Contra juros altos, dá até vontade de ir …Protesto da Força Sindical ( e outras centrais)na Avenida Paulista, amanhã, 2.

Centrais sindicais farão amanhã em SP
protesto contra juros altos

EU PROTESTOA Força Sindical e demais centrais farão amanhã (dia 2), às 10 horas, em frente o Banco Central, um protesto contra os juros altos. Vale lembrar que o Copom (Comitê de Política Monetária) começa amanhã a reunião e na quarta-feira (dia 3) divulgará a nova taxa Selic.

AGENDA
PROTESTO CONTRA JUROS ALTOS
Data: 2 de dezembro
Horário: 10 horas
Loca: em frente Banco Central – São Paulo
Endereço: Av. Paulista, 1804

Quem vai parar a Avenida Paulista na sexta de manhã? Força Sindical. Na frente do Banco Central.

FONTE: INFORMAÇÕES DA COMUNICAÇÃO DA FORÇA SINDICAL

Força Sindical faz ato 6ª feira, às 10 horas, em frente ao Banco Central, em São Paulo

TIREDCARA Força Sindical fará, na próxima 6ª feira (dia 6), em frente ao Banco Central, em São Paulo, um protesto contra a política econômica que o governo está impondo aos trabalhadores.
Miguel Torres, presidente da Força Sindical, declara que “a economia brasileira está na UTI. Crescimento econômico pífio, juros em patamares estratosféricos, inflação alta e a desindustrialização, que está colocando em risco a sobrevivência de fábricas e os empregos por elas mantidos”.
Além de mudanças na política econômica, os manifestantes irão levar faixas cobrando juros baixos, correção da tabela do Imposto de Renda, manutenção da política do salário mínimo, fim do Fator Previdenciário, reajuste digno para os aposentados e mais investimentos em saúde, educação e transporte, entre outros pontos.
Na prática, os trabalhadores cobram a concretização da Pauta Trabalhista aprovada pelas Centrais Sindicais em julho de 2010, no Estádio do Pacaembu, SP.speeding

UÉ. Agora que o dinheirinho vai precisar tomar banho…

Dinheiro malcheiroso

Coaf tem que ser informado quando cédula estiver mofada ou malcheirosa

O Banco Central acaba de editar uma circular que endurece o combate à lavagem de dinheiro. Agora, os bancos devem comunicar ao o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) quando receber depósitos bancários feitos com “cédulas úmidas, malcheirosas, mofadas” ou “empacotadas em maços desorganizados”.

FONTE:Nota  COLUNA RADAR/ SITE VEJA – Por Lauro Jardim