Nota da AMB, dos magistrados, juízes. Contra a corrupção geral

juizjuiz andandoNota pública: Em meio ao processo de impeachment, magistrados afirmam que continuarão vigilantes no combate à corrupção

Com a aprovação pela Câmara dos Deputados do prosseguimento do processo de impeachment contra a presidente da República, Dilma Rousseff, a Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) alerta que os desdobramentos da decisão não podem impedir os processos de combate à corrupção no País e defende a continuidade das investigações da Operação Lava Jato.

Em tempos decisivos para o cenário político e econômico do Brasil, a independência e autonomia do Poder Judiciário devem ser garantidas, principalmente, no que diz a atuação do Supremo Tribunal Federal (STF) na condução dos processos dos réus com foro privilegiado. Os magistrados de todo o País permanecerão vigilantes para combater quaisquer tentativas de interferência e para que as investigações prossigam de forma transparente e com a devida celeridade.

João Ricardo Costa

Presidente da AMBgif_juge_1

♪♫♫♪Meditando e protestando e seguindo a nação…♪♫♪Olha que legal. Hoje, em Brasília!

ani4 2budda1cp rel8

Meditadores protestam em silêncio em frente ao Congresso Nacional

FONTE: Do UOL, em Brasília

  • Stéfane Rodrigues/Agência Câmara

    Protesto de meditadores no Congresso Nacional é iluminado por velasProtesto de meditadores no Congresso Nacional é iluminado por velas

Uma manifestação inusitada ocorreu nesta quarta-feira (24) no gramado em frente ao Congresso Nacional, em Brasília. Cerca de 40 manifestantes fizeram um protesto em silêncio, meditando, no chamado Medita Ação Revolucionária. Eles pedem mudanças na vida do país, mas de forma pacífica.

“É importante ter outras formas de se manifestar que não sejam na base do grito. A gente tem uma questão simbólica de vir aqui, buscar uma conversa mais pacífica, uma situação mais tranquila, diferente de tentar agredir apenas”, afirmou a jornalista Georgeana Calimeris, que participou do protesto silencioso.

Esta foi a segunda vez que o gramado do Congresso recebeu o Medita Ação Revolucionária — a outra havia sido no início do mês.

  • Agência CâmaraProtesto usa papel higiênico em frente ao Congresso Nacional

Uma das organizadoras do evento, a terapeuta Adriana Clementino, explicou que o objetivo não é silenciar as manifestações das ruas, mas ampliar o “campo de consciência” e a “vibração de paz”. Segundo ela, a ideia do grupo, que se organiza pela internet, é promover mais meditações, com participação aberta a todos os interessados.

Nesta quinta-feira, o gramado recebeu outro protesto: manifestantes usaram rolos de papel higiênico para formar a palavra “limpe”.

Em junho, o Congresso Nacional foi palco de várias manifestações. Na primeira de grande porte, em 17 de junho, manifestantes ocuparam a marquise do Congresso e só a desocuparam após cinco horas.

Nas semanas seguintes, a segurança do Congresso foi reforçada para evitar invasões, mas houve atos de violência e confrontos entre manifestantes e a Polícia Militar.

(Com Agência Câmara)