Maridos, vejam só. Esse médico dá dicas de como, digamos, trair em paz.

ohmen22Antes de pensar em trair sua mulher: leia com atenção

POR
Rubens Paulo Gonçalves

Se você está pensando em trair sua esposa e manter seu casamento aconselho-o a ler com atenção as dicas que escrevo abaixo e descubra quais os cuidados a tomar.

Quanto ao objeto do prazer:

  • O primeiro é evidente. Se você quer trair sua mulher, faça um raio de no mínimo cinco quilômetros na hora de marcar um encontro e se a pretendente morar próximo, caia fora. Vizinha então, nem pensar!
  • Se você está bem de vida, bom emprego e bom de grana mais cuidado tem a tomar. Tem muitas mulheres querendo alguém para mantê-las.
  • Afaste-se de suas secretárias, das amigas de sua mulher, das suas cunhadas, parentes e das esposas de seus amigos.
  • Ela terá que ser bonita e gostosa, capaz de conquistar outros homens. Mulher feia gruda!

Quanto ao segredo

  • Lembre-se! Ela vai contar para no mínimo duas pessoas que saiu com você. Esse número aumenta exponencialmente quanto mais conhecido ou bonito você é. Mulher não fica quieta. A única maneira dela não falar para ninguém é ter mais a perder do que você: por exemplo ser casada e ter filhos.
  • Já ouviu falar na expressão “come quieto”? Pois é! Quanto mais experiência no assunto você tiver, mais quieto você vai ficando. Contenha-se! Não é fácil.

Quanto a oportunidade

  • Fique atento: sua mulher sabe de todos os seus horários. Reuniões, congressos, jantares da empresa, encontros com clientes, ou qualquer outra coisa que você pense em inventar para justificar atrasos. Todos poderão ser checados. O melhor horário é no seu horário de trabalho.
  • Você sabia que já existe um programa de computador que localiza o seu celular por GPS? Cuidado! Desligue o aparelho ou  esqueça ligado numa gaveta fechada de seu escritório.
  • Atenção! Não se vista diferentemente para o dia de seu encontro. Muito mais, não use perfume além do normal.

Quanto aos detalhes

  • O carro é um lugar muito perigoso. Sua amiga pode propositada ou involuntariamente esquecer algo dela, como um brinco, um broche, muitas vezes até algo mais comprometedor. Saia no carro dela mesmo porque é mais fácil de explicar se você for visto.
  • Combine de se encontrarem o mais perto possível do local onde vão. Pode ser, por exemplo, um estacionamento de supermercado. e tenha sempre uma explicação pronta para o caso de ser visto, pode dizer que foi comprar qualquer coisa e ficou sem gasolina e pegou uma carona para ir buscar no posto. Qualquer coisa estúpida do gênero)
  •  Cuidado com o perfume dela! Sua mulher vai senti-lo quanto você entrar no portão de sua casa! Ou você vai direto para o banheiro fingindo uma diarreia e toma um banho ou faça isso no motel! Ah! Se lavar a cabeça não use sabonete, ela vai querer saber o porque do cabelo molhado e vai perguntar que cheiro de sabonete diferente é aquele?

Quanto a ligação

  • A não ser que você esteja procurando alguém e não tenha nenhuma vontade de continuar casado, cuidado para não se apaixonar.
  •  Caso você tenha sido traído e esteja tendo uma vida “ajeitada” com sua mulher, lembre-se: Em caso de separação ela fica com 50% do que você conseguiu formar até hoje. Provavelmente ela ira gastar seu dinheiro para ficar mais bonita e lhe perturbar o resto da vida, desvalorizando-o perante seus filhos. As maneiras para isso são as mais diversas: “Seu pai nunca se cuidou! Seu pai está ficando gaga! Não digo nada se ele não arranjar uma “zinha” qualquer na altura dele”!
  • Daí para a frente, como já dissemos anteriormente,  a mulher sempre acha – até quando ela trai – que o culpado é sempre o marido.

Quanto aos filhos

  • A vida é sua e suas responsabilidades também são. Não queira responsabilizá-los pelas escolhas de vocês e usá-los como arma contra sua mulher. Eles crescem rápido e logo ali na frente vão culpá-lo de não os ter atendido. Não seja pão duro. Seja um ótimo pai separado.

Rubens Paulo Gonçalves, Médico pela PUC do Paraná,Ginecologista e Obstetra pela Febrasgo, com residência no Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina da USP, Dr. Rubens Paulo Gonçalves, mora em São Paulo e trabalha desde 1971 no Hospital Albert Einstein, na Pro Matre e no Hospital São Luiz, além de dirigir o Centro Ginecológico e Obstétrico Paulista. Também, é autor de três livros com temática médica: Gravidez para Grávidas, Desafio da Menopausa e Envelhecer Bem e escreve atualmente para seu site: www.rubenspaulogoncalves.com.br

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA COMUNICA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.