#ADEHOJE – FEMINICÍDIOS E TENTATIVAS DE ASSASSINATOS TRIPLICAM

#ADEHOJE

FEMINICÍDIOS E TENTATIVAS DE ASSASSINATOS DE MULHERES TRIPLICAM EM TODO O PAÍS

 

SÓ UM MINUTOLIGUE 180. GRITE. DENUNCIE. PEÇA AJUDA. A situação está insustentável. Não é só impressão, não. Denúncias de assassinatos e tentativas de assassinatos de mulheres triplicaram em todo o país! Dados do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos mostram o que já pressentimos. De janeiro a outubro foram 3664 denúncias, um aumento de 272% com relação ao mesmo período do ano passado.

Só no Estado de São Paulo houve recorde no número de pedidos de medidas protetivas. 95050 pedidos atendidos. Grite. A Central 180 funciona 24 horas por dia, todos os dias, e tem ligações até com outros países.

Vamos tentar frear esse horror. Mulheres, não se calem. Mulheres, ajudem outras mulheres! Sofremos com todos os tipos de violência, contra nós, contra todos, contra os animais.

#ADEHOJE – O DISCURSO QUE DESVIOU O ASSUNTO

#ADEHOJE – O DISCURSO QUE DESVIOU O ASSUNTO

 

SÓ UM MINUTO – Enfim Jair Bolsonaro discursou ao mundo e, como mesmo se esperava, trocou as bolas e saiu atacando, inclusive a mídia, para ele, só sensacionalista. É como se aqui estivesse tudo bem, céu azul, sem queimadas, sem tanta ignorância que disparam em relação aos temas sociais e de direitos humanos. Puxa, um governo tão lindo que ninguém vê. Que vive de proteger a família, as crianças, a mata. Deus tá vendo! Ágatha, a menininha morta com um tiro pelas costas no Rio de Janeiro é exemplo – morto – dessa política em ação…

Ele voltou o canhão para Cuba, Venezuela, Maduro, lideranças indígenas que não a que ele cooptou, e que levou na manga uma cartinha sem sentido. Disse que o Cacique Raoni está sendo usado como massa de manobra. Para resumir, subiu, falou e desceu do palanque como o legítimo Jair Bolsonaro que é – e levando o país ao isolamento mundial.

#ADEHOJE – UM TERÇO DE BRUCUTUS NO PAÍS

#ADEHOJE – UM TERÇO DE BRUCUTUS NO PAÍS

 

Só um minuto – Depois de dias de um ataque de declarações estapafúrdias do homem que nos desgoverna, vamos começando outra semana, agora com a volta dos trabalhos nos Parlamentos e no Judiciário e nas escolas… Eles param, nós continuamos sempre. Matérias hoje mostram o óbvio, 1/3 dos brasileiros pensa igual ao presidente, dessa forma tosca, em relação ao meio ambiente, direitos humanos, tudo o que nos é tão caro. Esse um terço será sempre o que ele guardará sob a asa que esperamos não se espalhe. Ao contrário, diminua a cada dia, o que de alguma forma já estamos vendo, porque bom senso não faz mal e precisamos que o país seja melhor.

O SÉRIO DESMATAMENTO QUE PRETENDEM ENCOBRIR TRAZ NOVOS CAPÍTULOS. Agora querem por um militar no Inpe e mudar a forma de monitoramento.

Trump, depois de dois ataques em apenas um fim de semana, com dezenas de mortos e feridos, reage. Promete pena de morte! Como se quem atira estivesse preocupado com isso.

ARTIGO – Padecer no Paraíso. Por Marli Gonçalves

 

O que isso quer dizer exatamente, se é bom ou ruim demais, só o sabem as cinco letras que choram, e provavelmente de raiva quando elas pensam em dar boas chineladas, com vontade de falar umas verdades

Lá vêm, aliás já estão em todos os locais e em todas as formas com os apelos de compre aqui, dê isso, ela vai adorar aquilo, ofertas que nada têm de ofertas. Referências à bondade, beleza, candura, entrega, amor incondicional, quanta alegria e felicidade! Só padece quem não tem? Só padece quem já perdeu a sua? É para quem não quis ser mãe cortar os pulsos?

Ano após ano, essas datas estabelecidas para render homenagens e que viraram grandes momentos comerciais servem muito para a gente ter ideia de como anda a nossa sociedade. Algumas dessas datas avançam pouco, ano a ano tão iguais, tão integradas e indiscutíveis que é o caso de alertar para que paremos um pouco para pensar que raio de paraíso é esse, além da adocicada palavra.

As mães estão felizes? Cada vez que ouço, por exemplo, a quantas desanda a educação no país, ou  mesmo fico sabendo quanto está custando a mensalidade de uma escola privada, de uma universidade, ou mesmo o preço de um livro, eu, que não tenho filhos, me solidarizo com as mães do mundo real. Sempre acho que aí tem o mundo real, verdadeiro, dia a dia brabo e complexo, inseguro; e o outro, da fantasia, da propaganda enganosa, das crianças embonecadas, das celebridades que tornam seus partos e filhos bem tratados em filtros de luz nas fotos e patrocínios, e que ninguém mais nem fala que é para a poupança, pro futurinho.

O que todos eles vão ser quando crescerem? Nada saberão sobre o pensamento, sobre a filosofia, a história, o pensamento? Saberão fazer as contas, ler e entender sobre o que tanto falamos? Voarão em foguetes? Passearão por outros planetas? Descobrirão curas para doenças hoje letais? Saberão a importância da liberdade? Terão aprendido a respeitar as mulheres, a igualdade? Ou terão sido engolidos pelos dispositivos digitais com os quais convivem desde tão cedo? Terão de passar pelo que estamos passando? Conseguirão usar a roupa que estamos usando?

As coisas em volta vêm mudando com extraordinária rapidez. Mas o ser humano ainda é frágil e ao mesmo tempo insano. Em um país que não respeita o mínimo da dignidade e de suas próprias leis, os fundamentais direitos sociais e reprodutivos que deveriam dar condições de decisão às mulheres sobre o que querem mesmo e, se querem, se terão condições de ter e criar seus filhos é cruel mostrar a elas só o lado paraíso – é clamar pelo seu padecimento.

Não para de crescer o número de adolescentes grávidas principalmente nas classes mais baixas e que talvez vejam nisso apenas a beleza de poder afinal ter uma boneca, de carne e osso, e ainda a possibilidade de criar uma família, saindo da sua, desistindo da sua. Como falar em controle da natalidade no país do Bolsa Família, que renega a educação sexual, que fecha os olhos para a realidade do monumental número de abortos ainda clandestinos, que não oferece qualquer salvaguarda a essas pessoas invisíveis? Que não sente os nove meses, nem enxerga o inferno da depressão pós-parto?

Como as mães lidarão com a visível revolução de costumes, de gêneros, as novas e variadas formas de amor? Dizem que seus corações aceitam tudo, perdoam tudo, que defendem seus filhos como as leoas, mas lembro que estas contam com o apoio de outras leoas, e ainda não é muito clara a solidariedade entre as mulheres.

Dia das Mães deveria ser momento de ampla reflexão sobre a condição da mulher, mas não se vê nessa época serem feitas pesquisas sobre o que realmente acontece, como se sentem, suas angústias, a visão do mundo que vislumbram. Esse seria o grande presente: uma radiografia do que é ser mãe hoje no Brasil, no Sudeste, Sul, Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Perceber que a Mamma África vive entre nós.

——————————gravida anda

Marli Gonçalves – jornalista

marligo@uol.com.br / marli@brickmann.com.br

Maio de 2019

————————————————————————-

ME ENCONTRE (se republicar, por favor, se possível, mantenha esses links):

https://www.youtube.com/c/MarliGon%C3%A7alvesjornalista

(marligoncalvesjornalista – o ç deixa o link assim)

https://www.facebook.com/BlogMarliGoncalves/

https://www.instagram.com/marligo/

#ADEHOJE, #ADODIA – DIREITOS HUMANOS: O GRANDE MOTE E PREOCUPAÇÃO EM 2019

#ADEHOJE, #ADODIA – DIREITOS HUMANOS: O GRANDE MOTE E PREOCUPAÇÃO EM 2019

MULHERES: ABUSOS DE JOÃO DE DEUS, MORTES VIOLENTAS, DESRESPEITO… A gente tem de cuidar de tanta coisa nessa sociedade que vivemos! Homofobia, misoginia, preconceito racial, social, abusos de toda sorte. A preocupação com os Direitos Humanos será um grande mote em 2019. Terminamos mal o ano, com mulheres mortas a machadadas, atiradas de sacadas, perseguidas, aprisionadas, vivendo e convivendo com o medo. Por outro lado, um novo governo que arrepia quando comenta esses fatos, que demonstra pouco apreço às conquistas nessa área e que, ao que parece, será combatido com muita força nesse campo, por quem é do bem. Para quem lê as mensagens deles: presta atenção em cada palavra. São ameaçadoras à liberdade individual. Para eles, família é só o que conseguem tradicionalmente ver.

_______________________

#ADEHOJE, #ADODIA – A PASTORA DAMARES E O MINISTÉRIO DOS “ENJEITADOS”

#ADEHOJE, #ADODIA – A PASTORA DAMARES E O MINISTÉRIO DOS “ENJEITADOS”

A PASTORA DAMARES ALVES, DA IGREJA DO EVANGELHO QUADRANGULAR, INDICADA PARA MINISTRA DA PASTA DOS “ENJEITADOS”, DAS MINORIAS, DAS “OVELHAS DESGARRADAS”. A GENTE QUER SER OTIMISTA, MAS FICA DIFÍCIL COM ALGUMAS DECISÕES. AGORA O NOVO GOVERNO DO PRESIDENTE ELEITO JAIR BOLSONARO FAZ UMA GELEIA, UM BOLOLÔ GERAL, JOGA TUDO QUE ELE – OU NÃO GOSTA MUITO OU DESCONFIA – PARA UM CANTINHO, PARA DEBAIXO DO TAPETE DA RELIGIÃO. E CRIA O TAL MINISTÉRIO DA MULHER, FAMÍLIA E DIREITOS HUMANOS. PERAÍ, QUE NÃO ACABOU! BOTOU A FUNAI – FUNDAÇÃO NACIONAL DO ÍNDIO, RESPONSÁVEL PELAS POLÍTICAS INDIGENISTAS – NO MESMO FORROBODÓ. NÃO SEI NEM COMO NÃO BOTARAM TAMBÉM OS NEGROS. A NOVA MINISTRA A PARTIR DE 1º DE JANEIRO JÁ FALOU A QUE VEIO: CONTRA O ABORTO, NÃO CONSIDERA A QUESTÃO COMO SAÚDE PÚBLICA; DECLAROU QUE “ÍNDIO É GENTE” (!!!), QUE ENTENDE DELES PORQUE ADOTOU UMA CRIANÇA INDÍGENA, ENTRE OUTRAS DECLARAÇÕES DE DEIXAR O CABELO BEM EM PÉ. QUEM JÁ A ACOMPANHA, JÁ OUVIU SEUS DISCURSOS EM PALESTRAS E PÚLPITOS DEVE ESTAR COMO EU: SOBRESSALTADO E EM ESTADO DE ATENÇÃO. ISSO PORQUE AINDA A GENTE ESTÁ VENDO O QUE PENSA SOBRE OS LGBTS.

 

#ADEHOJE, #ADODIA – VERMELHO LIVRE. A COR! SÓ ELA.

#ADEHOJE, #ADODIA – VERMELHO LIVRE. A COR! SÓ ELA.

EPAHEI, YANSÃ! QUE HOJE EM SEU DIA CREIO QUE A GENTE POSSA USAR VERMELHO SEM SER XINGADO, CHAMADO DE COMUNISTA, ETC… HOJE É DIA DA RAINHA DOS RAIOS, TROVÕES, FOGO. ENERGIA QUE PRECISAMOS PARA AGUENTAR OUVIR FALAR QUE AINDA NÃO SABEM SE VAI TER PASTA DE DIREITOS HUMANOS NO NOVO GOVERNO; QUE A FUNAI VAI PARA O MINISTÉRIO DA AGRICULTURA? O QUE ÍNDIO TEM A VER COM AGRICULTURA? VIROU PLANTA? OS 15 PROMETIDOS MINISTÉRIOS, ENXUGAMENTOS, JÁ VIRARAM 22, E ENTRE BOAS ESCOLHAS QUE ADMITO, ESTÁ HAVENDO OUTRAS QUE PELO AMOR DE DEUS! PASTORA EVANGÉLICA PARA CUIDAR DAS QUESTÕES FEMININAS? HOJE TAMBÉM TEM O SÉTIMO JULGAMENTO DE PEDIDO DA DEFESA DE LULA PARA LIBERTAR O EX-PRESIDENTE. CREIO QUE MAIS UMA VEZ NÃO VAI DAR EM NADA, ATÉ PORQUE O ARGUMENTO BATE NO FATO DE QUE O EX-JUIZ SERGIO MORO QUE O CONDENOU AGORA IRÁ PARA O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA. ENQUANTO ISSO, A COR VERMELHA – INCLUSIVE AGORA MUITO VIGENTE NESSA ÉPOCA DE NATAL – AH, ESSA PODE SER LIVRE, NÃO?