Maldades do Dia: mataram um que não morreu ( Amin Khader) e estão fazendo reza pela saúde de …uma bactéria! (A que pegou Hugo Chávez)

Olá. Dia azul e gelado em São Paulo. Estava correndo o mundo atrás de notícias para a gente aqui. Notícias, fatos interessantes ou comentáveis.

Olha isso, olha o que está o dia:

1. Mataram o Amir Khader e ele não estava morto. O apresnetador de tevê (TV Record) virou primeira página dos sites, o amigo David Brazil chorou e, pelo que entendi, está vivinho, lindo da Silva, fazendo exercícios na Barra da Tijuca.

2. Minha querida Rosi Mallet manda por e-mail um pedido de oração que recebeu. Pela bactéria  que atacou Hugo Chávez. Dá uma olhada o refrão:

 EL COMANDANTE HUGO CHÁVEZ SE ENCUENTRA EN CUBA EN GRAVE ESTADO DE SALUD POR CULPA DE UNA BACTERIA. LOS INVITAMOS A TODOS A ORAR POR LA SALUD DE LA BACTERIA, QUE RESISTA LOS ANTIBIÓTICOS Y QUE SEA FUERTE PARA QUE PUEDA CULMINAR CON ÉXITO SU MISIÓN…

Sobre a bactéria que eu digo que “cheira arsênico”… Veja que bonito texto do Gabeira.

Benvinda, nova bactéria

 A Lua sobre o Lago Mono, na Califórnia, onde cientistas da Nasa encontraram a bactéria Divulgação/Science

Uma vez escrevi uma crônica sobre o goleiro colombiano Higuita. Ele fez uma defesa surpreendente e espetacular. A bola foi chutada no centro do gol e no momento em que ia agarrá-la, deixou que passasse, deu um pulo e a golpeou com dois pés virados para o centro do campo.

Fiquei alegre e cheio de esperança, não sei o motivo. Higuita mostrou como a criatividade abre novos mundos e com eles novas esperanças.

Mesmo ignorando a microbiologia, sinto agora, com a descoberta de uma nova bactéria, algo semelhante ao que senti diante da defesa de Higuita: a maravilha de constatar novas possibilidades.

A bactéria, dizem os jornais, difere de que tudo que conhecemos porque não tem os seis componentes básicos da vida. No lugar do fósforo, um desses componentes, existia arsênico, em partículas descobertas num lagoa salgada da Califórnia. Logo o arsênico, de um modo geral tóxico, aparece com as funções nutrientes do fósforo.

A descoberta não remete a extraterrestres. Apenas indica que existem ainda formas de vida desconhecidas, ou pelo menos que a forma de vida que conhecemos não é a única possível.

Não entendo estar tão feliz com a descoberta. Nós que lutamos diariamente, para alcançar uma modesta fração do conhecimento humano acumulado, despertamos para a idéia de que novas e impressionantes revelações nos esperam. A montanha é inalcançável.

Talvez a moral da história seja esta: num tempo de calmaria, um ventinho, ainda que soprando da ciência, sempre nos anima.

Do www.gabeira.com.br