Agora é tarde, literalmente, Sr. Danilo Bolsonaro Gentilli. Convida o… Requião, o Lars Von Thiers…

Convidados se negam a participar do programa de Gentili; estreia é adiada

Colaboração José Carlos Nery ( COLUNA FLAVIO RICCO – UOL)

 Danilo Gentili é um dos repórteres do CQC (2011)
  • Danilo Gentili é um dos repórteres do “CQC” (2011)

A alta direção da Bandeirantes está começando a desconfiar que este não é o momento oportuno para o lançamento do novo talk show de Danilo Gentili. Pode demorar um pouco.

Os acontecimentos que envolveram mais recentemente o apresentador e participante do “CQC” na televisão, e fora dela, recomendam pensar em alguma coisa diferente. As dificuldades atuais, na verdade, são muitas.

As pessoas chamadas para as primeiras gravações do “Agora É Tarde”, por precauções óbvias e plenamente justificadas, têm apresentado variadas desculpas para não atender aos convites da produção. Por mais que se argumente e se apresentem garantias — inclusive através de e-mails — de que não haverá qualquer risco de armadilhas, pegadinhas ou situações constrangedoras, a maioria prefere não arriscar.

Por enquanto, ainda não há uma decisão oficial a respeito da estreia, mas é bom mesmo que se reflita melhor sobre ela. Junho parece que já foi descartado. Talvez julho. Ou, quem sabe, agosto.

“BULLYNG” NA TEVÊ. E O POVO RI. QUE GRAÇA TEM?

EU ADMITO QUE JÁ TENHO UMA CERTA PREVENÇÃO COM ESSES PROGRAMAS TIPO CQC E PÂNICO, QUE VÊM SEGUIDAMENTE EXTRAPOLANDO O BOM SENSO.

POIS BEM, O TAL RAFINHA CORTEZ, INVENÇÃO SEM EIRA NEM BEIRA, TOMOU UMA CUSPARADA NA CARA DO ATOR PAULINHO VILHENA QUE GENTE BOA, BOA, NÃO É. MAS QUE DEMONSTROU CLARAMENTE NÃO TER GOSTADO DA ” BRINCADEIRA” DO HUMORISTA QUE SE FAZ DE JORNALISTA E VICE-VERSA.

AGORA, ESSA AQUI. PELO MENOS TALEZ PENSEM DUAS VEZES ANTES DE FAZEREM BRINCADEIRAS SÃO SEM GRAÇA. TÃO, COMO ESTÁ NA MODA DIZER, BULLYNG

DA COLUNA DO CLAUDIO HUMBERTO

Programa Pânico na TV deve pagar R$ 100 mil por jogar baratas em mulher

O Superior Tribunal de Justiça determinou que o grupo TV Ômega (Rede TV!) pague R$ 100 mil em indenização a uma mulher, vítima de uma brincadeira feita pelo programa Pânico na TV. Um dos humoristas do programa jogou baratas vivas sobre uma mulher que passava na rua. Segundo a decisão da Quarta Turma do STJ, a suposta brincadeira foi um ato de ignorância e despreparo e  a indenização deve reparar não só os danos morais, mas também a veiculação de imagens sem autorização.

No processo, a vítima da agressão disse que a “brincadeira” foi além de um mero transtorno e se transformou em desgosto. Sob o impacto do terror repentino, ela alegou que não conseguiu trabalhar por determinado período

O QUE A GENTE FAZ COM UM DEPUTADO ORDINÁRIO COMO ESSE BOLSONARO???

Fora BOLSONARO!!!

Agora o depilado ( veja aqui ) e seu filhinho mau ( que é deputado no Rio) estão tentando justificar, criar o disse-não-disse.

Veja mais sobre o canalha aqui e aqui

( A NOTA ESTÁ EM ROSINHA PARA SACANEÁ-LO, MESMO)

do G1 – www.g1.com.br

Deputado associa na TV namoro com negras a ‘promiscuidade’

Ele respondeu à indagação sobre como reagiria se filho namorasse negra.
Nesta terça, Jair Bolsonaro (PP) disse que não entendeu a pergunta.

Do G1, em Brasília

Dep. Jair Bolsonaro (PP-RJ)  (Foto: Diógenis Santos/Agência Câmara)O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ).
(Foto: Diógenis Santos/Agência Câmara)

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) afirmou que não discutiria “promiscuidade” ao ser  questionado pela cantora Preta Gil, no programa “CQC”, da TV Bandeirantes, sobre como reagiria caso o filho namorasse uma mulher negra.

A pergunta, previamente gravada, foi apresentada ao deputado na noite desta segunda-feira (28), no quadro do programa intitulado “O povo quer saber”: “Se seu filho se apaixonasse por uma negra, o que você faria?”

Bolsonaro respondeu: “Preta, não vou discutir promiscuidade com quer que seja. Eu não corro esse risco, e meus filhos foram muito bem educados e não viveram em um ambiente como, lamentavelmente, é o teu.”

Após a exibição do programa, Preta Gil postou no Twitter que processaria o deputado. “Advogado acionado, sou uma mulher Negra, forte e irei até o fim contra esse Deputado, Racista, Homofobico, nojento”.

Procurado pela reportagem do G1, Bolsonaro disse por telefone nesta terça-feira (29) que não quis ofender a cantora Preta Gil, filha do ex-ministro e compositor Gilberto Gil. O deputado afirmou que não compreendeu a pergunta feita por ela e por isso respondeu daquela maneira.

“O que eu entendi, na pergunta, foi ‘o que você faria se seu filho tivesse relacionamento com um gay’. Por isso respondi daquela maneira”, disse Bolsonaro. “Não sou racista. Apesar de não aprovar o comportamento da Preta Gil, não responderia daquela maneira.” Apesar disso, o deputado disse que não vai telefonar para a cantora para explicar o mal-entendido.

A respeito de eventuais questionamentos na Câmara dos Deputados, ele afirmou que explicará o “equívoco” a qualquer parlamentar que queira questioná-lo.

Gays
Bolsonaro não retirou as demais respostas exibidas a perguntas formuladas no programa. O deputado disse que os filhos dele não são gays porque tiveram uma boa educação.

“Eles tiveram uma boa educação. Eu sou um pai presente, então não corro esse risco [de ter um filho gay]”.

Questionado no programa sobre como reagiria caso se o filho fosse usuário de drogas, Bolsonaro disse: “Daria uma porrada nele, pode ter certeza disso”.

O deputado disse ser contra as cotas raciais adotadas em várias universidades brasileiras. Bolsonaro afirmou ainda que os presidentes do período militar são seus “gurus” na política, e que, se dependesse dele, Dilma Rousseff  “jamais” seria presidente da República.

“O passado dela é de sequestros e roubos”, disse, referindo-se à participação de Dilma em organizações armadas que combateram a ditadura