TOGNOLLI, DO BRASIL 247, CONTA TUDO DO PROCESSO CONTRA O RAFINHA BOLSONARO BASTINHOS, QUE VAI REBOLAR NA MÃO DE UM DOS MELHORES ADVOGADOS DO PAÍS. VEJA SÓ.

Wanessa, Buaiz e o bebê: R$ 100 mil de Rafinha

Wanessa, Buaiz e o bebê: R$ 100 mil de Rafinha Foto: Divulgação

EXCLUSIVO: Numa petição que acaba de sair do forno, o casal precificou em cem mil reais a honra atingida pelo humorista; é a primeira vez que um bebê ainda no ventre pede indenização por danos morais; ações criminais estão sendo preparadas. Matéria de Claudio Julio Tognolli

13 de Outubro de 2011 às 17:07

Claudio Julio Tognolli_247 – É com uma frase do filósofo grego Aristóteles que o casal Wanessa Camargo e Marcos Buaiz inicia a querela judicial contra o humorista Rafinha Bastos. “As pessoas que tendem para o excesso na arte de gracejar são considerados bufões vulgares, esforçando-se para provocar o riso a qualquer preço”, ensinava o mestre grego. Citando Aristóteles, o advogado Manuel Alceu Affonso Ferreira, um dos mais tradicionais de São Paulo, pede uma indenização de R$ 100 mil por danos morais causados pelo humorista ao casal e ao próprio bebê, ainda no ventre de Wanessa – “a lei põe a salvo, desde a concepção, os direitos do nascituro”, lembra o advogado.

Pela primeira vez na história do Direito brasileiro, um bebê, ainda no ventre materno, entra com uma ação de indenização por danos morais. “Consorciado aos pais, os autores MARCUS e WANESSA, também o nascituro por eles gerado adere ao polo ativo dessa impetração ressarcitória”.

Para quem não se lembra, a “piada” de Rafinha Bastos atingiu os pais e também o feto. “Comeria ela e o bebê”, disse Rafinha, no CQC, programa do qual já se demitiu.

Fornicação

Na petição, Manuel Alceu recorre a expressões de efeito para desqualificar o humorista. Cita a sua “cafajestice chinfrim” e fala que ele parlapateou sua vontade de com ela (Wanessa) fornicar, chegando ao inimaginável cúmulo de nessa cópula abranger ao bebê. O advogado lembra ainda que, após o episódio, na sua conduta posterior, o humorista não demonstrou qualquer sinal de arrependimento em relação ao que disse.

Além dos R$ 100 mil, o casal Marcos Buaiz, Wanessa Camargo e seu bebê reivindicam ainda que Rafinha pague até as custas do advogado da família – ou seja, do próprio Manuel Alceu.

Esta petição, à qual o leitor do 247 tem acesso em primeira mão, tem a data de hoje.

Nos próximos dias, sairão do forno as ações criminais.

 fonte: brasil 247 — http://www.brasil247.com.br/pt/247/midiatech/18674/Wanessa-Buaiz-e-o-bebê-R$-100-mil-de-Rafinha.htm

Um comentário sobre “TOGNOLLI, DO BRASIL 247, CONTA TUDO DO PROCESSO CONTRA O RAFINHA BOLSONARO BASTINHOS, QUE VAI REBOLAR NA MÃO DE UM DOS MELHORES ADVOGADOS DO PAÍS. VEJA SÓ.

  1. Silvio Massarini 8 de agosto de 2014 / 20:14

    Esse sem dúvida alguma, não é um país sério!!! aA gente vê cada uma, que até o próprio Deus duvida!!!
    Tanta coisa por se fazer nesse país, e ainda inventam processos por tudo e por nada! Porque as pessoas não usam o seu tempo, para combater a corrupção desenfreada que nos assola? Na Copa do Mundo, nunca se viu tanta gente perdendo tempo com futebol e uma seleçãozinha chinfrim…porque não se reunem para gritar contra a politicagem que ladrões da coisa pública faz? É manifestação para tudo o que há, inventam para tudo e para nada também as indefectiveis manifestações…Porque o povo daqui não é como o da Argentina e outros paises, que não engolem o que os malfeitores fazem, e vão à luta para fazer valer os seus direitos?

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.