Sumiu. Difícil de encontrar. Acabou de sair. Anda difícil achar o Cavendish, sem o guardanapo na cabeça. Nota de Lauro Jardim.

Sem guardanapo

Alvaro Dias subiu à tribuna do Senado, há pouco, para reclamar da demora da Justiça Federal do Rio de Janeiro em localizar Fernando Cavendish para notificá-lo. Dias cobra na Justiça que o dono da Delta revele qual senador ele pode comprar ou comprou por 6 milhões de reais (naquela famosa conversa revelada por VEJA).

O tucano acha que os oficiais de Justiça do Rio estão fazendo corpo mole para encontrar Cavendish (afinal, até o baleiro da esquina do Congresso sabia que Cavendish estaria na CPI ontem). Diante da demora da justiça, Dias mandou a pérola na tribuna:

– Diante dessa demora da Justiça Federal do Rio, ouvi a explicação de que o oficial de justiça não está identificando o senhor Cavendish porque ele não está mais usando aquele guardanapo na cabeça.

Por Lauro Jardim – Coluna Radar – veja online

ALVARO DIAS PERDE BELA OPORTUNIDADE DE FICAR CALADO. TIRO NO NOSSO OUVIDO

NO OUVIDO

Feliz com a cassação de Demóstenes Torres, o tucano Alvaro Dias saiu com essa, ontem, depois de o plenário do Senado ter confirmado a perda de mandato do ex-colega:

– Eu queria trazer um revólver para dentro do plenário, porque, se ele fosse absolvido, aí eu daria um tiro no meu próprio ouvido.

fonte: coluna radar – veja online – Por Lauro Jardim