ABI/SP preferiu ficar fora dessa roubada. Saiu da tal Comissão de Transparência do Governo Alckmin

fonte: coluna james akelalien00092ÍNTEGRA DO OFÍCIO ONDE A ABI –SP DEIXA A COMISSÃO DE TRANSPARÊNCIA DO GOVERNO DE GERALDO ALCKMIN

– Representação São Paulo

Rua Dr. Franco da Rocha, 137 – cj. 51 – São Paulo – SP – 05015-040

abi.sp@abi.org.br – Tels.: (11) 3868-2324 – 3675-060

São Paulo, 18 de outubro de 2013.

Excelentíssimo Senhor

Geraldo Alckmin

D.D. Governador do Estado de São Paulo

CAPITAL

Prezado Senhor Governador,

A Associação Brasileira de Imprensa, Secção São Paulo, vem agradecer o convite feito para nossa participação no Grupo Externo de Acompanhamentos das Apurações Administrativas – GEA -, referentes às denúncias do suposto cartel na área metrô-ferroviária, e comunicamos que não vamos mais participar das reuniões.

Nossos conselheiros não estão capacitados para a avaliação dos temas debatidos no que se refere às licitações passadas na área de trens e similares. Não temos em nosso grupo de conselheiros nenhum jornalista com conhecimento em equipamentos do ramo para avaliar se houve ou não qualquer tipo de ilicitude sobre o assunto.

Colocamo-nos à disposição para colaborar em qualquer outra área do governo em que os nossos conhecimentos sejam realmente sólidos no assunto.

Com os nossos cumprimentos da mais elevada estima e consideração.

Respeitosamente,

Rodolfo Konder                              James Akel

Diretor da ABI-SP                           Conselheiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.