Coisa esquisita… Não sei bem ainda porque estou com uma “pulguinha na orelha” sobre o novo do STF, Teori…Olha essa nota do Lauro Jardim.

Lembrei-me até de que certa feita, em uma entrevista para a qual havia sido chamada em um importante jornal paulista, me perguntarem sobre “em quem votei”.

Vocês imaginam a resposta que dei? Enfim, claro que nunca trabalhei nesse local, e um amigo me informou que estava na “lista negra” .

Acho que coisas pessoais, determinadas coisas pessoais, são PESSOAIS e não devem ser questionadas…Foro íntimo

Leia essa nota do colunista Lauro Jardim, do Radar, Veja online.

 

Entrevista inusual

Teori Zavascki, que apesar de reservado carrega a fama de ser uma pessoa cordata no trato pessoal, deve ter dificuldades para montar seu gabinete do STF.

Parte das vagas tem que ser ocupada por servidores da Casa, que estão sendo entrevistados por um dos assessores de confiança de Zavascki.

As perguntas que estão sendo feitas, porém, descem a detalhes inusuais.  Vão desde a concepção de filhos, se naturais ou por inseminação, a curiosidades sobre tratamentos de saúde.

Por Lauro Jardim

Um comentário sobre “Coisa esquisita… Não sei bem ainda porque estou com uma “pulguinha na orelha” sobre o novo do STF, Teori…Olha essa nota do Lauro Jardim.

  1. Aguinaldo Parreira 26 de novembro de 2012 / 13:43

    Que eu saiba os testes antes eram desenhar uma árvore, uma casa…tudo bem que as coisas mudam, mas esse teste aí é inusitado. Acho que foi ideia do Lewando…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.