Sarney ouviu a matraca da Ideli. E ficou bravo. Veja essa série de notas do Cláudio Humberto.

Gozação de Ideli
afugenta Sarney
do Planalto

 Dilma não tem só a briga do PT com partidos da base para administrar. Seu principal aliado no Congresso, senador José Sarney, há semanas interrompeu o entendimento com o governo, em represália à piadinha que ouviu sobre ele mesmo. Sem perceber sua presença, a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) pilheriou, gritando uma conversa que havia sido particular: “Sarney quer indicar de novo os diretores da Valec [estatal de ferrovias], assim não dá!” E gargalhou sozinha.

Saia justa

 Ao perceber que o senador José Sarney ouvira sua gozação, a ministra Ideli Salvatti ficou sem graça e tentou se desculpar. Em vão.

Esperando sentado

 Sarney vai a eventos no Planalto, sorri para Dilma, fecha a cara para Ideli, mas não dá papo a elas. Ainda espera um pedido de desculpas.