ÔSKINDÔ, Ô SKINDÔ DA IÁIÁ…ABRAM ALAS

VEJAM QUE DELÍCIA ESSA OUTRA NOTA DA COLUNA DO LAURO JARDIM. ESSE GILBERTO CARVALHO ESTÁ ME SAINDO DIFERENTE DO COROINHA QUE EU PENSAVA SER…

VEJA DESTA SEMANA TRAZ MULHER QUE DIZ QUE O CONHECEU INTIMAMENTE…

AGORA, CARNAVAL…

HUMMM…

Carnaval da Dilma

A ala de evangélicos revoltada com Gilberto Carvalho nos últimos dias, vai delirar com essa. Nesta quinta-feira, ao meio-dia, o Palácio do Planalto, administrado por Gilbertinho, vai virar uma quadra de escola de samba, com direito a bateria, passistas, mestre-sala e porta-bandeira.

Uma escola de samba de Brasília levará seus componentes para batucar as tradicionais marchinhas de carnaval no estacionamento que fica a metros do gabinete de Dilma Rousseff. A banda do Batalhão da Guarda Presidencial também vai participar da festa.

Por Lauro Jardim

Pitadas de bom senso. Sobre as greves que pipocam, Gabeira

Só o governo não viu

 Fernando Gabeira

FONTE: www.gabeira.com

A greve dos policiais continua na Bahia e foi deflagrada no Rio. O enfoque mais comum nos jornais e televisão enfatiza a ilegalidade do movimento.

Dois outros pontos deveriam ser mencionados. O primeiro deles é a eficácia da greve, nessas circunstâncias.

O melhor caminho para os policiais seria uma intensa campanha voltada ao público, revelando suas dificuldades de sobrevivência com salários tão baixos.

Essa hipótese torna-se mais difícil porque, ao contrario de outras policias, como a norte-americana, não houve o esforço necessário de aproximação com o público.

As campanhas pedagógicas sobre consumo de droga eram feitas, nos Estados Unidos, pela policia. Transplantadas para o Brasil, viu-se que não funcionavam bem. A imagem das duas policias, a americana e a brasileira,  eram vistas de forma diferente pelos estudantes.

Mas é preciso começar a superar esse distanciamento histórico entre policia e população. A greve não ajuda porque espalha o medo e a sensação de que a cidade foi abandonada.

Há outro ponto sobre o qual não se fala muito porque admiti-lo seria criticar o poderoso governo. E este ponto é a absoluta falta de habilidade oficial em negociar com a policia. E sua incapacidade de prever os fatos.

A radicalização dos policiais e bombeiros era uma tendência evidente quando se votou a PEC-300. Em vários momentos, tivemos a impressão de que haveria tumultos na Câmara ou mesmo em Brasília.

O quadro pedia muita coisa, menos empurrar com a barriga como fez o governo federal, seguido por alguns governadores.

Duas grandes cidades brasileiras, famosas por seu carnaval, vivem um momento difícil exatamente quando pensavam em atrair mais turistas e começar a arrancada nacional para receber mais visitantes.

A policia não deveria fazer greve. Nem os passageiros de trem no Rio deveriam perder a paciência. É fácil apenas defender a lei.

Difícil é preservá-la com medidas que aliviem o sufoco real. Os PMS do Rio vão ganhar R$2070 mensais em 2013. Os passageiros de trem foram convidados pelo secretário Júlio Lopes a esperar mais dois anos por melhoras no transporte.

É necessário buscar um equilíbrio na avaliação do momento. A simples aplicação da lei e a repressão ao movimento grevista não resolvem o problema de fundo.

É preciso rever as expectativas sobre a segurança pública. Sem uma policia com salários dignos será difícil alcançar a paz urbana. Os avanços conseguidos até agora são pontuais e, no Rio, muito localizados em áreas importantes para a Copa do Mundo.

Dizer que o orçamento é curto não basta. Há tanta dinheiro para propaganda, há tanto desperdício no governo.O orçamento será sempre será curto. Daí a necessidade absoluta de usá-lo com inteligência.

Olha o Baile da Diversidade Sexual aí, gente! DIA 13, CLUBE PIRATININGA. Tem Silvety Montila, tem Salete Campari!

5º Baile da Diversidade no Clube Piratininga

 
No dia 13 de fevereiro, a Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual
 (CADS) da Secretaria de Participação e Parceria (SMPP) presta o apoio ao
 Baile da Diversidade. O evento realizado pelo Clube Piratininga acontece
 na sede da agremiação que fica no bairro de Higienópolis começa a partir
 das 23 horas. 
 
O Baile conta com a organização de Salete Campari, que ficou famosa por
 suas performances interpretando as divas Marilyn Monroe, Elis Regina e
 Carmem Miranda,e também Silvetty Montilla, atriz transformista e um ícone
 da noite gay em São Paulo.

 As duas personalidades conhecidas no público LGBT atuam em ações de
 visibilidade e identidade em prol do segmento homossexual.
 
O objetivo do evento é relembrar festas, bailes antigos e tradicionais do
 Carnaval paulistano. O público vai dançar ao som de marchinhas, sambas
 enredo, e músicas atuais.
>
> A festa vai eleger a Rainha Gay do Carnaval de São Paulo e a vencedora vai
> participar das atividades com a corte oficial. Serão apresentadas: a
> Madrinha Oficial do baile – Carla Hellen -, e a Rainha do Baile – Renata
> de Cuiabá -.
>
> Mais informações sobre o ingresso do Baile, entrar em contato com os
> números (11) 9999-2334 e (11) 7889-4417 – Clube Piratininga.
>
> Serviço:
> Baile da Diversidade no Clube Piratininga
> Quando: 13/02
> Horário: 23h às 04h
> Onde: Clube Piratininga (Alameda Barros, nº 376 – Higienópolis)

 Convite
<http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/participacao_parceria/
> coordenadorias/cads/noticias/?p=37903>

RIO DE JANEIRO PRECISANDO DE UMA REZA DE DESCARREGO! VEJA A DE HOJE. SAMBISTÃO CAI EM CIMA DO CARRO…

http://platform.twitter.com/widgets/hub.1326407570.html

Enfeite de carnaval cai sobre carro e fecha trecho de avenida no Rio

Caso ocorreu na Avenida Rio Branco, no Centro, na tarde desta segunda.
Bombeiros foram chamados; homem ficou ferido e foi levado para hospital.

FONTE: Do G1 RJ
 
Enfeite de carnaval caiu sobre táxi no Centro do Rio (Foto: Lilian Quaino/G1)Enfeite de carnaval caiu sobre táxi no Centro do Rio (Foto: Lilian Quaino/G1)

Um enfeite de carnaval caiu sobre um táxi na tarde desta segunda-feira (6), na Avenida Rio Branco, nas imediações da Cinelândia, no Centro do Rio de Janeiro. O enfeite – um arco de metal que atravessa a avenida de uma calçada a outra – é da prefeitura.

Policiais Militares que estão no local indicado informaram que por volta das 15h40 um ônibus da linha 350 (Irajá – Passeio), da empresa Rubanil bateu na base da decoração instalada na Cinelândia. Mas o trocador do ônibus Jonhnne Silva disse que foi a alegoria que caiu sobre o ônibus assim que passaram sob ela.

Um pedestre sofreu um corte na cabeça sem gravidade e foi o levado ao Hospital Souza Aguiar, no Centro. O motorista do táxi atingido foi para a 5ª DP (Centro) para prestar depoimento.

A Avenida Rio Branco a partir do Avenida Almirante Barroso, segundo a CET-Rio, com o tráfego sendo desviado para a Avenida Presidente Antônio Carlos. Retenções já chegam à Avenida Presidente Vargas, na altura do Sambódromo.

Anteriormente, o Centro de Operações Rio informou que a Avenida Rio Branco estava interditada a veículos no trecho entre a Rua Araújo Porto Alegre e Rua Santa Luzia.

Já na versão da Riotur, o enfeite foi atingido por um ônibus, que teria sido fechado por um táxi. Com o impacto, segundo a Riotur, parte do enfeite caiu. A Riotur informou ainda que vai se pronunciar por nota oficial, assim que o acidente for apurado.

Agentes da prefeitura orientam o trânsito no local.

Já pensaram? Rio e Bahia com polícia em greve conjunta? A cuica vai piar…

RJ: PM ameaça apressar greve caso
haja ‘covardia’ contra PMs baianos

O grupo intitulado SOS PMERJ, que se declara como representante da Polícia Militar do Rio de Janeiro, prometeu uma paralisação – já programada – para o próximo dia 10 em retaliação a qualquer ato de “covardia” praticado pelas forças de emergência contra os PMs amotinados na Assembleia Legislativa da Bahia. “O movimento em prol da DIGNIDADE dos Bombeiros e Policiais do Estado do Rio de Janeiro vem informar que qualquer covardia cometida contra os militares da Bahia e seus familiares, que estão ocupando a Assembleia Legislativa de lá, ocasionará a deflagração da GREVE GERAL no Rio de Janeiro antes do previsto”, diz a nota distribuída à imprensa. Também no mesmo dia, o secretário de Segurança do estado, José Mariano Beltrame, enviou um comunicado em que afirma que a greve não é a solução para reivindicar melhores condições de trabalho. Ele não acredita em uma grande adesão dos PMs fluminense à futura greve. Informações do Terra.

Fonte: coluna Claudio Humberto

FFFuÓOOIMM. Prefeito de BH ganhou uma “marchinha” e tanto. Se a moda pega…

Prefeito Márcio Lacerda ‘ganha’ marchinha polêmica de Carnaval

 
DA FOLHA.COM – SÃO PAULO

O prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB), pode ficar marcado na história do Carnaval da capital mineira caso uma música alusiva à sua gestão ganhe o concurso de marchinhas da Banda Mole, tradicional bloco carnavalesco da cidade.

A “Marcha da Estação” compete com nove músicas finalistas e tem no refrão, nada elogioso, um trocadilho com o nome do político: “Começa com m, termina com erda. Adivinha o que que é”.

Em nenhum momento, no entanto, a letra diz textualmente o nome de Lacerda.

Folhapress
"Começa com m e termina com 'erda'", diz o refrão alusivo a Márcio Lacerda
“Começa com m e termina com ‘erda'”, diz o refrão da marcha alusiva ao prefeito de Belo Horizonte, Márcio Lacerda (PSB)

“Perfeito como esse é a pura ‘prefeição’. Ele é tão bom que agrada situação e oposição. Interditou a praça e trouxe a praia para estação… só não dá conta mesmo de evitar alagamento.”

A música vencedora do “Concurso de Marchinhas Mestre Jonas”, sambista mineiro, será anunciada neste sábado em um baile pré-carnavalesco em Belo Horizonte.

Caso seja campeã, os autores Renato Villaça e João Basílio podem receber R$ 5.000 pelo primeiro lugar na premiação. O segundo lugar receberá R$ 3.000 e o terceiro, R$ 1.000.

A reportagem entrou contato com a Prefeitura de Belo Horizonte para comentar o assunto e aguarda um retorno.

OUÇA, AQUI NESTE LINK DA FOLHA.COM, FONTE DESTA MATÉRIA:

http://www1.folha.uol.com.br/poder/1043513-prefeito-marcio-lacerda-ganha-marchinha-polemica-de-carnaval.shtml