Agressões a jornalistas precisam acabar. Veja Nota Abraji

Sete jornalistas são agredidos em protesto em Brasília



Ao menos sete jornalistas foram agredidos durante a cobertura da “Ocupa Brasília” na última quarta-feira (24.mai.2017). A manifestação foi a mais recente a pedir a saída de Michel Temer da Presidência.

O fotógrafo André Coelho, do jornal O Globo, foi abordado por um PM que havia sacado sua pistola e acabou surpreendido com um disparo de arma de fogo contra o chão, próximo a seu pé. Ele também levou chutes. Antes da agressão, o fotógrafo chegou a gritar que era jornalista, mas o policial não respondeu. A ação foi registrada por Joedson Alves, da agência EFE – que, após ser percebido pelo policial, também levou um tapa na câmera.

Já a repórter Giselle Garcia, da TV Brasil, teve de ir ao hospital. Segundo a assessoria de comunicação da Empresa Brasil de Comunicação, que está respondendo pela jornalista, um estilhaço de bomba atirada pela polícia voou em sua coxa direita, causando ferimentos. Giselle foi socorrida na hora por bombeiros e encaminhada ao Hospital da Alvorada.

O jornalista Nilson Klava, da Globonews,  foi retaliado por um policial, que queria afastá-lo de um local onde estavam as tropas. Nilson ouviu que não deveria estar lá e levou empurrões. Mas o caso não foi grave: apesar da agressão, o repórter não se feriu, e a cobertura continuou ao vivo.

O repórter Ivan Brandão, da Rádio Bandnews de Brasília, também foi incomodado por militares. Durante a cobertura, ele conta que um comandante da Força Nacional pediu para que ele se retirasse do local à frente das tropas (que Ivan considerava uma área mais segura) e fosse para trás, onde estava a polícia. “Aqui não é lugar de jornalista”, disse o agente. Segundo o repórter, outro soldado veio em seguida e falou que respeitava a reportagem, mas aquela “era a ordem”.

Emily Almeida, também da Bandnews, foi atingida por um policial por spray de pimenta. A intenção era atingir manifestantes que estavam próximos a ela, segundo informações do seu colega de emissora Ivan Brandão.

A Radioagência Nacional da EBC Brasil, em notícia publicada na última quinta-feira (25.mai.2017), ainda apontou que o fotógrafo Ricardo Cifuentes, da agência Newzulo, de Nova York, foi atingido por uma bala de borracha. A Abraji não conseguiu encontrar o fotógrafo.

Contatada, a Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social de Brasília não se manifestou. Os policiais não foram identificados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s