Não resisti, de novo. Lembra daquela delícia de música, Doralice? Fiz uma adaptação especial para a Erenice

ERENICE
(adaptação livre da música de Dorival Caymmi, 1945)

ERENICE eu bem que lhe disse
Amar è tolice,
É bobagem, ilusao
Eu prefiro viver tão sozinho,
Ao som do lamento do meu violao.

ERENICE eu bem que lhe disse
Olha essa embrulhada,
Em que vou me meter
Agora amor,
ERENICE meu bem
Como é que nos vamos fazer?

Um belo dia você me surgiu,
Eu quis fugir mas você insistiu
Alguma coisa bem que andava me avisando,
Até parece que eu estava adivinhando

Eu bem que não queria me casar contigo,
Bem que não queria enfrentar, esse perigo ERENICE
Agora você tem que me dizer,
Como é que nós vamos fazer?

NO VÍDEO, O ORIGINAL, INTERPRETADO por João Gilberto & Caetano Veloso live in Buenos Aires – 2000

 

DORALICE
(Dorival Caymmi, 1945)

Doralice eu bem que lhe disse
Amar è tolice,
É bobagem, ilusao
Eu prefiro viver tão sozinho,
Ao som do lamento do meu violao.

Doralice eu bem que lhe disse
Olha essa embrulhada,
Em que vou me meter
Agora amor,
Doralice meu bem
Como é que nos vamos fazer?

Um belo dia você me surgiu,
Eu quis fugir mas você insistiu
Alguma coisa bem que andava me avisando,
Até parece que eu estava adivinhando

Eu bem que não queria me casar contigo,
Bem que não queria enfrentar, esse perigo Doralice
Agora você tem que me dizer,
Como é que nós vamos fazer?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.