#ADEHOJE – SAÍDAS, RENÚNCIAS, CHAMADOS, AMEAÇAS

#ADEHOJE – SAÍDAS, RENÚNCIAS, CHAMADOS, AMEAÇAS

 

SÓ UM MINUTO – O último final de semana de maio começa com frio no tempo e calor nos acontecimentos.

A imprevisível manifestação de domingo, que junta alhos e bugalhos sem direção.

A repercussão da renúncia da primeira ministra britânica Thereza May e o que acontecerá com o Brexit, a discussão da saída do Reino Unido da Comunidade Europeia. Renúncia aqui, ali, e até o Paulo Guedes diz que renuncia se não conseguir aprovar a reforma da Previdência em seus termos

O caso da mãe, aqui em São Paulo, que atirou a filha de três anos pela janela e horas depois se atirou também, depois de tentar atear fogo no apartamento – mais um termômetro da confusão mental e problemas que atingem a população.

A liberação dos militares que fuzilaram o carro de uma família e que matou duas pessoas; as discussões sobre o avanço da liberação dos agrotóxicos, o avanço que tentam em cima de áreas ambientais protegidas, todas as mordidas que tentam todos os dias.

 

Imagem relacionada

#ADEHOJE – OLAVO MATRACA PRA CIMA DOS MILITARES.

#ADEHOJE – OLAVO MATRACA PRA CIMA DOS MILITARES.

 

SÓ UM MINUTO – E o tempo pode fechar. Aliás, o tempo ainda não abriu nesse governo Bolsonaro que todo dia nos traz lamentáveis surpresas. Olavo de Carvalho, o guru sabe-se lá do quê, mais Os Filhos do Capitão, 01,02,03, se não forem freados a tempo ainda vão piorar mais ainda a situação. Chamo a atenção de todos para os terríveis cortes de verbas que estão ocorrendo, paralisação de projetos importantes, enquanto o Capitão brinca de ser presidente. Estão em risco especialmente o cinema nacional e a produção de seriados, além de tudo o que dependia da Petrobras.

O mundo real não é de caminhõeszinhos, mas de caminhoneiros que estão tocando o terror com a ameaça de greve e divisão das lideranças. Aponte uma área que está andando em linha reta. Umazinha. Não tem. A reforma da Previdência tenta cavar espaço, perdendo alguns dos pontos iniciais