Tá tudo errado. Tudo torto, feito igual a fuça. Viu essa propaganda que o Ministério da Justiça pôs no ar e teve de tirar? Quem aprovou? Alguém aprovou. Quem foi?

Ministério da Justiça tira do ar publicidade acusada de machista

Para internautas, peça culpabiliza vítimas de assédio e abuso sexual.
Demais cartazes da campanha “Bebeu, Perdeu” continuam no ar.

 FONTE – Do G1, em São Paulo
Campanha foi veículada no Facebook (Foto: Reprodução/Twitter/JusticaGovbr)Peça da campanha “Bebeu, perdeu” foi veículada no Facebook (Foto: Reprodução/Twitter/JusticaGovbr)

O Ministério da Justiça tirou do ar nesta quinta-feira (5) uma peça publicitária da campanha “Bebeu, perdeu” veiculada no Facebook depois de receber duras críticas nas redes sociais.

Os usuários de redes sociais acusaram a campanha de machista e consideraram que a peça culpabiliza vítimas de assédio e abuso sexual e estimulava o bullying.

No cartaz, duas jovens segurando um celular riem de outra. A publicidade traz o texto: “Bebeu demais e esqueceu o que fez? Seus amigos vão te lembrar por muito tempo”.

No perfil do Facebook do Ministério da Justiça, a imagem recebeu cerca de 500 comentários em poucas horas, a maioria criticando a campanha. Após a repercussão, o post foi apagado e foi publicada uma retratação na página do Facebook:

“A campanha ‪#‎BebeuPerdeu‬ é muito mais do que isso. Nós nos equivocamos com a peça. Ela tem o objetivo de conscientizar jovens até 24 anos sobre os malefícios do álcool. Atuamos em políticas públicas em conjunto com a Secretaria de Políticas para a Mulher (SPM) contra a violência doméstica, o feminicídio e outras formas de violência contra a mulher. Pedimos desculpas pelo mal entendido e ao mesmo tempo contamos com a colaboração de todos na campanha”, postou o perfil do Ministério da Justiça na rede social.

A peça é parte da campanha do Ministério da Justiça de prevenção do abuso de álcool e procura alertar os jovens para os riscos do seu abuso. Os demais cartazes e vídeos da campanha não foram retirados do ar.

Esmalte detecta golpe “Boa Noite, Cinderela”. Meninas, moças, demais públicos em risco, atenção. AINDA NÃO TEM AQUI. PRECISAMOS PEDIR!

Novidade: esmalte detecta “Boa Noite Cinderela” em bebidas

 FONTE yahoo

Há alguns meses, jovens mulheres de São Paulo caíram no golpe do “Boa Noite Cinderela” em uma casa de shows da capital. Elas ficavam inconscientes e eram abusadas ali mesmo, no estabelecimento. O nome do lugar não pode ser citado porque quem falou sobre isso no Facebook, por exemplo, foi processado. O maior problema do caso é que os drinks saiam “batizados” do bar da própria casa noturna. Mas como uma mulher pode se proteger de algo assim – já que contar com a decência dos outros é difícil – se sua bebida é alterada por quem a serve?

Um grupo de estudantes de engenharia da Universidade da Carolina do Norte criou um esmalte que detecta a substância. Basta uma mexidinha com o dedo dentro do copo e pronto, você tem certeza se está segura ou não. É claro que não é culpa da mulher cair em um golpe desses, mas seria ótimo poder chamar a polícia bem na hora em que o problema acontece, não?

O esmalte é chamado de ‘Undercover Colors’ e, em sua composição, há componentes que em contato com Rohypnol, Xanax ou GHB (substâncias utilizadas para deixar pessoas inconscientes) mudam a cor do esmalte em apenas alguns segundos.