Lauro Jardim destrincha um pouco mais a pesquisa Ibope que rebaixou a aprovação de Dilma

 Eleições 2014
Um Ibope desastroso

Dilma e Lula: comparações

graphics-cows-624514O resultado da pesquisa do Ibope divulgada há pouco sobre o governo Dilma Rousseff é desastroso para a presidente quando comparado ao levantamento feito pelo mesmo Ibope, com as mesmas perguntas, há exatamente quatro anos – ou seja, em março de 2010, em pleno governo Lula. Aos números:

*Apenas 36% aprovam hoje o governo Dilma (o percentual é a soma dos que responderam “ótimo” ou “bom” neste item). Há quatro anos, Lula batia seu recorde de popularidade: 75% aprovavam seu governo. Mais do que o dobro de Dilma. Com tal aprovação foi fácil para Lula transformar um poste apagado em poste iluminado. Em março de 2010, Dilma tinha 30% das intenções de votos e, pela última vez, aparecia atrás de José Serra nas pesquisas.

*A aprovação à maneira de Dilma governar é, segundo o Ibope, de 51%. Lula há quatro anos era aprovado por 83% dos brasileiros.

*Os que estão insatisfeitos com o combate à inflação promovido pelo governo Dilma somam a impressionante taxa de 71%. Lula em março de 2010 era desaprovado por apenas 38% neste quesito.

*E o combate ao desemprego? 57% estão descontentes com relação às políticas para conter o desemprego (mesmo com um índice de desemprego baixo, o que é mais impressionante, pois reforça o mau humor da população). Sob Lula, 60% dos brasileiros aprovavam sua política neste setor.

*Também é superlativo o número de brasileiros em desacordo com a forma que Dilma enfrenta o tema taxa de juros: 73% desaprovam. Com Lula, apenas 44% tinham a mesma opinião. Hoje, a taxa Selic está em 10,75%. Sob Lula, em março de 2010, estava a 8,65%.

São números que fazem tremer a campanha de Dilma, ainda que, claro, nenhum petista vá dizer isso em público. Já a turma do ‘volta Lula”…

FONTE: COLUNA RADAR – VEJAONLINE – Por Lauro Jardim

Presta atenção. Pesquisa é coisa que tem de ser lida em detalhes. Por exemplo…

COLUNA CLAUDIO HUMBERTO – DIARIO DO PODER
Wilbur_Thinking__Animation_by_TheEndxTypeANIMEEmpate técnico

Pesquisa Ibope divulgada ontem aponta que Dilma, com 40%, venceria as eleições no 1º turno. Mas 38% ainda não sabem, anulariam seus votos ou votariam em branco.

Do Ex-Blog de Cesar Maia. Friboi, Roberto Carlos, Dilma e BNDES. Senão não tem samba

graphics-cows-824453TONY RAMOS, ROBERTO CARLOS, FRIBOI, BNDES E DILMA!

(Sakamori Ossami – Gazeta do Paraná, 15) 1. O grupo HBS/Friboi é maior tomador individual do programa PIS, Bolsa Empresário, do BNDES.  O valor ascende a R$ 20 bilhões.  Os tais empréstimos são subsidiado pela União, uma vez que ela capta no mercado, hoje, entre 10,75% da taxa Selic a 13,46% da taxa da NTN-F.  O BNDES empresta para empresários como JBS/Friboi a uma taxa média de 3,5% ao ano.  O subsídio do governo federal varia entre 7,25% a 9,96%.

2. O grupo JBS/Friboi, aplicando o dinheiro do PIS, instituído no governo Lula, tomado em forma de empréstimo do BNDES, mais de R$ 20 bilhões, significa que, se deixar aplicado, sem produzir nada, rende cerca de R$ 2 bilhões anuais.  No final das contas, vão jogar os empréstimos do BNDES no lixo.   Já fiz, a primeira denúncia no dia 19 de janeiro deste ano.  Mas, ninguém ousa tomar atitude para investigar as operações estranhas do grupo JBS/Friboi junto ao BNDES.graphics-cows-624514

3. Recentemente, contrataram os atores globais, o cantor Roberto Carlos, apresentadora Fátima Bernardes, o ator Tony Ramos e a apresentadora Ana Maria Braga para fazer propaganda/ merchandising dos produtos Friboi.  O pano do fundo é fazer divulgação dos nomes do Júnior Friboi para o governo de Goiás e a Dilma para a presidente da República.  Não demora muito, as personagens citadas, vão aparecer em companhia dos atores globais, num propaganda subliminar, sem infringir legislação eleitoral.

graphics-cows-170079

…E olha só quem está por aí, articulando…Palocci. Sem caseiro. E negando que esteja fazendo o que está fazendo. Da Coluna Radar.

Para acalmar o mercado

 

palocci

Fiquem tranquilos

Antonio Palocci anda conversando mais do que nunca com os grandes empresários e banqueiros. Não se sabe se autorizado, mas já é capaz de discorrer sobre a equipe econômica de um segundo governo Dilma: Alexandre Tombini iria para o Ministério da Fazenda; e para o seu lugar, Luiz Awazu Pereira da Silva, atual diretor da área externa do BC.

(Atualização, às 8h28: a assessoria de Palocci entrou em contato para negar tais contatos do ex-ministro. O Radar mantém a informação publicada)

FONTE: COLUNA RADAR – VEJA ONLINE – LAURO JARDIM

Por Lauro Jardim

Contrata um jornalista cubano…Olha essa! O tal Padilha começou.

Pré-campanhaveado

Idealizador da proposta

Admite-se jornalista bem relacionado

A turma da pré-campanha de Alexandre Padilha está a procura de um jornalista com experiência internacional para tentar botar o ministro da Saúde bem na foto tanto na imprensa internacional quanto na brasileira.

FONTE> Por Lauro Jardim- coluna Radar – Veja online