ARTIGO – Amigo não é para ser oculto. Por Marli Gonçalves

O que é amizade nesses tempos atuais? Nas redes sociais, temos e chamamos de amigos pessoas que nem conhecemos, pior, muitas que jamais conheceremos. Fazemos e desfazemos esses laços apenas com um clique, sem dor. Agora é hora do tal amigo secreto, quando pessoas que se odeiam se sorteiam e pensam seriamente em dar presentes mortais

Fico imaginando umas caixas maravilhosas embaladas com laços e contendo aranhas e serpentes peçonhentas, venenos, mágoas, respostas não dadas durante todo o ano. Ou presentes escolhidos entre os piores, coisas sem uso, presentes ganhos e guardados para serem repassados para a frente na primeira oportunidade. Imaginem esse ano, com a crise de grana e com a cisão política que se estabeleceu entre nós e que deve estar sendo usada justamente para romper relações distanciadas e já estremecidas por outros motivos. Como chamar de amigos? Como deverá estar sendo o tal amigo secreto deste ano, nas firmas e famílias? Desde criança considero o Natal como uma das datas do ano onde as pessoas mais falseiam umas com as outras.

Como considero amizade de verdade algo raro e sagrado, estranho o nome dado à essa tradição que para mim tem a melhor definição de nascimento não na Grécia, ou num sei aonde, mas realmente no mundo, durante a Depressão de 1929. Ninguém tinha dinheiro ou condições para presentear todos – melhor sortear, dividir essa lista – para mim, veio mesmo daí. Não que seja má ideia, mas que é momento saia justa, ah, isso é. Amigo secreto, oculto, invisível.

Adoro também o “tabelamento” de preços de presente adotado. A quantas anda esse ano? 50 reais? 100 reais? Precisa de nota fiscal para quem quiser trocar o bagulho? “Achei que era sua cara…” – uma das maiores ofensas.

Com as mudanças econômicas ocorridas, desemprego absurdo, home office, trabalho esporádico, empreendedorismo individual devem estar sendo bem poucas pessoas que ainda manterão a tal tradição de, rezando, sortear o nome de alguém, e, rezando, esperar que alguém de bom gosto e posses sorteie o seu. Vivemos cada vez mais isolados.

Sou pessoa de muitos amigos. Sou pessoa de pouquíssimos amigos.

 Ambas as afirmações são absolutamente verdadeiras. Mas a segunda trata mais da vida real e considero amigo coisa para se guardar do lado esquerdo do peito, no cérebro, na vida. Estejam eles perto ou longe, em outro continente, como é o caso de uma família de amigos que se mudou para Madri, e porque esse país não dá lugar a gente boa.

Amigos. Sempre. Vivos ou mortos, sempre inesquecíveis. Dos quais os melhores presentes serão sempre as lembranças de momentos vividos juntos. Ou objetos que significam algo que só os dois lados compreenderão, porque é amigo com amigo, cada um com outro, exclusivo; grupos de amigos é outra coisa, há de convir.

ariel com o linguado amigoPensei nisso de forma especial porque lembrei do que considero uma grande coincidência. Tive um “Melhor Amigo”, que perdi em 1993. Dele, de quem lembro diariamente, guardo os anjos que tanto adorava e o hábito de jamais deixar de ter flores em casa, assim como a sua generosidade e caráter. Ele era nascido a 12 de dezembro, Sagitário, por acaso, signo complementar ao meu, Gêmeos. Hoje, tenho como um grande amigo uma outra pessoa de outro lugar, outras histórias e uma compreensão mútua absurda, só possível numa relação sincera e verdadeira. Nascido em 12 de dezembro, também. Significa? Coincidência? Pode ser.

Com esse texto pensei em ser presente de aniversário para ele, que mora longe, uma boa lembrança, e o que posso dar no momento. Acabei pensando que amigo mesmo, para assim ser chamado mesmo, não pode ser oculto, secreto, tem de ser declarado.

Aliás, quantos amores garantiríamos que seriam, depois do fim, nossos amigos eternos quando passadas as relações e que hoje, eles sim, viraram apenas pó, invisíveis, ocultos e esquecidos; em muitos casos, inclusive, inimigos?

Amigos,amigos. Viva o dia do Amigo

_________________________________________________________________________________

MARLI GONÇALVES – Jornalista, consultora de comunicação, editora do Site Chumbo Gordo, autora de Feminismo no Cotidiano – Bom para mulheres. E para homens também, pela Editora Contexto. À venda nas livrarias e online, pela Editora e pela Amazon.

marligo@uol.com.br / marli@brickmann.com.br

 

________________________________________________________________

ME ENCONTRE
 (se republicar, por favor, se possível, mantenha esses links):
https://www.youtube.com/c/MarliGon%C3%A7alvesjornalista
(marligoncalvesjornalista – o ç deixa o link assim)
https://www.facebook.com/BlogMarliGoncalves/
https://www.instagram.com/marligo/

 

Romário, que legal! Enfrenta todo mundo pelo amigo travesti, Talita. E com bom humor. Muito bem

boca1ATUALIZAÇÃO. VEJA A RESPOSTA DE TALITA. GOSTEI TAMBÉM. E ACABA COM O MEDO DE ROMÁRIO. ELA É “MULHER” ( ZERO HORA)
Já Thalita rebateu os comentários do ex-atleta em entrevista à coluna Retratos da Fama, do jornal Extra.

— Achei preconceituosa a forma com que este assunto está sendo abordado pela imprensa. Sou uma mulher, tenho órgão genital feminino e documentos como mulher. Se ele (Romário), disse que gosta de mulher, eu sei. Sou uma mulher, tanto que ele saiu comigo. Ele sabe que sou uma mulher — protestou a modelo, que garantiu que ela e Romário são amigos “bem íntimos”.

——————————————————————————————
Achei bem legal ele assumir como amizade, e com bom humor. Qual o problema? Quem “flagrou”?
Sou espada, peixe
Romário desmente relacionamento gay no Facebook

Flagrado com uma transgênero, deputado Romário nega ser gay

romario

Foto tem sido divulgada na internet

O deputado e ex-jogador de futebol Romário (PSB-RJ) usou seu facebook nesta terça-feira (17) para desmentir a notícia de que ele estaria namorando uma transgênero, de nome Talita. Ele foi flagrado com ela de mãos dadas e a imagem tem circulado nas redes sociais. “Estão colocando mais uma na minha conta”, reclamou. “[Talita é] gente boa, sangue bom, inclusive é minha camarada, minha parceira e de alguns amigos meus também. Agora, como mundo já sabe, notícias minhas, dependendo do objetivo, viram novela ou seriado. Vamos acompanhar para ver com quantos capítulos essa terminará e, o mais importante, como terminará. Com certeza, galera, casamento não vai rolar…kkkk”, brincou.

Romário reiterou que respeita o gosto pessoal das pessoas, mas que ele “gosta de mulher”. Ele acredita que passou incomodar ainda mais depois da política, mas lembrou a imprensa que não é candidato a nenhum cargo majoritário e, por isso, não precisa de tanta exposição. “Nem presidente, nem governador. Vou continuar fazendo as coisas que faço, indo para a noite, jogando minha pelada, meu futevôlei, indo para a praia. Feliz igualzinho, nada muda”, escreveu.

FONTE: DIÁRIO DO PODER

PROGRAMAÇÃO IMPERDÍVEL: LIVRO DE NEWTON MESQUITA

Amigo Newton Mesquita,

Uma das pessoas mais legais que já conheci nessa vida. Feliz, boa praça e um profissional simplesmente maravilhoso e um dos artistas que mais gosto de ver, não só ele, como suas obras.

Geminiano de 6 de junho tem características que prezo demais – a gentileza e generosidade.

Fora isso, adora um “brinquedinho” novo, um gadget qualquer. Vou fazer umas fotos das obrinhas que tenho dele – gravuras, mas para mim tão valiosas como pinturas, porque levam seu autógrafo, e depois publico. Por enquanto achei umas especiais.

Fiz uma seleção de imagens feitas durante uma de suas últimas exposições, em 2008, no MUBE. O maravilhoso que aparece na frente das telas é o Carlucho, meu irmão…

Newton Mesquita: uma delícia de pessoa e de artista

Este slideshow necessita de JavaScript.

 Imperdível.

Arquiteto, pintor, artista plástico, ilustrador e produtor de capas de revistas e livros Newton Mesquita lança livro que leva seu nome, em que mostra mais de 200 imagens de trabalhos de vários períodos de sua carreira. A apresentação é de Thomaz Souto Corrêa, com textos

de Paulinho da Viola, Jacob Klintowitz, Arcangelo Ianelli, Pietro Maria Bardi e Arnaldo Jabor.

DIA 17 DE MAIO, TERÇA-FEIRA

Das 18h às 22h, na Livraria da Vila dos Jardins (al. Lorena, 1.731), sp-SP