#ADEHOJE, #ADODIA – À PROCURA DO TOM PERFEITO

#ADEHOJE, #ADODIA – À PROCURA DO TOM PERFEITO

SÓ UM MINUTO – Esse Trabalho pode até parecer, mas não é brincadeira. O #ADEHOJE, #ADODIA nasceu para ser um registro diferente, dos fatos que vivemos, dos fatos que nos deixam atarantados. Um resumo do noticiário com comentários comuns, observações particulares sobre detalhes que muitas vezes passam desapercebidos. Estou sempre à procura do tom perfeito. Com humor, mas também com sobriedade, por mais que às vezes possa parecer o contrário. Preciso chamar a sua atenção no meio da avalanche. Faço na raça, sem edição, no meio do meu dia atribulado. Para acontecer, preciso da sua ajuda, divulgando, compartilhando. Da sua inscrição no Canal do YouTube, marligonçalvesjornalista. Eu repasso a todas as minhas redes sociais para que alcance cada vez mais pessoas. É rápido, um minuto, não dá para falar muito, porque ninguém tem mais paciência para escutar coisas mais longas, parar para refletir.

Vem aí o Portal Luxúria. Claro que vou estar lá, no Portal, de alguma forma; ah, vou sim. Escrevendo com caneta de vinil.

kiss27CONVITE FEITO PELO AMIGO HEITOR WERNECK. CONVITE ACEITO. SÓ NÃO SEI BEM AINDA COMO, NEM O QUÊ.

MAS, AGUARDEM! MULHERES! HOMENS! MISTOS!

Fetiche é um substantivo masculino com origem no termo fétiche, do idioma francês e pode significar um objeto enfeitiçado ou um comportamento, parte do corpo ou objeto que desperta excitação sexual.

Podendo ser um sinônimo de feitiço, um fetiche pode estar relacionado com o misticismo, representando um amuleto ou um ídolo, com origem obscura e com poderes mágicos ou sobrenaturais. Algumas tribos africanas possuem certos objetos desse gênero, que são adorados pelo povo. No episódio bíblico em que Moisés subiu ao Monte Sinai para se encontrar com Deus, o povo juntou o ouro para criar a estátua de um bezerro, para depois adorá-lo. Neste caso, o bezerro de ouro pode ser classificado como um objeto de fetiche.( fonte: significados)betcircle

Lançamento do Portal Luxúria no evento fetichista mais conhecido de São Paulo

Antecedendo o Halloween com o tema Anjos e Demônios, a festa fetichista mais conhecida de São Paulo o “Projeto Luxúria” acontecerá dia 11 de outubro, só que desta vez retorna ao Constantine Club. Além da fantasia que condiz com a temática, o dress code utilizado pelos frequentadores é baseado em looks sadomasoquistas, militares, circenses, couro e látex.
HEITOR WERNECK

Heitor Werneck estilista e produtor de eventos, lançará nesta edição o “Portal Luxúria”, onde será abordado diversos temas da atualidade, música e arte, como: obras de colagens de Rodrigo Rivera, Pintoficação do artista Shoker, dicas de músicas com a DJ Luiza Cardoso e ensaio de moda fetichista dos fotógrafos Ivan Shupikov e Nina Skulluxo.
O Portal contará com a TV Luxúria, onde assuntos sobre sexologia será apresentado pela sexóloga e psicanalista Lelah Monteiro, leis e sexo pela advogada, empresária e travesti Márcia Rocha, gastronomia erótica pela chef de cozinha mascarada e entrevistas por Heitor Werneck e a garota de programa Lola Benvenutti.
Para saber mais sobre o Projeto Luxúria, acesse: www.projetoluxuria.com.br
SERVIÇO
Local: Constantine Club

Endereço: Av. dos Carinás, 110 – Moema
Horário: a partir das 23h45
Censura: 18 anos
Entrada:
– Com nome na lista (www.projetoluxuria.com.br/lista)
Dresscode (tema): R$ 20,00 ou R$ 50,00 (consumação).
Fetichista (látex/couro/vinil/fantasia): R$40,00 ou R$ 70,00 (consumação).
Nu: R$ 50,00 ou R$ 80,00 (consumação).
Roupa preta ou íntima: R$ 60,00 ou R$ 100,00 (consumação).
Casual (jeans/camiseta): R$ 200,00 ou R$ 250,00 (consumação).
– Sem nome na lista
Dresscode(tema) – R$ 40,00 ou R$ 70,00 (consumação).
Fetichista (látex/couro/vinil/fantasia) – R$60,00 ou R$ 90,00 (consumação).
Nu – R$ 70,00 ou R$ 100,00 (consumação).

Abril de 1980. Ele, Lula, tinha 34 anos, ia ao Gallery fumar e beber com os ricos. E deu entrevista para a …Xênia! (Lembram dela?)

Enfim, para combinar com o clima dado pela entrevista de Romeu Tuma Jr. ontem ao Roda Viva, lembrei-me de uma publicação que, garanto, raras pessoas têm ou lembram.

Eu guardei, linda e encadernada, a entrevista que Lula deu – publicada em abril de 1980 – para a então polêmica apresentadora de tevê, Xênia Bier. A revista era a ESPECIAL, da qual tive a honra de participar ao lado dos maiores feras do jornalismo, fotografia e artes gráficas do país. Era editado pela Atlântica, de José Pascowitch, irmão de Joyce Pascowitch, e que por acaso também era um dos donos da boate mais badalada  daqueles anos, o Gallery, em São Paulo.

Foi uma das mais modernas e maravilhosas revistas que já foram feitas. Tantos anos depois todos os temas continuam em vigor -e o que é pior, não resolvidos. Um dia falo mais sobre ela e fotografo outras matérias.

As fotos que trago do LULA são do grande Rômulo Fialdini. Eles fizeram uma quebra de braço e tanto.

Publico agora essa lembrança, porque fiquei muito chateada com a  ousadia ( ou, na dúvida, falta de senso) dos dois  jornalistas que insistiram – porque só assim “acreditariam”- que o Barba era sim muito bem relacionado com o poder – em pedir  que Tuminha dissesse o que é que ele teria informado. Qualquer coisa, uma vez, seria um acinte. Dizer bom dia par a aquela gente já era um acinte. Mas o Lula já mostrava a barba, o dedinho cortado, e uma vontade insopitável de chegar ao poder.

Quem viveu, viu.

Cara, quem viveu na época sabe que não era mesmo para qualquer um, como bem descreveu o Tuminha, andar “preso, fumando, com janela aberta e o braço de fora no carro da polícia“.

Vamos e venhamos.

Então, aqui, mostro umas fotos, da capa e internas e destaco uns trechinhos – na época me deram enjoo; hoje continuam me dando ao ver o quanto essa pessoa mudou e está fazendo desse país um inferno. Inclusive como co-presidente.

Divirtam-se! Feministas, igreja, Roberto Carlos foram apenas alguns dos assuntos comentados em dez páginas da edição. Tem um monte, mas esse é aperitivo.

A CAPA:

20140204_145315a FOTO INTERNA – PÁGINA DUPLA:

20140204_145415Mais uma, do então chamado – vejam só!- símbolo sexual

20140204_145426

E ALGUMAS DECLARAÇÕES DE DOER…

20140204_145523 20140204_145513 20140204_145654