Mais uma, do “Lindinho”, para você ver a situação do Rio na Campanha 2014. Rola até maquininha de contar dinheiro!

monstres-34Lindbergh é investigado por compra de sentença

queimando dinheiro.2gifO senador Lindbergh Farias (PT-RJ) é investigado por compra de decisão judicial. Ela aparece num vídeo que é peça-chave de um inquérito aberto neste ano no STF para investigar o senador e um desembargador do Rio de Janeiro. Quem conta a história, em sua página na web, é meu amigo, o jornalista gaúcho Políbio Braga.

Diz o seguinte: “Em 2005, o empresário carioca Murillo de Almeida Rego foi acusado pela CPI dos Correios de montar operações para lesar fundos de pensão de empresas estatais. Depois do episódio, abandonou a carreira no mercado financeiro. Como suvenir daquele tempo, conservou em casa uma máquina de contar dinheiro.

O aparelho voltou a ser útil na manhã chuvosa de 22 de fevereiro de 2008, quando Jayme Orlando Ferreira bateu à porta de seu apartamento, no Rio de Janeiro. Ja yme era assessor de Lindbergh Farias. Naquela época, o hoje senador do PT do Rio era prefeito da cidade fluminense de Nova Iguaçu. Jayme trazia uma mochila cheia de dinheiro. A maquininha contou R$ 150 mil. Murillo tinha uma câmera escondida na sala de visitas. O equipamento registrou a maquininha em ação e gravou 40 minutos de uma conversa nada republicana.”

FONTE: COLUNA AZIZ AHMED – JORNAL O POVO-RJ

Um comentário sobre “Mais uma, do “Lindinho”, para você ver a situação do Rio na Campanha 2014. Rola até maquininha de contar dinheiro!

  1. norma7 18 de setembro de 2013 / 17:52

    Está ficando desesperador para quem vai ter que eleger o Gov. do RJ – No way out …

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.