Um perigo esse material radioativo largado nas ruas – da Bolívia, ainda por cima!

Duas toneladas de urânio são encontradas perto da embaixada do Brasil em La Paz
AFP Em La Paz
  • O governo da Bolívia informou ter encontrado nesta terça-feira (28) “cerca de duas toneladas de urânio” em um prédio no coração de La Paz, a poucos metros das embaixadas de Brasil e Estados Unidos, e ordenou uma investigação imediata.

“São cerca de duas toneladas de material que se usa para a construção de armamento nuclear”, disse em entrevista coletiva o vice-ministro do Interior, Jorge Pérez, que dirigiu a operação policial para remover o material “radioativo”.

“A informação preliminar aponta para um alto nível de radioatividade, o que vamos determinar com a perícia que se realizará imediatamente”, disse Pérez, revelando que o suposto dono do material “foi detido”.

O vice-ministro não detalhou como o material foi localizado e para onde a polícia o levou, e se a operação ocorreu com as devidas medidas de segurança radioativa. Também não informou se os vizinhos do local precisarão realizar exames médicos.

O material estava em uma garagem do primeiro andar de um prédio no coração de La Paz, a poucos metros das embaixadas de Brasil e Estados Unidos.

“Nos chama a atenção o manejo de um material deste tipo, prejudicial à saúde, em tal quantidade e no centro da cidade de La Paz”, disse Pérez.

As duas toneladas de urânio estavam “em bolsas (plásticas) expostas ao tempo, um material radioativo manipulado de maneira direta e de forma irresponsável, arriscando a vida de pessoas”, prosseguiu o funcionário.

Segundo Pérez, o urânio “pode proceder do Brasil ou de outro país vizinho, e provavelmente seguiria para o Chile”.