Gabeira fala. Estava ao lado de Serra. Atingido, sim. Para ele o PT criou versões, “para culpar a vítima”

Nem tentem vir com essa conversinha que ontem a candidata Dilma “quase foi atingida” por balões d`água, que eu conheço bem o Paraná, sua política, e o doido Roberto Requião.

De carnavais antigos! De armações antigas!

PENSA: viu a foto dele segurando um lindo guarda chuva do PT? Já recebemos informes de pessoas confiáveis que observaram, digamos, a sincronização com as bolas cairam… Nem molhou a escova da Tia Dilma.

Quer dizer que, dia de sol, eles andam com guarda-chuvas?

Quer dizer que, exatamente passando na Boca Maldita , entre os prédios, no dia seguinte ao incidente com o Serra?

Estamos vivendo um escândalo de manipulação sem precedentes

OLHE BEM A FOTO e pense:

GUARDA CHUVINHA BONITINHO QUE APARECEU NA MÃO DO SENADOR REQUIÃO NO DILMAMÓVEL

Por favor, veja essa entrevista com o Fernando Gabeira publicada pelo portal Terra:

Lula “sempre põe a culpa na vítima”, diz Gabeira

Joâo Pequeno

Direto de Rio de Janeiro

Segundo colocado na eleição para o governo do Rio de Janeiro, o deputado federal Fernando Gabeira (PV) disse nesta quinta-feira (21) que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sempre culpa a vítima, ao insinuar que o candidato do PSDB à presidência, José Serra, tivesse simulado uma agressão com um objeto arremessado em sua cabeça durante caminhada na véspera.

“Ela sempre culpa a vítima. Foi como no caso da quebra de sigilos de tucanos, que ele atribuiu a outros tucanos e até no dos prisioneiros políticos cubanos, que comparou a criminosos comuns de São Paulo”, disse Gabeira, que estava ao lado de Serra, em Campo Grande, bairro da Zona Oeste do Rio nesta última quarta-feira (20) quando um objeto – ou dois, segundo novas versões – atingiram a cabeça de Serra.

Gabeira afirmou que “houve uma pancada no momento”, mas afirmou não ter visto o objeto utilizado. Seria um rolo de adesivos, segundo os seguranças do tucano. “Não vi, mas ouvi uma pancada, me abaixei junto a ele. Minha preocupação foi primeiro de me proteger, depois de ver se havia algum sangramento, que felizmente não houve”, resumiu Gabeira.

Para ele, o acontecimento só reforça a tentativa de inversão. “Outros vídeos já mostraram que a bola de papel foi jogada em um momento diferente da agressão. Tenta fazer como era antigamente nos países socialistas, em que (os governos) criavam uma versão independente dos fatos ocorridos, mas não creio que isso prospere aqui no Brasil, onde ainda há muita pluralidade”, resumiu.

GABEIRA ESTAVA LÁ. E NELE EU CONFIO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.