Leiam essa nota do Lauro Jardim. O tom é para ser levado em conta. E a descrição do estado do governo é forte

Morte cerebralnamoro de urubus - fiéis

dilma

De um oposicionista que prefere o anonimato em fúnebres comparações entre governos e estados terminais:

– O governo está na seguinte condição: teve morte cerebral, mas o coração ainda está batendo. Nestes casos, o resultado já se sabe qual é. Falta apenas a data do sepultamento.

Por Lauro Jardim