#ADEHOJE – BOLSONARO, NOIVO DE ISRAEL. E OS CIÚMES DE ANA ESTELA

#ADEHOJE – BOLSONARO, NOIVO DE ISRAEL. E OS CIÚMES DE ANA ESTELA

SÓ UM MINUTO – O repertório de Jair Bolsonaro é tão restrito que qualquer coisa que ele diz usa o mesmo tipo de exemplo. Desde a posse, já casou, noivou, brigou, namorou – para ele a política é igual a um casal, bem doméstico. Lembra, já falou isso de vários fatos, inclusive agora há pouco do Rodrigo Maia? Então, vamos lá: cadê o anel? O que vamos mesmo ganhar, qual será mesmo o dote, desse casório, que na verdade, na hora do altar, vai ter outro monte de países se opondo e retirando seus investimentos? Senhor juiz! Pare agora!

Mais uma, como gosto de fazer vocês darem uma boa risada: estão insinuando que a mulher de Fernando Haddad, Ana Estela, será candidata à Prefeitura, ano que vem. Ela, aquela que fez de um tudo para atrapalhar com seus ciúmes bobocas a Manuela D´Ávila, que foi vice de Haddad para a Presidência. Vivia no meio dos dois, literalmente.

Sobre esse mané prefeito querer abrir as vilas residenciais e ruas sem saída: mais um erro haddadiano. Veja opinião de advogado especializado

91-city2_4Fechamento de vilas em São Paulo é constitucional

CITY, CRAZY CITY

Por Marcelo Dias Freitas Oliveira
O Brasil é um país onde discussões extremamente técnicas no âmbito jurídico e legislativo afetam diretamente a vida quotidiana dos seus cidadãos. Esse é o caso do embate sobre o fechamento de vias públicas, ruas sem saída, as chamadas Vilas.
No fim de 2014, o Tribunal de Justiça de São Paulo declarou a inconstitucionalidade da Lei municipal 15.002/09, que consolidava antigas normas e autorizava o fechamento das Vilas. Neste julgamento também foram incluídas as antigas leis sobre o assunto (10.898/90; 12.138/96; 13.209/01 e 14.113/05), assim como o Decreto que regulamentou a norma mais atual (Lei 51.541/10).
No caso, o Procurador Geral de Justiça de São Paulo ajuizou Ação Direta de Inconstitucionalidade em face do Presidente da Câmara Municipal de São Paulo e do Prefeito da Cidade terem argumentado que a Câmara teria usurpado a competência para propor a Lei, pois versava sobre matéria de exclusiva iniciativa do Prefeito.
O Órgão Especial do Tribunal acolheu a argumentação e declarou inconstitucional a Lei que autorizava a criação das Vilas, ou fechamento de vias públicas, tais como as “ruas sem saída” que se encaixassem na legislação.
Entretanto, foi além o Tribunal, pois declarou, também, a inconstitucionalidade das Leis antigas, o que fez cair em um vácuo legal todas as Vilas que já estavam estabelecidas há anos, até mesmo décadas, em primeira análise.
Em vista dessa decisão, a Prefeitura iniciou ato para abertura de todas as vilas já existentes, assim como indeferir todos os pedidos feitos após a publicação da decisão citada. Enquanto isso, propôs, por meio do Prefeito, nova Lei, que foi aprovada na primeira votação na Câmara no dia 06 de outubro (PL 453/15).
Contudo, está errada a decisão de abertura das vilas, as quais foram autorizadas na constância das leis que foram declaradas inconstitucionais.
Validamente, o Órgão Especial do Tribunal de São Paulo, ao fazer a declaração de que as leis eram inconstitucionais, também limitou os efeitos dessa decisão, a fim de proteger diversos princípios constitucionais, assim como faz o Supremo Tribunal Federal ao julgar causas de grande impacto na sociedade.
Portanto, observa-se que a decisão não atinge as vilas já estabelecidas, sob pena de se desrespeitar a própria decisão de inconstitucionalidade. Assim os cidadãos e associações que já tinham vilas formadas podem requerer ao Judiciário que assim continuem até que outra Lei entre em vigor.
Marcelo Dias Freitas Oliveira é advogado do escritório Bertolucci & Ramos Gonçalves Advogados.

city

DENÚNCIA DE (MAIS UM) CRIME ELEITORAL EM SP. VEJAM.Chega de sermos tratados como idiotas. Levantem-se!

JÁ VIRAM FAZER FESTA DE INAUGURAÇÃO PARA LANÇAMENTO DE EDITAL?

POIS É. AQUI EM SÃO PAULO O ZÉ BONITINHO ESTÁ FAZENDO.  Inauguração de edital para hospital!

Se isso não é crime eleitoral, o que é, além das ciclovias pintadas a torto e direito querendo parecer o prefeito moderno e bonzinho?

Chega! Onde está a Justiça Eleitoral? Ajudem a denunciar isso.  Quer dizer, mais isso!

Conto com todos. TODOS CONTAMOS.

image001(1)

Retrato da Prefeitura do poste. Leia essa placa se for capaz. Feliz Aniversário, Parque Ibirapuera?

 Em frente a um bem público, o Ginásio do Ibirapuera, e ao lado do aniversariante de hoje, Parque  Ibirapuera

 

Parabéns?

20140821_112123

Esse Haddad é o UÓ desenhado na areia. Pintor de faixas.#spvirandolixo

FONTE: COLUNA CLAUDIO HUMBERTO – DIÁRIO DO PODER

getoutLivrando-se do sofá

O prefeito paulistano Fernando Haddad (PT) vai mudar toda área de comunicação, como se fosse culpa dos profissionais sua má avaliação.

Nota deliciosa do amig James Akel. Fernando Haddad, o Rei da Barra. Ops, dos barrados. Eu diria mais: dos barrentos. Ô coisinha nada.

HADDAD É O REI DA BARRA

Ao que tudo consta Haddad é o Rei da Barra.

O TCM, Tribunal de Contas de Município, já barrou 6 bilhões em licitação do prefeito.

A última foi a licitação de 848 câmeras pra controlar trânsito.

A grande licitação foi a de corredor de ônibus que valia 4 bi e 800 mi.

animated-gif-animals-crying-emperors-new-groove-disney-1360315833FONTE: COLUNA JAMES AKEL