#ADEHOJE – A CONTA DE DIVIDIR DE BOLSONARO

#ADEHOJE – A CONTA DE DIVIDIR DE BOLSONARO

SÓ UM MINUTO – Impressionante, Bolsonaro é especialista em dividir e manter as divisões dentro e fora do país. Depois de seu discurso, seus ativistas partiram para cima com unhas e dentes para defender o indefensável. Não têm noção de política, de geopolítica, de meio ambiente, de nada – são agressivos e parecem que só vivem de soluções de outrora: LULA, DILMA, PT…como se existíssemos nós, os que não querem nenhum desses dois lados e que graças a Deus ainda somos maioria.

No Rio de Janeiro e no Ceará o horror nas ruas, o ambiente de guerra. Mas nós teremos rock`n roll

#ADEHOJE – MAFIOSOS, BOLSONARO, FRIO…E PERDAS

#ADEHOJE – MAFIOSOS, BOLSONARO, FRIO…E PERDAS

 

SÓ UM MINUTO – Meu João Gilberto foi embora. Muita tristeza.

Foram presos no litoral paulista dois mafiosos italianos, pai e filho. Coisa grande, eram responsáveis, dizem, por 40 % do tráfico internacional de drogas, e aliados ao PCC também chamado eufemisticamente pela imprensa de organização criminosa com ramificações em presídios e em outros s países. Taí, PCC na Itália. Organização chama-se Ndrangheta

Saiu pesquisa Datafolha sobre o Governo Bolsonaro – 6 meses desse governo de desgovernos: 33% acham ótimo/bom; 31% regular; 33% ruim ou péssimo. De ponto em ponto vamos vendo a coisa cada vez mais dividida, comparável só ao Governo Collor que bem sabem o que deu.

A reforma anda um pouquinho. O frio congela no Sul e Sudeste.

E a gente perdeu o poeta da cidade, Paulo Bomfim, o jornalista Salomão Schwartzman, a técnica de som Tunica, e o mágico maquiador Duda Molinos… Xô, que fim de semana!

#ADEHOJE – TODO DIA, NOSSOS SUSTOS. E A DIVISÃO SE ACENTUA.

#ADEHOJE – TODO DIA, NOSSOS SUSTOS. E A DIVISÃO SE ACENTUA.

 

SÓ UM MINUTO – Quando comecei esse programa há sete meses, logo após o resultado das eleições, mal ou bem, pela experiência, já sabia que todos os dias teríamos muitas coisas para comentar. Primeiro pensei em fazer com humor, mas com o tempo, infelizmente, as coisas foram se deteriorando tanto que até o humor fica prejudicado. Resta a ironia. São cinco meses de um governo confuso como biruta de aeroporto; que propõe retrocessos inaceitáveis e que cria casos em sequência.

Mas garanto que, por mais que soubesse que teríamos problemas, nunca poderia imaginar que seriam tantos! Ministros da Educação como esses dois, o de agora é mais perigoso que o colombiano! – a troca de cargos feitas à faca, relações externas feitas a navalha, ministra da Mulher que não vê os fatos, o da Justiça engolindo sapos seguidamente. O do Meio Ambiente mais um sem noção. E um presidente que, junto com os filhos e uma turma, parecem apenas querer uma divisão ainda maior do que a que vivemos tão apreensivos.

Presidiários instalam grades em Brasília. Do Migalhas

Atrás das grades

Na capital da República foram instaladas grades no meio da Esplanada, separando as alas sul (para os CG – contra o golpe) e norte (para os FI – a favor do impeachment), de modo a evitar brigas e confronto entre os manifestantes. As barreiras, sugestivamente, foram instaladas por presidiários.

Veja as imagens.


Manifestantes a favor e contra o impeachment montaram acampamento neste domingo, 10, em áreas próximas à Esplanada dos Ministérios.

jail 4

Um pouco sobre a choradeira carioca sobre royalties dos ovos do petróleo que ainda estão, digamos, para nascer…

NOTAS PUBLICADAS HOJE – COLUNA CLAUDIO HUMBERTO

Royalties não diminuem a pobreza de Campos

A gritaria do governo do Rio pelos royalties perde força diante de um dado incontestável: o mau uso dos recursos. Campos dos Goytacazes, no litoral Norte, é a cidade que mais recebe royalties no País e continua em estado crítico. Apenas de royalties e participação especial, recebe mais de R$ 1 bilhão por ano, e seu Índice de Desenvolvimento Humano é 0,752, que a coloca em 55º lugar entre os 92 municípios do estadoMiséria

Moradores de periferia em Campos paupérrimos não têm esgoto nem calçamento. Mas a praça principal tem banco de mármore de Carrara.

 Na conta

Em 2011, Campos já recebeu até outubro R$ 458 milhões de royalties e R$ 489,9 milhões de participação especial nos depósitos trimestrais.

 Ao lado

Nova Meca do petróleo, Macaé (IDH 0,790 – 15ª no estado) não fica aquém de Campos. E já ganhou este ano R$ 335 milhões em royalties.