Mostrei para vocês? Matéria do Estadão de ontem

FOTO CATHERINE KRULIK
No trabalho de 13 anos, registros como esse aqui... Os morcegos

Um carnaval de imagens

Fotógrafa franco-espanhola publica livro com 13 anos de pesquisa sobre o carnaval brasileiro

25 de novembro de 2010 | Marcelo Hargreaves – Estadão.com.br

O Brasil apaixonou a fotógrafa Catherine Krulik, nascida em Paris e que morou boa parte da vida na Espanha. Formou-se em Londres, onde teve contato com a comunidade brasileira e aprendeu português. Três anos depois de sua primeira visita, decidiu morar no País. Em 1995, foi conhecer Ouro Preto, por coincidência, durante o carnaval. Este contato foi a raiz de um trabalho de pesquisa de 13 anos que virou o livro Carnavais do Brasil, que tem lançamento nesta quinta, na Livraria da Vila dos Jardins, em São Paulo.

Divulgação

Divulgação

Catherine Krulik viveu na França, Espanha, Reino Unido e, desde 92, no Brasil

O livro traz uma seleção de 150 fotos de Catherine com textos da jornalista Marli Gonçalves e, que foi traduzido para inglês e francês. A seleção das imagens coube a também fotógrafa e designer gráfica Maristela Colucci. Ela tinha à disposição um universo de cerca de 8 mil imagens. Segundo Catherine, havia 240 imagens separadas para o trabalho, mas foi necessário reduzir ainda mais este número por causa do texto que as contextualiza.

A fotógrafa apresenta imagens tanto do carnaval de rua, como das manifestações mais organizadas em Recife/Olinda, Salvador, Rio de Janeiro, São Paulo, São Luís. Ao contrário de boa parte dos trabalhos a respeito do carnaval, Catherine escolheu ir a fundo, visitar desde os eventos mais famosos até manifestações culturais de raiz popular, sem o glamour, mas com originalidade, como os maracatus da Zona da Mata de Pernambuco. “Vi gente muito humilde que se dedica com muita dedicação a produzir as roupas para o desfile, uma experiência muito forte”, disse.

Na opinião dela, o carnaval de rua pernambucano é o mais “autêntico”. O de São Luís se parece bastante, embora de menor proporção. Ela confessa que, no folclore maranhense o que mais a chamou atenção foi a festa do boi, realizada na cidade no meio do ano. O ultimo que ela conheceu foi o da cidade em que mora, São Paulo. Apesar de ter ido à avenida, o que mais a chamou atenção foi o carnabike, que é um bloco de rua.

Catherine contou que sua experiência mais forte foi em Salvador. ‘Cheguei lá quase um mês antes para preparar tudo’, lembra. O que mais a impressionou foram os desfiles dos blocos afros como o Filhos de Gandhi, Filhas de Oxum, entre outros. Quanto aos trios elétricos, o volume de gente a deixou assustada. “Era tanta gente que tive de andar com seguranças”, observa.

Apesar do apreço que ela desenvolveu pelas manifestações espontâneas, ela não desmerece o tipo de carnaval que se associou ao Brasil. “Quando via pela TV, não me chamava atenção, mas quando fui a primeira vez à avenida, no Rio, em 1998, fiquei encantada com aquele trabalho, que é, sem dúvida, o maior espetáculo da terra”, lembra a fotógrafa. Com as fotos que fez naquele carnaval, ela foi à França e ganhou o Euro Press Award.

“Quando ouço europeus dizendo que acham os brasileiros preguiçosos, respondo que gostaria de ver cada um deles ter capacidade para organizar um desfile de escola de samba”,diverte-se Catherine.Agora sem a obrigação de fotografar, ela planeja desfilar em uma escola no carnaval de 2011. A franco-espanhola fotógrafa já é tão brasileira que confessou: “Torço pela Mangueira.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.