. Vou criar até o 13º Bolsa família.

Foram pouco mais de duas horas históricas e emocionantes para o mundo político, que se viu ali concentrado em debater e achar soluções para a região Nordeste. Pena que Dilma Rousseff não foi e não viu, mas deve ter tomado conhecimento dos inúmeros protestos pela sua ausência no debate de ontem, 20, do SBT Nordeste, transmitido de Recife, Pernambuco. Inclusive de muitos eleitores seus, se sentindo desprestigiados pela candidata que tanto fala que a região é “dela”. “Se Dilma não está presente a este importante debate, é preciso, nós, os nordestinos, darmos a resposta que ela merece nas urnas”; “Dilma está com medo de Serra e da Marina”, “Dilma está de salto alto”, entre alguns, dos mais gentis, aos mais “irados”.

Plínio: É preciso separar o que é uma droga cultural de outro tipo de droga. Nesse contexto cabe perfeitamente legalizar o uso da maconha. Estou confiante que é a melhor solução para o País.

“A ausência da candidata Dilma é lamentável, além de lastimável e vergonhosa“, disse Plínio Arruda sobre a ausência de Dilma. Serra reafirmou a importância da iniciativa. “A ideia deste debate foi um verdadeiro ovo de Colombo”, disse, e até arriscou, sobre a realização de um debate regional. “Deveria ser usado na próxima eleição presidencial”.

Serra: O governo investiu muito pouco. Dá para promover avanços na área social. O salário mínimo irá a R$ 600. Isso sem afetar a estabilidade.

A realização do debate mobilizou centenas de pessoas e equipamentos de última geração foram usados na transmissão, direta do auditório da TV Jornal. Jornalistas representantes das várias emissoras se revezaram nas perguntas, atingindo e opinando sobre problemas de todos os estados da região. Os candidatos ficaram menos “engessados”, já que podiam se movimentar livremente pelo palco durante suas explanações.

Marina: “É preciso um olhar de respeito ao nordestino. É preciso investir em educação. Cerca de 25 milhões de brasileiros são analfabetos. Metade desses estão no Nordeste. Aqui há espaço para o turismo, cultura… Essa economia criativa pode movimentar mais o Nordeste. Isso é desenvolvimento sustentável. É com isso que o Brasil e o Nordeste terá uma outra história”.

Tevês e sites, que transmitiram ao vivo – As emissoras integrantes da REDE SBT NORDESTE: TV Jornal Recife e TV Jornal Caruaru, do sistema Jornal do Commercio (Pernambuco), TV Jangadeiro (Ceará), TV Aratu (Bahia), TV Alagoas ( Alagoas), TV Difusora ( Maranhão), TV Tambaú e TV Borborema (Paraíba), TV Cidade Verde (Piauí) e TV Ponta Negra (Rio Grande do Norte). Pelo UOL (www.uol.com.br), site do SBT (www.sbt.com.br), Blog do Noblat ,http://oglobo.globo.com/pais/noblat/), Portal JC (www.jc.com.br) e- Portal Aratu (www.aratuonline.com.br)

.

Plínio: “O Lula privilegia os governadores que são do seu lado. O homem do povo não tem culpa nenhuma da relação do presidente com o seu aliado. Não podemos usar o cargo. Não cabe ao presidente da República diferenciar entre os governadores do seu partido e os da oposição.

REDE SBT NORDESTE: UNIÃO FAZ O SUCESSO – O SBT Nordeste é uma rede presente em oito Estados com dez emissoras. As afiliadas do SBT Nordeste são as que dedicam mais tempo à programação local, em comparação à concorrência. Em média são 4h30min por dia em que cada emissora exibe programas próprios focados na região. “A forte programação local e a flexibilidade comercial são os principais atrativos para os investimentos dos grandes anunciantes na rede de emissoras”, afirma Luiz Carlos Gurgel, coordenador do SBT Nordeste.

Um comentário sobre “Debate Presidenciáveis/regional Nordeste: aprovado pelos candidatos. Aprovado pelos eleitores

  1. Luiz Nusbaum 21 de setembro de 2010 / 19:16

    Foi realmente algo que ficará na história da TV brasileira, que comemora este ano 60 anos. Parabéns aos idealizadores e aos que tão bem divulgaram o debate

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.