Retrato de nossa “combativa” oposição. (Coluna Cláudio Humberto)

O fato de os deputados hiperoposicionistas Júlio Delgado (PSB-MG) e Carlos Zarattini (SP), líder do PT, terem recebido emendas parlamentares milionárias seria “a maior prova” de que o governo não se utiliza dessas liberações para aliciar votos na Câmara, segundo o deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), vice-líder do governo. Júlio Delgado levou R$6 milhões. Carlos Zarattini, bem mais: R$9 milhões.
Perondi afirma que tanto Júlio Delgado quanto Carlos Zarattini conseguiram empenhar mais emendas que ele, vice-líder do governo.
Fontes do governo garantem que também foram liberadas emendas de outros hiperoposicionistas, como Alexandre Molon (Rede-RJ).
Para tentar barrar o impeachment, Dilma liberou R$3,2 bilhões em emendas, mas só para quem a apoiava. Temer liberou R$1,8 bilhão.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s