Imperdível. Meu querido e genial amigo, menino Maluquinho, Antonio Pinto.

GARANTO: O TRABALHO DE ANTONIO PINTO É SIMPLESMENTE SENSACIONAL. FUI BUSCAR UNS EXEMPLOS…


 

(FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA)

Quarteto de Cordas recebe Antonio Pinto para tocar Música de Cinema

Encontro se realiza na Sala do Conservatório da Praça das Artes em 30 de agosto


vídeos: https://we.tl/b-ICqlSsVepr

 

tartaruga toca alaudeO Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo preparou uma apresentação especial em 30 de agosto, às 20h. Antonio Pinto, que assina as trilhas de Central do Brasil e Abril Despedaçado, de Walter Salles e O Senhor das Armas, de Andrew Niccol e dos documentários Amy e Senna, de Asif Kapadia se junta aos quatro músicos na Sala do Conservatório para mostrar o resultado dessa longa parceria.

 

O Quarteto é um parceiro de longa data do Antonio Pinto e participou da produção das trilhas em todos esse projetos cinematográficos. “Nossa relação com o Antonio Pinto começou ainda na época da Jazz Sinfônica. Eu o chamei para tocar com a orquestra e ele nos chamou para gravar suas trilhas. Às vezes, apenas como quarteto; às vezes, cada um de nós individualmente; às vezes a gente gravava quatro, cinco, seis vezes a mesma parte para que parecesse uma orquestra. E às vezes, a gente fazia parte de um grupo maior. Ou seja, a gente se tornou parceiro do Antonio Pinto em diversas empreitadas.”, explica Marcelo Jaffé, violista do Quarteto.

Em O Amor nos Tempos do Cólera, de Mike Newel, por exemplo, Jaffé revela que  “a Betina (Stegmann) faz solo de violino. Ela dubla o violinista da varanda. No documentário do Senna, choramos muito. O Antonio coloca a televisão para a gente ver o que está acontecendo enquanto a gente toca.” E essa cumplicidade promete um concerto cheio de surpresas inspiradas na sétima arte.

raposa tocando violino

 

Estão ainda no repertório do concerto – que terá a presença de Sidiel Vieira, no contrabaixo, Yaniel Matos , no violoncelo e Gabriel Ferreira, no violão acústico além dos cantores Manu Julian e Leonardo Matumona – temas dos filmes Collateral, de Michael Mann, Nina, de Heitor Dhalia e The Boy who Harnessed the Wind, de Chiwetel Ejiofor, entre outros.

 

Quarteto de Cordas da Cidade de São PauloZé tocando

O Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo foi fundado em 1935 por iniciativa de Mário de Andrade. Inicialmente era chamado de Quarteto Haydn e buscava difundir a música de câmara e estimular compositores brasileiros a compor novo repertório para o gênero. O grupo passou a ser chamado de Quarteto de Cordas Municipal a partir de 1944, chegando à sua forma definitiva em 1981, como Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo.

O Quarteto apresenta-se constantemente no Brasil e no exterior, em eventos como a Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha; o Festival de Música de Saragoza, na Espanha; e o Festival Internacional de Música de Morelia, no México. No Brasil, além da participação nos mais importantes festivais e cursos de música, desenvolveu projetos de estímulo a jovens instrumentistas por meio de concursos e de concertos didáticos em escolas da rede pública, universidades e escolas de música.

Em concertos comentados, o Quarteto apresenta o amplo repertório para a formação, inclusive o de vanguarda, promovendo o contato do público com todas as tendências e escolas de composição, como parte do projeto original do grupo, de fomento e formação de plateias. Em sete oportunidades o Quarteto de Cordas ganhou o prêmio de Melhor Conjunto Camerístico da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e por três vezes o Prêmio Carlos Gomes.

 

Serviçomaestro brasinha tocando

Música de Cinema

Trilhas de “Central do Brasil”, “Amor nos Tempos do Cólera”, “Abril Despedaçado”, entre outras.

Quarteto de Cordas da Cidade de São Paulo

Betina Stegmann – violino

Nelson Rios – violino

Marcelo Jaffé – viola

Rafael Cesário – violoncelo

Convidados:

Antonio Pinto – piano e violão

Local: Sala do Conservatório – Praça das Artes (Av. São João, 281 – Centro)

Data: Quinta-feira, 30/8, 20h.

Duração: aprox. 60 min.

Classificação indicativa: livre (indicado para maiores de 7 anos)

Ingressos: R$ 20 (meia-entrada para aposentados, maiores de 60 anos, professores da rede pública e estudantes)

 

Vendas na bilheteria do Theatro Municipal de São Paulo ou pelo site www.theatromunicipal.org.br.

Theatro Municipal de São Paulo

Endereço: Praça Ramos de Azevedo, s/n – República

Telefone: 3053-2090

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.