Meu amigo James Akel não tem papas na língua. Veja o que acha do livro do Boni.

LIVRO DO BONI E O LIXO

   O crítico Maurício Stycer escreveu que, quando Boni foi entrevistado no Jô, ele nada falou sobre a briga com Jô em 1986, quando Jô foi ao SBT e os dois tiveram uma briga feia na sala de Boni.
O jornalista Flávio Ricco conta que o livro de Boni não conta a história da saída de Silvio Santos da Globo, em 1973, que foi um dos maiores ibopes da história da Globo.
O livro do Boni também não conta a saída de Walter Clark da Globo e a briga que Walter teve com um general em Brasília.
Ou seja, o livro do Boni é uma coleção de autoelogios.
Se, com mais de 70 anos, Boni não aprendeu a contar seus lados negativos do passado, então o livro do Boni, na verdade, serve pra lata de lixo.

http://jamesakel.zip.net/