Quer ler sobre uma cosia estranha, mais uma, das que ocorrem nesse país? “Assaltaram” o doleiro preso…

Operação Miquéias
Suposto assalto faz a “limpa” na casa de doleiro preso em Brasília

demenageur012Casa de doleiro Fayed foi assaltada um dia após sua prisão. Levaram tudo.

demenageur002

casa doleiro

Supostos ladrões levaram tudo da casa do doleiro

Misteriosos ladrões fizeram uma “limpa” na casa do doleiro Fayed Traboulsi, em Brasília, sexta (20), dia seguinte à sua prisão na operação Miquéias, da Polícia Federal. Segundo vizinhos, ao menos oito carros suspeitos circularam na rua, enquanto a casa do doleiro era roubada. Tão estranho quanto o assalto foi o fato – confirmado pela Polícia Civil do DF – de que a família do doleiro não registrou queixa.

Subtraíram da casa de Fayed muitos volumes em sacos, todas as TVs, e computadores que escaparam da busca e apreensão da PF.

Para Antonio Carlos de Almeida Castro, advogado de Fayed, a polícia deveria investigar o roubo, mesmo sem o registro de ocorrência.

A Operação Miquéias desmantelou um esquema que, segundo a PF, surrupiou dos cofres públicos mais de R$ 300 milhões.

Além de prender Fayed Traboulsi, a PF recolheu vários carrões dele, como uma Ferrari, e uma lancha avaliada em R$ 5 milhõesWanted

É verdade: o grande assaltante Biggs denuncia ter sido roubado em asilo! E em Londres!

Ronald Biggs diz ter sido roubado em asilo em Londres

Biggs alegou que R$ 270 sumiram de seu quarto na casa de repouso onde vive.

Da BBC

Ronald Biggs. (Foto: BBC/Arquivo)

Ronald Biggs, um dos assaltantes do trem pagador inglês, diz ter sido roubado no asilo onde vive no norte de Londres. Biggs reclamou do sumiço de cerca de 100 libras (R$ 270) de um esconderijo em seu quarto.

Os funcionários da Casa de Repouso Carlton contactaram a polícia metropolitana que, segundo um porta-voz, vai investigar as suspeitas de roubo antes de registrar uma queixa formal.

O criminoso, de 81 anos, foi liberado da prisão por razões médicas em 2009 e vive no asilo desde então.

Michael, filho de Biggs, disse não ter sido informado sobre o incidente. Ele também disse que não sabia que o pai guardava dinheiro em seu quarto.

Ele afirmou que Ronald Biggs ‘se mantém firme’, mas que está ‘muito doente’ e pode morrer ‘a qualquer momento’.

Michael Biggs disse ainda que o pai só consegue se comunicar escrevendo em uma lousa.

Ronald Biggs era membro de uma gangue que roubou 2,6 milhões de libras de um trem pagador inglês em 1963.

Ele foi condenado a 30 anos de prisão, mas fugiu após 15 meses.

Biggs ficou foragido por mais de 30 anos e morou na Espanha, na Austrália e no Brasil. Em 2001, ele retornou voluntariamente ao Reino Unido.

DO G1 – http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/12/ladrao-de-trens-ronald-biggs-diz-ter-sido-roubado-em-asilo.html