Internacional: Bolivia-Brasil. Documentarista não consegue acesso a senador exilado na embaixada brasileira. Patriota!

Documentarista Dado Galvão protesta contra medidas restritivas contra o Senador Róger Pinto Molina na embaixada do Brasil na Bolíviaembaixada do brasil na bolivia - protestos

 O documentalista Claudio Galvão da Silva “Dado Galvão“ (responsável pela ida da cubana Yoani Sánchez ao Brasil e diretor do documental “Conexão Cuba Honduras”) junto ao fotógrafo Independiente Arlen Cezar, os dois de nacionalidade brasileira, protestaram no dia 11 de abril na embaixada do Brasil em La Paz – Bolívia.

Como forma de protesto às restrições de visitas ao Senador Róger Pinto Molina, asilado desde 28 de maio de 2012, na embaixada brasileira em La Paz, Galvao y Cezar, entregaram seus passaportes junto com uma carta dirigida ao Ministro de Relações Exteriores, Antonio de Aguiar Patriota

Dado Galvão afirma que seus direitos garantidos na constituição estão sendo violados, quando é vedado visitar e entrevistar o senador Roger Pinto, que pertence a “Convergência Nacional”, partido que faz oposição ao governo do presidente Evo Morales. O cineasta afirma que protesta de maneira contundente porque não foi lhe permitido entrevistar, ter contato pessoal com o mencionado senador, asilado em território brasileiro.

Galvão destaca também que a medida tomada se deve porque em diferentes ocasiões e desde o dia 27 de março encontra-se tramitando no Itamaraty um pedido para ter o direito de entrevistar o Senador Róger Pinto. “Até o momento (13 de abril) enviei várias solicitações para a embaixada do Brasil na Bolívia na tentativa de entrevistar o senador boliviano, dirigidas ao embaixador do Brasil na Bolívia, Marcelo Fortuna Biato e para o Conselheiro Eduardo Saboya, solicitações que não foram respondidas”.

A entrega dos passaportes é uma medida tomada para que a diplomacia brasileira realize uma reflexão e reconheçam o pleno direito de Dado Galvão e Arlen Cezar de dialogar com Pinto Molina, no exercício pleno do direito a informação e liberdade de expressão, constitucionalmente garantidos em território brasileiro. “Conheço perfeitamente o caso do Senador Roger Pinto, respeito à justiça boliviana, mas não entendo porque o mencionado político não pode ter o direito de receber jornalistas, assistência religiosa e outras pessoa”, destacou o documentarista.
Dado Galvao y Arlem Cesar estão em La Paz na expectativa de una resposta formal, positiva e escrita por parte da diplomacia brasileira.
Prensa Pilar Celi Frías
www.missaobilivia.com
Teléfono en Bolivia: 00591 – 76711910
dadogalvao@hotmail.com
pcefri@gmail.com

2 comentários sobre “Internacional: Bolivia-Brasil. Documentarista não consegue acesso a senador exilado na embaixada brasileira. Patriota!

  1. Silvio Massarini 16 de abril de 2013 / 10:48

    Os bolivianos de Evo, jogam sujo mesmo. Sou palmeirense, mas acho uma grande injustiça, o que fazem com os 12 brasieiros presos na Bolivia…O Brasil se porta com subserviência perante esses cocaleiros que nos usam como rota pra desovar sua produção. Você sabem de quê.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.