Estrago da carne fraca. Para pensar na forma como foi feita ( e divulgada), veja notas do Migalhas. O que você acha?

FONTE: MIGALHAS

Fome maldita

Resta saber a quem interessa prejudicar os negócios nacionais. Será tão difícil de entender que é possível apurar e punir sem que se destrua o investigado. Veja-se o exemplo da falsificação de resultados de emissões de poluentes da Volkswagen – punidos todos, a montadora bateu recorde de vendas em 2016.

Tá querendo me enganar?

Desde quando questões de consumidor são competência da PF? Forçou-se a barra, ninguém duvide.

Causas e efeitos

A origem disso tudo é da notoriedade que se deu à República de Curitiba. Enquanto estavam alimentando as iras políticas, bateu-se palma. Agora o monstro não quer voltar pra jaula. E pior, já deu cria.

Anúncios

Um comentário sobre “Estrago da carne fraca. Para pensar na forma como foi feita ( e divulgada), veja notas do Migalhas. O que você acha?

  1. José Silvério Vasconcelos Miranda 20 de março de 2017 / 17:57

    Concordo em gênero, numero e grau. Pior são os seus colegas. Desconhecer que ácido ascórbico é a popular vitamina C, é o fim do mundo. Sirvam-se do Google ou recolham os microfones ou os dedos. Se vitamina C matar, proibam pimentão, laranja, goiaba, acerola, limão e outras fontes naturais do dito ácido. Eta País de merda. Nao se choquem com a palavra. Ela se
    encontra no latim, livre leve e solta.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s