Esperando novas tragédias, os prédios desocupados ou ocupados por invasões. Todos prontos a ruir.

FONTE: COLUNA CLAUDIO HUMBERTO – DIÁRIO DO PODER
Um prédio de 24 andares desabou em São Paulo, matando um número incerto de pessoas, mas o governo federal não sinaliza iniciativas para evitar nova tragédia, que são iminentes. A Secretaria do Patrimônio da União (SPU) até agora não produziu um plano de manutenção ou de emergência, dos 153 prédios federais vazios no País, sem destinação, sem manutenção, à espera da próxima invasão. E da próxima tragédia. A SPU se recusou a responder às indagações da coluna sobre o tema.
Dos 153 prédios abandonados do governo federal, 35 apresentam risco de desabamento, segundo alertam laudos técnicos da própria SPU.
Somente na cidade de São Paulo há sete prédios federais em situação de desabamento iminente, conforme já advertiu a área técnica da SPU.
O chefe da SPU, Sidrak de Oliveira, ligado a Romero Jucá (MDB-RR), é homem de uma ideia só: acionar o Exército para acabar as invasões.
No Rio, espanta como ainda está em pé o edifício A Noite, do governo federal, em frente ao Museu do Amanhã, abandonado há décadas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.