ARTIGO – Elogio da Loucura. Por Marli Gonçalves

 A Deusa Loucura está entre nós, confortável e ironicamente instalada em todo o mundo, mas muito mais próxima de nós, rindo satisfeita de suas artes que obrigaram a quem fez muxoxo ficar bem esperto, que fizeram tremer as bolsas, as carteiras, as mochilas. Artes que, inclusive, nos mostram todos os dias o perigo da ignorância que ainda grassa

Resultado de imagem para crazyness

O bom humor nacional, o jeitinho brasileiro, essa ginga toda, não tem limites, e às vezes penso que, se de um lado é bom, suaviza um pouco as coisas, de outro é também o que nos mantêm inertes quando tratamos de situações que requerem ações, responsabilidade, sabedoria e conhecimento.

Essa semana de tremores e terremotos, de angústia e preocupação valerá por muito tempo como reflexão dos caminhos e do comportamento nacional. Deve ser assinalada nos calendários da história, vista e revista como a dos dias que despertaram toda a sorte de incertezas, chamaram o medo para dentro das casas, onde tememos ficar isolados. E não sabemos se será assim, ou melhor, ou ainda pior, na semana seguinte, nos dias seguintes, ou, ainda, nos meses seguintes. Nem como será a sequela que deixará, além da cicatriz que for se fechando.

Os dias que não poderemos beijar, abraçar, dar as mãos, tocar, sem temor. Quando o tremor e o temor se juntam como em um anagrama do I-Ching. E o baile de máscaras não tem beleza, nem sedução, nem fantasia como ousou dizer o homem que nos governa, obrigado rapidamente a tirar a sua própria máscara da ignorância, e que agora deveria arrancar também de todos os que cegamente querem impor as suas tolas palavras e sua inversão de valores a toda a sociedade. Sentiu em sua própria nuca o bafo da realidade. Seu rosto foi obrigado a se desvendar, de forma a se desobrigar de responsabilidade com o ato que convocou, como um tapa na cara de todos os democratas.

Um grupo sem qualquer empatia, agressivo, autoritário, descontrolado dirige a nação em momento tão delicado; que já o era, mas agora soma à sua crise social, econômica, política e de poder  – de repente, estonteante, rapidamente – fatores inesperados como crise na área de petróleo, queda das bolsas, aumento sideral do dólar, e um novo vírus se espalhando, somando-se ao sarampo que voltou com mala e cuia, à dengue e à miséria. Como vai ser propor, se necessário, o isolamento do nosso povo?

Vem da iniciativa privada as decisões mais apropriadas e, agora sim, a palavra cancelar perdeu seu sentido frufru e passou a existir, canceladas atividades, reuniões, eventos, shows, partidas, etc., pelo menos até o fim deste mês. Alguém tinha de levar a sério esse assunto, sem meter os pés pelas mãos a não ser como o cumprimento inventado lá no Oriente de bater as pontas dos pés numa dança que logo ganhará nome e ritmos.

A insanidade do centro do poder nacional está tomando proporções que já não cabem mais apenas em comentários políticos feitos por jornalistas, sempre recebidos por xingamentos e bananas. Não cabem mais nos recados mal escritos que nos mandam através de redes sociais robotizadas para evitar que sejam questionados em suas informações e visões dantescas do mundo. Eles, salvo exceções – e nessas horas terríveis nossa visão fica mais aguçada – mostram-se de tal forma inadequados, inapropriados e desproporcionais que havemos de temer o desfecho local dessa terrível temporada.

Se a Deusa Loucura nasce rindo no secular ensaio de Erasmo de Roterdã que com fina ironia expõe a situação que visualizava, não desejaremos nós que a tristeza seja o fim, quando se teima em insistir no que nesse caso não é nada bom do ditado citado na obra, e que assistimos no poder atual: “Não tens quem te elogie? Elogia-te a ti mesmo”.

Um perigo.

___________________________________________________________________

MARLI GONÇALVES – Jornalista, consultora de comunicação, editora do Chumbo Gordo, autora de Feminismo no Cotidiano – Bom para mulheres. E para homens também, pela Editora Contexto. À venda nas livrarias e online, pela Editora e pela Amazon.

marligo@uol.com.br / marli@brickmann.com.br

_________________________________________________________

ME ENCONTRE, ME SIGA, JUNTOS SOMOS MAIS
 (se republicar, por favor, se possível, mantenha esses links):
YouTube: https://www.youtube.com/c/MarliGon%C3%A7alvesjornalista
(marligoncalvesjornalista – o ç deixa o link assim)
Instagram: https://www.instagram.com/marligo/
Blog Marli Gonçalves: www.marligo.wordpress.com
Chumbo Gordo (site): www.chumbogordo.com.br
No Facebook: https://www.facebook.com/marli.goncalves
No Twitter: https://twitter.com/MarliGo

ARTIGO – Perplexa. Por Marli Gonçalves

Pasma, boquiaberta, aturdida, abalada, abismada, espantada. Revoltada. Perplexa. Só não digo que estou surpresa, porque era bastante previsível que teríamos problemas e embora os fatos que temos presenciado sejam difíceis de aceitar que ocorram nas nossas fuças e saiam completamente até do roteiro que imaginamos em nossos piores pesadelos.

Não estamos sonhando, embora pareça que estamos dormindo um sonho anestésico, irreal, como se o país todo tivesse bebido algo que adormecesse suas reações e estivesse sendo levado desmaiado para algum lugar absolutamente desconhecido. Uma espécie de golpe, sim, mas na nossa capacidade de interceder, por falta de caminhos, de líderes, e de coragem de assumir que estamos com sérios problemas.

E que nosso problema maior tem nome, sobrenome, filhos, apoiadores aproveitadores mal intencionados e malucos, e uma capacidade infinita de nos envergonhar, além de travar qualquer forma de desenvolvimento até tentada por alguns raros personagens bons que também estão incluídos nessa história bufa.

Tudo isso em um momento tão complexo como o que está sendo vivido em todo o Planeta, quando cada vez mais precisaremos de presença, bom senso, capacidade de negociação, respeito, temperança, enormes decisões, seriedade e liderança.

Perplexa. Perplexidade. Justamente a palavra que embute os sentidos e sentimentos contraditórios que estou reconhecendo em muitas outras pessoas, vendo muitos viverem, uma vez que também fala de nossa insegurança, indefinição, incertezas e essa louca paralisação. As encontro nas ruas, trocamos impressões, e cada um vai para um lado balançando a cabeça, inerte, desconsolado. Pessoas de todos os andares, do subsolo às coberturas, da geral aos camarotes.

Diariamente diante de nós se descortina o contrário de tudo isso o que precisamos: shows de ignorância, desrespeito, moralismo e conservadorismo sem noção, irresponsabilidade, provocações, ameaças, que alimentam ogros, libertam demônios que se levantam das profundezas.

Não é piada, embora sempre a gente brinque que o Brasil é o país da naturalmente piada pronta. Já é, não precisa forçar. Estamos na mão de um maluco, ouço de muitos. Agora alguns “aliados” até passam a reconhecer que a coisa está descambando. E não fazem mais nada. Esperam, como se diz, o circo pegar fogo.

E o circo está armado, coberto de gasolina, com um monte de feras famintas de ódio loucas para saírem de suas jaulas e estraçalhar a democracia, apostando no esmigalhamento de todos os poderes.

Somos nós ao mesmo tempo a plateia e os trapezistas, malabaristas, palhaços, mágicos e bailarinas, que sobrevivemos a cada dia enquanto eles encenam esse triste espetáculo, com a paquidérmica anuência que domina, mas muito ainda pela falta de opções de escolha. Parece que dessa terra arrasada não brotam flores novas e viçosas que possamos regar com louvor; apenas ervas daninhas já arrancadas que insistem em tentar se reafirmar.

Economia em frangalhos, insegurança, falta de saneamento básico demonstrado a cada inundação, cada morro que desaba, mata, e não vê comoção nem solução, e as notícias se repetem, muitas vindas de um cercadinho inadmissível e humilhante onde o que um dia ocupou o lugar de Quarto Poder se submete e não consegue formular nem a questão principal – afinal, aonde o senhor quer chegar?

____________________________________________________

MARLI GONÇALVES – Jornalista, consultora de comunicação, editora do Chumbo Gordo, autora de Feminismo no Cotidiano – Bom para mulheres. E para homens também, pela Editora Contexto. À venda nas livrarias e online, pela Editora e pela Amazon.

marligo@uol.com.br / marli@brickmann.com.br

________________________

[ME ENCONTRE, ME SIGA, JUNTOS SOMOS MAIS]

 (se republicar, por favor, se possível, mantenha esses links):
YouTube: https://www.youtube.com/c/MarliGon%C3%A7alvesjornalista
(marligoncalvesjornalista – o ç deixa o link assim)
Instagram: https://www.instagram.com/marligo/
Blog Marli Gonçalves: www.marligo.wordpress.com
Chumbo Gordo (site): www.chumbogordo.com.br
No Facebook: https://www.facebook.com/marli.goncalves
No Twitter: https://twitter.com/MarliGo

#ADEHOJE – CONSCIÊNCIA NEGRA E CIDADÃ. E O “BARATA VOA” DOS DOLEIROS

#ADEHOJE – CONSCIÊNCIA NEGRA E CIDADÃ. E O “BARATA VOA” DOS DOLEIROS

 

SÓ UM MINUTO– De quando em quando o grupo, um grupo, de doleiros “top” do Brasil sofre com uma devassa. Depois, voltam – há anos vemos essas operações. Hoje essa devassa foi em cima da turma do doleiro dos doleiros, Dario Messer, preso aqui em SP, em junho, e envolveu até o ex-presidente do Paraguai, Horácio Cartes, alvo de mandado de prisão preventiva porque teria colaborado com a fuga dele… Operação faz parte da Lava Jato. Mais uma fase.

Amanhã, 20, Dia da Consciência Negra. Muito mais que um feriado, Dia de parar com o “eu não sou racista, mas…”. Dizer que no Brasil não há racismo é o mesmo que dizer que no Brasil as mulheres estão seguras e que o feminismo é compreendido. A população negra sofre com a violência, baixos salários, falta de oportunidades e especialmente com esse racismo velado, que nós temos é de revelar todos os dias.

E não é que o Toffoli desistiu de acessar os dados de 600 mil brasileiros? Viu que tava pegando mal, bem mal…

 

#ADEHOJE – MANIFESTAÇÕES, CONFUSÕES E DESENTENDIMENTOS

#ADEHOJE – MANIFESTAÇÕES, CONFUSÕES E DESENTENDIMENTOS

 

SÓ UM MINUTONão me levem a mal, por favor. Só queria chamar a atenção para que não haja mais nunca essa coisa de só seguir cegamente sem entender para onde. Ontem passei pela Avenida Paulista e fiquei bastante surpresa com os grupos de movimentos que não sei mais se são o quê, se bolsonaristas, de direita, desinformados, ou só de má fé. Juntaram grupos de pessoas vestidas de verde e amarelo, inclusive muito parecidas fisicamente entre si, e em detalhes que não são muito legais. Eram gritos contra o Supremo Tribunal Federal, especialmente contra o Gilmar Mendes. Gilmar arregimenta uma revolta particular contra ele. Mas ninguém ai parece entender o papel do Supremo, o que representa, assim como as leis. O clima esquisitíssimo, tenso, com uns discursos bastante reacionários.
Perto dali, uma manifestação de bolivianos pedia a volta de Evo Morales dizendo que a Bolívia sofreu um golpe de Estado. Com Tantas mortes e tantos feridos nas manifestações de lá, ainda não era grande o número de bolivianos protestando. Aliás, que loucura que estão as manifestações pelo mundo…

 

Ver essa foto no Instagram

 

manifestação bolivianos #americalatina #avenidapaulista

Uma publicação compartilhada por Marli Goncalves (@marligo) em

//www.instagram.com/embed.js

#ADEHOJE – O BRASIL QUEIMANDO EM ÓLEO QUENTE

#ADEHOJE – O BRASIL QUEIMANDO EM ÓLEO QUENTE

 

SÓ UM MINUTO – Dois líderes indígenas dos “Guardiães da Selva” – Laércio e Paulo Paulino Guajajara – sofreram uma emboscada por parte de madeireiros no Maranhão. Paulo Paulino morreu no local, e Laércio fugiu. Eles já haviam pedido proteção, e nada. Pantanal pegando fogo. Parque do Carmo pegou fogo. O óleo continua chegando – indo e vindo – às praias do Nordeste. Um secretário da pesca que declara, com a cara lavada, que os peixes são inteligentes e desviam do óleo.

Bolsonaros continuam em ação. Gravação da portaria do condomínio recolhida sem qualquer vergonha por ordem do presidente. Filhos e equipe, inclusive a econômica, desfiando declarações de quinta categoria.

Não bastasse, hoje, em São Paulo, ampla movimentação de policiais contra o reajuste anunciado pelo governador Doria. E protestos marcados, e julgamento pelo STF de condenação e prisão em segunda instância…

Que calor! E o verão ainda nem chegou.

#ADEHOJE – APOIAR O QUE É BOM. E CRITICAR O HORROR

#ADEHOJE – APOIAR O QUE É BOM. E CRITICAR O HORROR

 

SÓ UM MINUTO – Primeiro, FELIZ SEGUNDO SEMESTRE na medida do que for possível a todos.

Aqui, a gente conversa. Às vezes, com ironia e humor para aguentar melhor o tranco. Quem acompanha sabe que as críticas não são questão de ideologia, esquerda, direita, que isso é bobagem quando todos precisamos avançar e sair do inegável buraco em que estamos metidos já há alguns anos. Muitos anos, muitos governos, muitos roubos. Se não tomarmos consciência de que é preciso união, vamos continuar perdidos. Assim, precisamos torcer para que o presidente Bolsonaro que em seis meses de governo nos deu tantas manchetes vergonhosas, com ataques a coisas que nos são tão caras e à nossa liberdade individual, tome tento. Que Bolsonaro pare de agir como se estivesse na cozinha de sua casa, acompanhe as pessoas e técnicos de seu governo, os bons, os ouçam.

As manifestações de ontem foram expressivas, mas menores, e muito mais em apoio a Sergio Moro e à Lava Jato do que exatamente pró-governo, que tem aprovação despencando. É preciso também tomar muito cuidado com os ataques à imprensa e ao STF, ainda os guardiões da democracia e quem nos informa da realidade.

 

#ADEHOJE – IDEIAS DO QUE ELE PODERIA FAZER COM A CANETA. POR LÁ EM CANCÚN, POR EXEMPLO…

#ADEHOJE – IDEIAS DO QUE ELE PODERIA FAZER COM A CANETA. POR LÁ EM CANCÚN, POR EXEMPLO…

SÓ UM MINUTO – Bolsonaro disse que tem nas mãos a caneta que pode transformar a Estação Ecológica de Tamoios na “Cancún” brasileira. O lugar que ele quer destruir é um santuário, 29 ilhotas e rochedos, onde vivem animais sob ameaça de extinção como a garoupa, a tartaruga-verde e o cavalo-marinho-do-focinho-longo. Isso, e a Usina Nuclear. Não gosto de ser grossa, mas a situação geral ajuda: me digam o que ele pode fazer com essa tal caneta… Ideias não nos faltarão. Ah, coincidência… É neste local que Jair Bolsonaro foi multado em 2012 por praticar pesca ilegal.

Para completar esse governo do horror, o tal ministro Osmar Terra – pior, com a anuência de Moro – censura pesquisa da Fiocruz sobre a questão das drogas no Brasil. Toffoli tira da pauta a descriminalização. Eles querem manter o status quo dos chefes do tráfico.

Por tudo isso, já nem nos espanta a queda de 0,2% do PIB. O país anda pra trás em política, educação, saúde, economia e comportamento…

#ADEHOJE – – SOBRE O CÁLICE CHEIO, VAZIO, PELA METADE…

#ADEHOJE – – SOBRE O CÁLICE CHEIO, VAZIO, PELA METADE…

SÓ UM MINUTO – Na realidade, na prática, as Manifestações de ontem só serviram para aprofundar ainda mais as divisões, e muito, o poço no qual o país está mergulhado. Quem não entende bem, e foi para as ruas ontem, todo de verde e amarelo, acredita que ajudou Bolsonaro, que ele é Mito, que tudo vai andar. E que foi um sucesso. Quem não foi, e é crítico do governo, viu enormes furos nas fotos, diz que foi um fracasso.

Vamos falar o quê? Comparar como? No meio do pessoal ontem tinha gente pedindo ditadura, fechamento do Congresso, cassação do STF, o absurdo dos absurdos…

O que seria fundamental seria mesmo o fim, o fim, de toda essa divisão que não vai levar lado nenhum, aresta nenhuma ao resultado que precisamos.

#ADEHOJE – CAMÕES, CHICO, ARMAS.

h2 style=”text-align: center;”>#ADEHOJE – CAMÕES, CHICO, ARMAS.

SÓ UM MINUTO – Claro que pode ter sido uma resposta – e das boas – ao momento que vivemos. Mas é com grande orgulho que temos de receber o Prêmio Camões, o mais importante da literatura mundial em língua portuguesa, para Chico Buarque de Holanda, pelo conjunto de sua obra.

Vale muito. Vale muito mais agora que estamos nessa inacreditável seara de pensamentos, vivendo sob ataque de ignorantes, rasos, desprovidos de qualquer senso.

O decreto de armas foi revisto, mas está lá vivo. Mortos estarão os brasileiros com mais gente armada. Mortes brutais, principalmente ontra mulheres, vêm ocorrendo, causada por todas as armas; a de ontem, em Porecatu, Minas, foi causada por canivetadas. Depois o assassino saiu atirando dentro de uma igreja evangélica. A loucura está solta – não é hora para armar ninguém, nem com pistolinha de água.

#ADEHOJE – APREENSÃO TOTAL. AQUI, ALI, LÁ

#ADEHOJE – APREENSÃO TOTAL. AQUI, ALI, LÁ

 

SÓ UM MINUTO – Como ficar em paz quando:

– O próprio presidente do país chama para uma manifestação que amplia ainda mais o conflito político que a tudo paralisa? Contra as instituições estabelecidas, jogando grupos uns contra outros, com textos provocativos? Ele ainda diz eu está pensando em ir! Quando começará a entender o que é ser presidente?

– Quando um decreto de armas beneficia claramente uma empresa e pretende armar a população até com fuzis?

– Quando o talude de uma mina da vale – a GONGO SECO – em Minas Gerais tem expectativa de rompimento a cada minuto e pode causar mais um desastre de grandes proporções? Em Barão de Cocais, região central de Minas.

– Quando a maior potência mundial, EUA, briga com outra, a China, comercialmente, e ameaça outra que tem potencial atômico, o Irã?

– Quando a gente fica sabendo que a área protegida da Amazônia perdeu quase 10 mil km² nos últimos 30 anos?

– E muito mais…

ARTIGO – Manifestações temáticas. Por Marli Gonçalves

Aí o Lé vai com Cré. A solução para os conflitos, para essa divisão horrorosa que mergulha o país nesse baixo astral, pode estar bem diante de nossos olhos. Se Lé não pensa a geral como o Cré, Lé com Cré podem e devem se unir em temas específicos, como fizeram essa semana na gigantesca manifestação pela Educação

Estou otimista com a proposta. Podemos ir aos poucos, não precisa ser de uma só vez.  Junta um montinho aqui, outro ali, e quando a gente menos esperar, quem sabe o país não volte a ser um lugar legal, amistoso, democrático, e que cada um possa ter suas próprias opiniões sobre alguns fatos sem ser atacado, sem tanta virulência?

Para tanto, claro, inicia-se, primeiro, com boa vontade, e com o esquecimento de quem está presidente, qual ex-presidente – ou ex-presidentes, porque ainda tem essa – está preso, ou estão presos. Lembrar que se estão em apuros é porque alguma fizeram, e não adianta se descabelar na defesa deles – os advogados cuidam disso.

Vamos só pelo que une, de um lado e de outro. Ninguém concorda com tudo o que esses lados, pontas esquerda e direita, propõem. Escolheremos temas gerais, podem ser importantes, ou mesmo bobos, mas que mobilizem algumas pontas desfiadas dessa nossa insana política. O exemplo dado pelas gigantescas manifestações em mais de uma centena de cidades ocorrida essa semana em protesto pelos cortes, contingenciamentos, agruras, ou seja lá quais raios estão torrando nossa Educação pode ser seguido. Fui pessoalmente ver como foi lá na Avenida Paulista, e foi muito emocionante ver aqueles milhares de jovenzinhos misturados a professores, pais, cientistas, universitários. Tudo bem que acabou sendo contra este governo em geral, mas juntou muitas posições políticas e, inclusive, certamente, gente que votou no homem, mas discorda de algumas de suas ideias e de seus atos, ou mesmo agora já demonstra seu arrependimento, o que é compreensível. Lembrem que as opções na reta final foram dramáticas, duas, diametralmente opostas; e lembrem também do enorme número de abstenções, votos nulos e brancos.

Há salvação. Recordam daquela propaganda antiga “o que seria do amarelo se todos gostassem só do azul”? Então…Aos pouquinhos podemos juntar os dois e criar o verde.

Como tudo ultimamente tem dado bafafá, peguemos alguns temas. Mês que vem terá a grande parada LGBT em São Paulo. Vocês pensam que não existem gays bolsonaristas? Existem, eu mesma conheço alguns, e com os quais não adianta argumentar nas bases reais. E não são enrustidos, como muitos outros devem ser; são apenas confusos. Vamos falar do que interessa a todos.

Mulheres, mais da metade da população. Não é possível que existam mulheres que não se incomodem com o visível crescimento da violência, da ocorrência diária de feminicídios, e da pouca efetividade das ações públicas para a efetiva e real proteção das vítimas. Até quando o silêncio das ruas?

A questão das drogas, logo logo logo chegam as Marchas do Legalize Já. Outro assunto que pode unir umas pontas, sem trocadilhos. A mudança aprovada pelo Senado essa semana permitindo o internamento compulsório de dependentes químicos é de uma crueldade e não-entendimento do assunto que será mais um ponto que vale reflexão e união.

Outro tema grande é a Previdência. Que precisa de uma reforma, nos parece ponto acordado. Mas qual reforma? Como podemos ficar quietos quando nesse exato momento existem mais de dois milhões de solicitações de aposentadorias, justas, direitos adquiridos, paralisadas? Dizem que o atraso é porque – ironia – os funcionários do próprio INSS estão se aposentando sem serem substituídos.

Pensei em mais alguns temas para juntar gregos e troianos, e lés com crés. Veja se você tem mais ideias e ajuda aí porque pelo andar da carruagem precisaremos agir juntos, e rápido.

Que tal passeatas de felizes proprietários de Golden Retrievers (impressionante, cada vez mais abundantes, pelo menos aqui em São Paulo)? De veganos, preocupados com o escancarado aumento dos preços das frutas, verduras e legumes nas feiras e mercados? Dos que gostam de café sem açúcar? De não usar calcinhas, cuecas o sutiãs? Ou logo mesmo uma manifestação de naturistas, apenas defendendo a beleza e naturalidade da nudez que vem sendo vista como pecado mortal?

Enfim, motivos não faltam. Mas tem de combinar antes, em qualquer uma dessas, não citar duas palavras: nem Bolsonaro, nem Lula. Pode ser?

———————————

Marli Gonçalves, jornalista – Aliás, os jornalistas já deviam faz tempo estar nas ruas protestando por conta dos desacatos que vêm sofrendo. Como é que é?

marligo@uol.com.br / marli@brickmann.com.br

Brasil, 2019

 ———————————————————————————-

 

ME ENCONTRE (se republicar, por favor, se possível, mantenha esses links):
https://www.youtube.com/c/MarliGon%C3%A7alvesjornalista
(marligoncalvesjornalista – o ç deixa o link assim)
https://www.facebook.com/BlogMarliGoncalves/
https://www.instagram.com/marligo/

#ADEHOJE – OS APUROS DE FLAVIO E DOS ETCETERAS

#ADEHOJE – OS APUROS DE FLAVIO E DOS ETCETERAS

Só um minuto – O senador Flávio Bolsonaro, um dos Filhos do Capitão, está pulando miudinho com a gigantesca quebra de sigilos em suas contas e de seus arredores. Vultuosas quantias, transações imobiliárias questionáveis, o levam a ser acusado de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, entre outras. Enquanto isso, Bolsonaro pai, em Dallas, EUA, se cerca de apoiadores que ficam gritando enquanto a imprensa o entrevista, e se empolga, saindo a falar besteiras por metro, como chamar os manifestantes de idiotas, e que o semblante de George Bush, ex-presidente com quem se encontro, demonstrar que está preocupado coma Argentina.

E pulam na fogueira sob os pés o Ministro da Educação, que a gente ainda não sabe a que veio, e Moro, que tenta justificar o injustificável, o Decreto de Armas, entre outros sapos que mastiga, comendo letras.

#ADEHOJE – NOSSO MURO DAS LAMENTAÇÕES EM 1º DE ABRIL

#ADEHOJE – NOSSO MURO DAS LAMENTAÇÕES EM 1º DE ABRIL

SÓ UM MINUTO – Jair Bolsonaro esteve hoje rezando, pedindo, posando, sabe-se lá, no Muro das Lamentações, em Israel. Ao seu lado, Benjamin Netanyahu, o Primeiro Ministro, que está em plena campanha eleitoral e cheio de denúncias de corrupção. Mais uma viagem internacional e mais problemas internacionais também para o país. A bola da vez é a Palestina, que protesto contra a decisão do Brasil instalar um escritório em Jerusalém. Chamou o diplomata, o que já mostra desagrado. E estão em contato com outros países do Oriente Médio. Um tropeço depois do outro.
Ontem ocorreram manifestações contra o Golpe de 64 em várias cidades do país. Fui à do Ibirapuera, onde se calculou a presença de 8 mil pessoas. O Golpe que a turma de Bolsonaro nega levou familiares, gente idosa, triste, que carregava as fotos de seus filhos, mortos e desaparecidos.
Viva Primeiro de Abril, e tudo o que estamos passando, infelizmente, é verdade.

#ADEHOJE, #ADODIA – JESUS, GOIABAS, NOSSOS SOBRESSALTOS. 50 ANOS DO AI-5

#ADEHOJE, #ADODIA – JESUS, GOIABAS, NOSSOS SOBRESSALTOS. 50 ANOS DO AI-5

 

 

MINISTRA DAMARES ALVES JURA QUE JÁ VIU JESUS SUBINDO EM UM PÉ DE GOIABA. O VÍDEO CIRCULA POR AÍ. INACREDITÁVEL. OLHA SÓ: CRIME DE SUBVERSÃO DA ORDEM POLÍTICA. A PF, LÁ NO RIO DE JANEIRO, ATRÁS DE UM SUSPEITO DE IR CONTRA O BOLSONARO E VICE. A SEGURANÇA DO PRESIDENTE SENDO DETERMINADA COM RIGOR. NÓS, AOS SOBRESSALTOS COM REVELAÇÕES SOBRE ASSESSORES DO BOLSONARINHO FLÁVIO QUE REPASSAM E PASSAM SALÁRIOS COMO PASSA-ANEL. HOJE COMPLETAM-SE 50 ANOS DA DECRETAÇÃO DO HORROR DO AI-5. MAIS DE HOJE? PREFEITO DE MAUÁ, EM SP, PRESO NOVAMENTE; MINISTRO DO TRABALHO AFASTADO POR SUSPEITAS; MILICIANOS CAÇADOS NO ACUSADOS DE PARTICIPAÇÃO NO ASSASSINATO DA VEREADORA MARIELLE FRANCO E SEU MOTORISTA. JOÃO DE DEUS? SOB PRESSÃO, SE ISOLOU, INTERNADO EM UMA CHÁCARA DA REGIÃO. E A FILA DAS MULHERES COM DEPOIMENTOS ATERRADORES CONTINUA A PLENO VAPOR.

#ADEHOJE, #ADODIA – O MUNDO FERVE, ENQUANTO POR AQUI FICAMOS SÓ OUVINDO

#ADEHOJE, #ADODIA – O MUNDO FERVE, ENQUANTO POR AQUI FICAMOS SÓ OUVINDO

 

 

ESCAPOU DOS BLACK FRIDAYS DA VIDA? UFA. HOJE QUERO FALAR DE UMA SITUAÇÃO QUE HÁ MUITOS ANOS, DÉCADAS NA VERDADE, VIVI MUITO PARECIDA, EM PARIS. MANIFS. MANIFS POR LÁ SÃO VIOLENTAS. HOJE O PAU TÁ COMENDO ENTRE A POLÍCIA E OS COLETES AMARELOS QUE RECLAMAM DA ALTA DOS COMBUSTÍVEIS. LEMBRAM DOS CAMINHONEIROS AQUI? QUANDO ME MACHUQUEI – QUEBREI O FÊMUR DA PERNA DIREITA – – A POLÍCIA PASSOU POR CIMA DA MANIFESTAÇÃO QUE EU COBRIA – ERAM ESTUDANTES SECUNDARISTAS LUTANDO POR MELHORIAS NA EDUCAÇÃO. POR AQUI A GENTE FICA VENDO O TAL “NOVO” MINISTRO DIZER – EM DOCUMENTO – COMO SOMOS, OU MELHOR, COMO ELE ACHA QUE SOMOS. O SILÊNCIO DOS NOSSOS ESTUDANTES PREOCUPA…OS ACADÊMICOS ATÉ QUE ESTÃO SE LEVANTANDO AQUI E ALI…

ARTIGO – Temer, por favor, sai daí! Por Marli Gonçalves

Sai daííí! Estamos muito arranhados. A verdade é que só uma coisa é certa: o país não resistirá a percorrer mais um processo de impeachment. Por favor, presidente, já que disse que não tem apego, deixa a gente seguir em frente enquanto o senhor se defende. Por favor, por você, por nós todos.

Se pudesse pedir algo ao papai do céu, ao anjo da guarda, a Todos os Santos, fazer mandinga, seria para que algo iluminasse a sua cabeça, presidente Temer, para que decida pela forma menos traumática, e por conta própria: renuncie. Não, calma, não estou fazendo juízo de valor, nem o condenando antecipadamente, embora seja bem difícil inocentar – acho que deve se defender com unhas e dentes já que garante que pode, e está – garanto – com um dos melhores advogados do país, Dr. Mariz, que pessoalmente tenho na maior conta, respeito e admiração.

Mas não governando; não pode obstruir a estrada como a terra de um muro desbarrancado pelo tremor, pela avalanche. Se não sair nada mais andará para frente; ao contrário, vai ter marcha-a-ré.

Como vê, em poucos dias já foram buscar e estão começando a passar com trator em cima do senhor. Várias vezes. Vai piorar, vão passar com uma locomotiva carregada, que – veja – apita e aparece logo ali depois da curva. Avalie: como vai continuar governando sem paz? Sem base? Com um monte de flechas apontadas, com manifestações dia sim, dia sim? Se já estava difícil sem tudo isso, imagine agora.

Sei que nesse caso o foro privilegiado que dispõe é de suma importância e o senhor se sentiria mais protegido. Mas, ao mesmo tempo, pense. Os foguetes atingiram sua tenda, furaram o teto, e até o STF já pediu sua investigação enumerando motivos horrorosos. Como ser presidente com esse fardo?

O senhor caiu no centro de uma teia maquiavélica, uma cama-de-gato, uma arapuca engendrada de forma orquestrada, premeditada. Admita. Se tentar se debater dentro dela, se enroscará mais e mais, e talvez não tenha chance de sair dessa com um mínimo de dignidade, que tenho certeza, gostaria de resguardar. Caiu o senhor, caíram até aqueles que já estavam caídos, e quanto mais todos se mexem mais o país para. Esse caso une a verdade aparecendo, sim, mas contada por manipuladores, regados a inveja, disputas internas, frutos de disputas insanas entre poderes. Vamos combinar: dessa vez com uma jogada záz-tráz, mortal.

Por favor. Considere isso. Seria uma decisão nobre, mesmo no meio de toda essa lama. Não espere que o tirem aos pontapés, como vai acontecer, seja no TSE, seja no tal impeachment, palavra que me dá até alergia em imaginar tudo de novo. Não dê chance a mais esta acusação – de ter falido um país. A História registra. O jornalismo é o dia a dia.

Mais uma vez, presidente, acredite, dou graças por não ter filhos – não saberia como explicar a eles esse momento que vivemos. Ficaria muito mais perturbada ainda se os visse assistir às cenas que todos estamos vendo. A começar pelos diálogos dos poderosos empresários delatores. Agora piorou, presidente! Os açougueiros foram mais longe ainda. Para se salvarem, aos seus luxos, se prestaram a papéis que não dá nem para dimensionar o nível de canalhice. Agora estão lá fora rindo muito de nossa cara, falando em português primário, enquanto o senhor ainda busca e usa rebuscadas palavras para se defender.

É com essa gente que está lidando agora. Não é mais só com os políticos submissos às suas ordens, os chucros. Não é só com os petistas e afins. Sinta como do dia para a noite foi sendo abandonado. Veja como o bombardeio foi muito bem sucedido, tramado.

Salve sua história, pelo menos a até aqui. Leu o jornalista Jorge Moreno? Mais ou menos: “Prof. Michel Temer chame à razão o presidente Michel Temer”. Acrescento: vamos nos agarrar ao livrinho da Constituição.

Se quer noticias aqui de fora, conto que está todo mundo muito, mas muito mesmo, muito p…, chateado, cansado, e isso é muito, mas muito mesmo, ruim. Ainda tem alguns resignados e à sua volta deve estar cheio de falsos amigos mais preocupados em se manter a salvo do que com o apoio que precisa. Aquelas deprimentes e tímidas palmas que recebeu durante seu primeiro pronunciamento dizem tudo sobre a solidão que enfrentará dentro dos gigantescos palácios.

Por favor, Temer, sai daí. Deixe que nos apeguemos ao pouco que ainda temos, permita que as coisas não piorem, gerando ainda mais miseráveis. Não nos use como escudo, vingue-se depois, mas deixe-nos passar por outros caminhos.

A pinguela ruiu. Salve a República!

___________________________________

please3Marli Gonçalves, jornalista – Abismada. Preocupada. Impressionada. Envergonhada. Enojada.

Brasil, mostra a tua cara!

_________________________________

marligo@uol.com.br

marli@brickmann.com.br

@MarliGo

Artigo – Feira livre, xepas e droguitas. Por Marli Gonçalves

animated-salesman-and-seller-image-0029Era um governo. Era, admitimos, um projeto de poder que ao menos pretendia diminuir a miséria e desigualdade. Mas desde o início da chegada ao Poder, quando podiam fazer e realizar as coisas e os sonhos, 14 anos atrás, e até pouco antes, já se sentia no ar alguma coisa errada. Ora apareciam se lambuzando estranhamente num mundo burguês, ora um ou outro até por ser mais purista ou ingênuo saía espirrado do grupo, e saía atirando, alertando. feirante

Do que eram chamados, ou do que ainda são chamados os que não estão mais em suas fileiras? De loucos. De traidores. Do que são chamados todos, e de forma indiscriminada, os que agora veem e tentam salvar as coisas indo barranco abaixo – sim, as coisas e o país estão indo barranco abaixo – os que registram dia a dia a falência total? De golpistas. Ah, e de nazistas, racistas, machistas, fora os palavrões cabeludos que devem falar em quatro paredes. Sim, nazistas, ouvi um celerado desse outro dia acusar. De gagás, ouvi uma deputada chamar um respeitável advogado. Pouco importa se a sua história também foi a deles por muito tempo – pedem respeito, mas não sabem o que é isso. Bateu o desespero. E eles montaram uma feira livre, cheia de barraquinhas de negociar cargos, e o tal poder. Poder esse que de pouco adiantará se obtido assim, se mantido. Será poder sem paz, sem futuro.

Golpes de marketing martelando cabeças, com cor, slogan #nãovaitergolpe, alguma ajuda de custo, patrocínio de algo, robôs digitais, distribuição de bandeirinhas, camisetas, sanduíches, água, e à frente pobres, de preferência negros, mulheres, camponeses ou sem-terra, ou sem-alguma coisa, de carteirinha. Uns “coletivos” disso, daquilo. Inflamados. Os tais “jornalistas livres”, e que um dia entendo do que vivem, irradiando as manifestações organizadinhas como se fossem a entrada gloriosa dos justos nos céus. Líderes de centrais sindicais, de sindicatos pagos com taxa obrigatória que cai todo mês lá no caixa, escoada do salário dos trabalhadores, inclusive a nossa, os jornalistas PIG-PEG-PUG, que ou trabalham para os jornais e revistas que podem ser comprados em bancas, ou se sustentam no limiar da liberdade. Pronto. Um palanque e muita gritaria e ameaça, além de discursos cheios de ódio, perdigotos e erros de português. Os artistas comovidos encheram os olhos de água. Os progressistas e toda sorte de rótulos da esquerda do tempo do onça saíram bradando junto, em coro, como se não vissem que o país está à venda, à beira do abismo. Na hora da xepa. Sendo trocado por bananas.

animated-florist-image-0004Essa é a parte que não consigo entender. Acho lindo acreditar ainda em ideologias, em ideais. Mas porque, então, não estamos juntos os que querem resolver o problema com seriedade? – Sim, temos um problema e ele é gigantesco, avassalador. Porque não ter a dignidade e a humildade de tentar juntar ao invés de diariamente forçar dividir? Eduardo Cunha não estaria lá. As instituições não estariam sendo tão feridas. Se há golpistas no meio disso tudo, e deve haver mesmo que tem maluco para tudo, seriam mais facilmente neutralizados em suas muitas e repugnantes ignorâncias que todo dia também me escandalizam.

Mas ao contrário: provocam, cutucam os instintos mais primitivos, desrespeitam leis, confundem o Estado e a Nação com partidos, fazem de palácios palanques inflamados, pesam a mão. Vendem um peixe que não pescaram.

Não o fazem – buscar a união – porque não querem. Cada dia isso fica mais claro. Montaram barracas e estão vendendo acarajés e seus pastéis de vento, literalmente tomados com caldo de cana.animated-salesman-and-seller-image-0020

Nas planilhas dos empreiteiros e doações, nomes, que associados aos pagamentos ainda ganharam fantásticos apelidos, como na feira um e outro feirante costuma usar, mas os deles são mais suaves – alemão, negão, dona maria, curíntia. No mundo político, caranguejo passeava com passivo (!), nervosinho anda lado a lado com rico e proximus. Com acessos de bom humor nas definições, avião era a deputada comunista bonita; 333, a meia besta, o José Serra. Jarbas Vasconcelos, o que não pode ver uma miss que casa com ela, chamado de viagra.

Empreiteiros lidavam com todos e os juntavam, sempre hábeis, com rejunte, com seu cimento particular. Presos ou impossibilitados agora de exercer qualquer autoridade não existem mais laços – é o salve-se quem puder. Daí as cenas de pugilato que assistimos diariamente.

Como numa feira, cada um grita mais para atrair o cliente. Oferece ministério como se fosse laranja descascada. E frutas nobres, como a Saúde e a Educação, entram na barganha. Do outro lado, se ofertam possibilidades, previsões. Ficção.

Mas, mesmo nessa feira, é preciso que notem, já chegou a hora da xepa. O fim da feira quando os restos que talvez já não servirão para muito mais coisas serão ofertados. Não adianta mais. As barracas que estão tendo mais frequência são aquelas dos cantos, as que consertam os cabos das panelas velhas que tilintam das janelas. Logo também haverá fila nas de flores que serão levadas ao enterro dessa era de excrecências que se transformou o tal governo popular.

Melhor mesmo que seja apenas esse o sentido da xepa; melhor que ser comida de militar, jornal já lido, com notícias daqueles tempos horríveis lá de trás.

animated-salesman-and-seller-image-0026São Paulo, um abril que pode fechar se continuar nessa toada, 2016

Marli Gonçalves, jornalista Quanto ao tarja preta que a presidente odiou dizerem que está tomando, e que ainda deverá ficar até 12 % mais caro esses dias como todos os remédios, a proposta é que, se possível, seja socializado algo parecido a todos os brasileiros. Estamos todos esquizofrênicos, ansiosos, perturbados, alternando momentos de euforia e depressão.

********************************************************************
E-MAILS:
MARLI@BRICKMANN.COM.BR
MARLIGO@UOL.COM.BR
POR FAVOR, SE REPUBLICAR, NÃO ESQUEÇA A FONTE ORIGINAL E OS CONTATOS
AMIZADE? ESTOU NO FACEBOOK.
SIGA-ME: @MARLIGO

ARTIGO – Carta aos considerados. Por Marli Gonçalves

close-more-salesEscrevo porque considero muito os meus considerados. E vi muitos deles postando imagens de dentro da manifestação em que se vestiu vermelho e, portanto, em apoio ao atual governo. Se for o seu caso e estiver lendo esta, saiba do meu respeito – não deve estar nada fácil se manter neste apoio, dia após dia. Mas não me chame nem de longe, nem em pensamento, de golpista. E também não vire sua cara comigo, que daqui a pouco, todos juntos, espero: vamos rir muito de tudo issovoleur

Estamos respirando política. E política aqui no Brasil não é muito saudável, cheirosa, nem oxigenada, muito menos confiável. Momento tenso, muito tenso, desequilibrado mesmo. Bambolê. Até aqui creio que todos concordamos. É o mínimo.

Isso dito, deixo claro que também quero ver o Eduardo Cunha pelas costas, e que é um absurdo ser ele o condutor do processo de impeachment. Mas está lá. A mesma Justiça que bate em Luiz, baterá um dia talvez quem sabe logo logo nele. Mas ainda não bateu. Não consigo digerir o esgar irônico de Renan Calheiros. E, cá entre nós, o que é o Aécio? Que é aquilo? Onde foi que ele se perdeu dessa forma? Só fala coisas óbvias, repetitivas, como se ensacasse vento, trêmulo, sem convicção. Ficaria páginas listando alguns outros que se revezam diante de nós nos noticiários. Pauderney. Pauderney! Sibá. O bisonho irmão para baixo do Genoíno, da triste lembrança dos dólares na cueca. Caiado. Bolsonaro. Jaquinho, o baiano, o que diz que quer ser até carregador, atarracado no saco do chefe. Tem coisa mais degradante do que a subserviência? O “rapaz”, como chamado nos telefonemas, o Cardozo, que algo me diz estar em intensas manobras. O tenso Mercadante aloprado trapalhão. A lista é gigantesca.

Mas, meu considerado, por favor! Não fica aí batendo pé, fazendo biquinho, mimimi, repetindo bordões e falsidades se não estiver muito ligado, ganhando, ou ainda se for mesmo um apaixonado ainda não desiludido (ainda, né?). Se está aí acreditando até que deram Metrô grátis para os que protestaram contra o Governo, e você bem sabe que isso não aconteceu, mas continua no transe do social-golpe-direita-esquerda-etc, posso fazer o quê? Adianta mostrar fotos de como teve, sim, trabalhadores de vermelho na manifestação, e também nas faces, rubras, sim, mas por receber dinheiros, carona, uma camiseta e bandeirinha? Promessa de shows. Aliás, showmício.

Óbvio que achei o horror a tal lista de artistas para serem boicotados, assim como, por outro lado, achei o horror a lista negra que foi feita de jornalistas que batem no Governo. Acho simplesmente ridícula essa coisa boba contra a TV Globo – até parece que é tudo por causa dela, ou da Veja! – e os argumentos de vir comparar a corrupção quase trilionária que nos assola a camisetas da Seleção, tirar o pirulito da criança, pisar na grama, não dar esmola e ter babá. Ridículo, gente, arrumem coisa melhor.couple

O que vocês chamam de coxinhas e outras palavras mais pesadas que paneladas se trata de todo um mundo com pressa de olhar o futuro, virar a página, voltar a falar de outras coisas como esperança, parar de passar dias com nós no estômago, amargado com as notícias que não param de chegar. Com as coisas que não param de subir. Com os sonhos adiados como castelo de cartas. Com as dificuldades e falta de assistência. Com a paradeira geral e o soluço dos desempregados, endividados. São os verdadeiros estarrecidos esses que se movimentam confusamente em verde e amarelo. São seus amigos, poupe-se de destratá-los. Sou eu, seu vizinho, seu cliente, seu aluno, seu professor. Não são fascistas. Fascista é a …! Claro, primeiro, se aprender a escrever certo para xingar, o que é raro, raríssimo.

ringleader_yelling_thru_megaphone_md_clrQuem protesta? Quem está sentindo na pele. No geral, gente que quer que essa política que tanto envolve vocês em briguinhas de lé com cré simplesmente exploda, boom, daí o rancor. São alguns dos milhões de desempregados. Gente que não está podendo suportar mais o desgoverno, o governo malfeito, trapalhão, despreparado. É de baixo a cima. É total, está sem pé nem cabeça, sem projeto, sem ministros (?!?) sérios, tudo negociado, sem ações positivas, com as casas que dá, caindo, enquanto se constroem arranjos de sítios e triplex. Estradas parecendo campos de guerra. Um mosquito faz zueira e espalha o terror. O conceito cidadão é desvirtuado, trocado por apupos. As obras paradas, as cidades se deteriorando a olhos vistos.

Querem o quê? Aparece um candidato a imperador romano tentando atrapalhar as investigações – e, portanto, assinando com firma reconhecida a culpa no cartório. Com a mesma caneta, assina, promovido a ministro. Uma esculhambação geral, Casa da Mãe Joana – se já era esquisito ter um presidente dentro e um fora, dois dentro só pode ter sido ideia de um gênio do Mal, coisa que grassa nesse governo que confunde o tempo inteiro o Estado com as suas gavetas de roupas íntimas, quer usar a nossa escova de dentes. Vocês não podem não estar vendo isso.

parler_beaucoupEles, esses que batem no peito se agarrando no galho, mudaram; talvez, se você for jovem, não saiba, mas eles mudaram muito do tempo quando apareceram com propostas de mudanças, e eu também os apoiei. Agora estão sambando na corda bamba porque temem apenas deixar o Poder no qual se atarracaram para sugar tal qual carrapatos. Olha bem. Perceba que a situação chegou a um ponto insustentável. Deixaram digitais em todos os lugares, que são muitos, e que se encontram numa pororoca que estourou foi o país de nós todos.

A proposta é #vamosnosuniroparanaotergolpenenhum. Bandeira branca, amor.

Quer ficar nessa, fica, mas repito, sem me virar a cara nem torcer o nariz que daqui estou só assistindo. Mas uma hora vocês precisarão trocar de líderes se quiserem voltar a ser respeitados. Esses aí têm pés de barro, e a água já passou da canela. Nós, juntos, precisaremos encontrar novos homens de bem, de bem mesmo, se é que me entendem. Digo o mesmo aos exaltados do lado de cá: parem de ignorâncias, por favor, querer atear fogo na caldeira e se mostrando piores do que o que combatem. Sejam mais razoáveis, que os fatos já são bem claros, não precisam salivar.

Considerado, usando uma expressão cativada pelo querido Moacir Japiassu, que a todos chamava de considerado. Considerado é uma daquelas palavras completas em sentido, gorda de significados.

Considerado, considere considerar que todos nós temos alguma boa dose de razão.

Sem mais, cordialmente, eu juro, um forte abraço,

Marli Gonçalves, jornalista Ah, tô na rua sim, porque nunca fui de esperar que ninguém lute por mim, porque bem sei que ninguém lutará. Desejo algo como a lavagem do Bonfim, um novo tempo. Apesar dos pesares.

SP, março, 2016

********************************************************************
E-MAILS:
MARLI@BRICKMANN.COM.BR
MARLIGO@UOL.COM.BR
POR FAVOR, SE REPUBLICAR, NÃO ESQUEÇA A FONTE ORIGINAL E OS CONTATOS
AMIZADE? ESTOU NO FACEBOOK.
SIGA-ME: @MARLIGO

OAB/SP divulga nota com data adiantada e com umas obviedades e tanto a respeito das manifestações. Leia.

detourORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL
Seção de São Paulo

Nota oficial da OAB SP sobre as manifestações e o combate à corrupção

A Secional Paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, em face das manifestações anunciadas para ocorrer nos próximos dias em todo o país, vem reiterar que a liberdade de manifestação, que deve sempre ser exercida de forma pacífica, sem violência, é garantida pela Constituição do Brasil e é inerente ao Estado Democrático de Direito, sendo direito do cidadão externar suas indignações, notadamente contra as mazelas de nosso país, devendo ser respeitado por todos, especialmente pelas autoridades públicas.

A OAB SP se solidariza com as manifestações contra as práticas inaceitáveis de corrupção, conclamando as autoridades, especialmente o Poder Judiciário a, com independência e isenção, assegurados os preceitos constitucionais do direito à ampla defesa, presunção de inocência e o devido processo legal, da celeridade processual e da transparência, punir, nos termos da lei, os que cometeram esse crime tão odioso e que tanto prejuízo tem trazido para o desenvolvimento social e econômico de nosso país.

Marcos da Costa
Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Secional São Paulo
São Paulo, 12 março de 2015

Abraji protesta contra novas agressões a repórteres. Absurdites novas

tô com pressa, muita pressa  Abraji repudia assédio a jornalistas que cobriram protesto no último sábado

A Abraji repudia a incitação à violência e o assédio contra repórteres encarregados da cobertura de manifestação pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff ocorrida no último sábado (1.nov.2014). Grupos insatisfeitos com o resultado das eleições presidenciais acusam de partidarismo jornalistas que fazem seu trabalho e, com essa desculpa, expõem os perfis dos assediados em redes sociais, levando-os a serem difamados e receberem ameaças de violência.

 É um ataque direto à liberdade de expressão – a mesma que garante a tais grupos o direito de protestar contra o que quiserem. Afeta não apenas os jornalistas em questão. Ao criar um clima de hostilidade em relação ao trabalho da imprensa, atinge todos os profissionais e, em última instância, toda a sociedade.

 A Abraji condena toda e qualquer forma de violência contra jornalistas e cobra a rápida identificação e punição dos responsáveis pelo assédio e pelas ameaças contra os repórteres. A omissão nesse e em casos semelhantes coloca em risco o direito à informação, essencial a uma democracia plena.

 

Diretoria da Abraji, 3 de novembro de 2014

Nota do MTST sobre a manifestação de amanhã,15. Aliás, manifestações, muitas, previstas. Veja os detalhes de SP

FONTE: COMUNICAÇÃO MTST

alvoNo último dia 8/5 lançamos a Campanha Copa Sem Povo, Tô na Rua de Novo, com mobilizações em várias cidades do país. Destacaram-se as ocupações das empreiteiras Odebrecht, OAS e Andrade Gutierrez, responsáveis pela maior parte dos estádios da Copa e beneficiárias de contratos públicos bilionários.

Nesta quinta-feira, 15/5, daremos continuidade a estas mobilizações. Todas as ocupações do MTST em São Paulo – inclusive as Ocupações Copa do Povo (em Itaquera) e Nova Palestina (a maior do país) – estarão mobilizadas. Em outros estados também ocorrerão mobilizações. Já há lutas confirmadas em Brasília, Palmas e Rio de Janeiro, podendo ocorrer em outros 4 estados.

A Frente de Resistência Urbana, da qual o MTST faz parte, também deverá realizar ações em Curitiba e Belém. Dentre outras que construiremos em parceria com outros movimentos, Comitês Populares da Copa e o Coletivo Juntos.

Em São Paulo, bloquearemos no período da manhã ao menos 6 grandes avenidas da cidade, nas zonas sul, leste e centro. A proposta é chamar a atenção para as reivindicações levantadas pela Campanha Copa Sem Povo, Tô na Rua de Novo, em especial às pautas de Moradia e Reforma Urbana.

Estes são nossos pontos:carregando o bebum

1. Por um controle público do reajuste de aluguéis urbanos estabelecendo o índice inflacionário como teto dos reajustes. Esta medida é essencial para combater a especulação imobiliária que afeta os trabalhadores mais pobres.

2. Por uma política federal de prevenção de despejos forçados, com a formação de uma Comissão de Acompanhamento, ligada a Secretaria Especial de Direitos Humanos.

3. Mudanças no Programa Minha Casa Minha Vida, fortalecendo a modalidade Entidades e com regras que estimulem melhor localização e maior qualidade das obras.

manifTomaremos as ruas na quinta-feira para defender nossas pautas e denunciar as contradições desta Copa!

COORDENAÇÃO NACIONAL DO MTST

Copa Sem Povo, Tô Na Rua De Novo

ARTIGO – Flexes ou flashes. Por Marli Gonçalves

beginnercollabentry-1É um cansaço mental tão profundo no fim do dia que às vezes até aquele efeito luminoso cheio de bolinhas aparece na visão. Vocês vão dizer que jornalista vive disso, de informações, mas elas estão violentamente rápidas. E violentamente mórbidas. E violentamente inacreditáveisOvertheWall

Perdi a hora umas duas vezes esta semana, porque na hora de acordar estava sonhando e os sonhos eram bons. Ou estranhos, mas bons. E sonhar na hora de acordar é como se você tivesse mais alguma coisa para fazer ali na caminha, aninhado, com os olhinhos fechados. Neles, nos sonhos, eu viajava, tinha dinheiro, tudo estava legal, aparecia gente bacana, amigos e amores. Mas é só acordar que a coisa começa, até porque tenho o hábito de ligar o rádio – para ouvir música, só que as notícias logo aparecem. Aí vou ler o jornal. Pronto, começou o dia. E acabou o dia.

Os helicópteros sobrevoam, dando barulhentas voltas, na região da Avenida Paulista. As sirenes dos carros de policia se intensificam. As manifestações agora começam mais cedo, o que faz pensar que é preciso ser muito ativista para já estar por ali gritando às nove horas da manhã. A cuidadora de papai informa que na distante região de onde vem, já viu quando saiu de madrugada de casa para se aventurar atrás de transporte coletivo, um ou dois ônibus queimados, ou carros estropiados de bêbados entortando os postes na madrugada. PCC dando ordens. Ela tem olheiras: bailes funk com tudo aquilo, na rua, e não adianta chamar a polícia. Não adianta chamar ninguém. Ficam ao Deus-dará.

Swordplay-5Mais de 200 meninas sequestradas na Nigéria, de dentro de uma escola, e que ninguém sabe onde estão, tipo avião da Malásia. Se hoje Caetano compusesse, perguntaria, para que tantos satélites, ao invés de quem lê tantas revistas. Tudo de baciada: 250 presos na Venezuela. Outras centenas perdidas em deslizamentos, guerras particulares, aqui, ali, acolá. Líderes mundiais e formadores de opinião só segurando cartazes bonitinhos, posando para fotos. E mais flashes espoucando.

Hora do banho e a água já está com vazão menor. Ensaboa, morena, ensaboa, enxagua, tô enxaguando. Abre e fecha torneiras. Mas não consigo deixar de pensar em quanta gente ainda vejo varrendo calçada com água, lavando carros, mandando beijinho no ombro.

Um boato. Um retrato falado. Um zumzumzum, a total falta de noção e uma mulher é espancada por dezenas de pessoas, arrastada como bicho, agredida até a morte em um das cidades mais chiques do litoral paulista, e não, não foi tão lá na periferia onde isso ocorreu, que eu vi no mapa. Foi onde uma vez há muito anos o prefeito da ocasião queria fazer uma “cortina verde” para que os turistas não vissem as casas subindo os morros na avenida paralela às principais praias. Achava que daria votos. Ninguém me contou. Foi para mim e meus ouvidinhos que ele fez essa sugestão, batendo no peito como se tivesse tido a grande ideia de sua carreira política, obviamente já fracassada. Até hoje enjoo só de pensar nesse dia.RagDoll-1

Crianças matando crianças. Meninas espancando meninas, caceteando com pauladas e pedradas, por causa de moleques, namorados, outros boatos e fofocas. Moças estupradas e assassinadas e ainda picotadas por maníacos que encontram desgraçadamente em seus caminhos de ida ou vinda. Corpos achados em rios. Mães desesperadas. Crianças sendo mortas por dinheiro, ira, ciúme, vingança. Mulher põe fogo na casa, com o marido dentro, mas antes quebra tudo, porque viu mensagem de outra no celular.Electrocution

OvertheWallNão, não estamos em filmes do Batman, nem do Charles Bronson. Os sons são reais, as armas atiram pumpumpum. Vingadores surgem de todos os cantos como justiceiros, acreditando que devem botar para quebrar. E quebram. Inclusive pela política, pelo teto, pela terra. O cheiro pestilento da morte, o ar seco, os ídolos morrendo. A arte ficando mais pobre.

A bola ainda não rola. Operário torrado em estádio. O mundo todo olhando, que vergonha. Imagino que nesse momento montes de malas estão sendo desarrumadas, e tudo o que se sonhou que viria, nem chegando.

Prisoner_2Nas prisões, detentos se matam para abrir algum espaço. Outros presos Vips desafiam a Justiça de seus camarotes gradeados. Na rua uma caminhonete último tipo me chama a atenção. Ela é verde e branca, está reluzente de nova, tem uma sirene no capô. Me adianto para ler e identificar quem são, carro e homens: “SAP – Secretaria da Administração Penitenciária – ESCOLTA“. Não, não escoltavam nada.

Porque que agora me lembro de ter lido, logo cedo, numa matéria de jornal, o relato de uma das jornalistas sorridentes que jantaram com a presidente no palácio, selfie para lá, selfie para cá, que a Dilma faz álbum de figurinhas com o neto, conhece a letra da Galinha Pintadinha, cantarola e tamborila com os dedos na mesa “Atirei o pau no Gato, totô, mas o gato-tô não morreu…”?Clown_prisoner

Ah, ainda tem as manchetes políticas, mas tenho de começar o dia, e já estou cansada de tanta notícia. Pior, vivo disto.

beginnercollabentry-1São Paulo, 2014, menos de um mês para a gente saber que bicho vai dar no Fuleco

 

Marli Gonçalves é jornalista Ouviu contar que descobriram uma barata de mais de 40 centímetros que disputa comida com os tubarões no fundo do mar? Pois é. Esta noite vou ter pesadelos.

********************************************************************Parkourstreet-1
E-mails:
marli@brickmann.com.br
marligo@uol.com.br

Tenho um blog, Marli Gonçalves, divertido e informante ao mesmo tempo, no https://marligo.wordpress.com. Estou no Facebook. E no Twitter @Marligo

Amanhã tem manifestação? Tem, sim, senhor. Cedinho. ma não. Duas. Todas vão visitar o governador de SP no Palácio. Fuja desses caminhos

Acabo de receber do pessoal do MTST, sem teto, sem telhado, sem …

 

cid_000501c0d730ndAmanhã, 22/1, o MTST realizará uma grande manifestação em São Paulo exigindo mais recursos para habitação por parte do Governo Estadual.

Serão duas marchas simultâneas que se dirigirão ao Palácio dos Bandeirantes, a partir das 8hs da manhã.

Uma delas sairá do Largo do Taboão, na região do Campo Limpo e reunirá trabalhadores de 6 ocupações.

A outra marcha sairá do Terminal João Dias, região do Jd. São Luis e reunirá outras 5 ocupações, incluindo a Vila Nova Palestina.

A perspectiva é que as duas marchas se encontrem, por trajetos diferentes, na região do Palácio e subam conjuntamente até a sede do Governo Estadual.

O MTST espera reunir cerca de 15 mil trabalhadores sem teto nesta luta.

Nossa pauta ao Governo Estadual inclui vários pontos, mas estará centrada especialmente em: Aumento do aporte estadual para moradias no Programa MCMV; Desapropriação de novos terrenos para habitação na Região Metropolitana de SP; Auxílio Moradia para famílias em situação de vulnerabilidade social; Apoio técnico em projetos habitacionais organizados pelo Movimento.

OPERAÇÃO 7 DE SETEMBRO: encontre sua turma e local, em todo o país. Aqui estão os links

em ordem alfabética

——————————————
bandeira brasileira

ACRE

Rio Branco: https://www.facebook.com/events/474440892639536/
____________________

ALAGOAS

Maceió: https://www.facebook.com/events/189506121210279/ + https://www.facebook.com/events/539979126063168/
____________________

AMAPÁ

Macapá: https://www.facebook.com/events/703096039707595/ + https://www.facebook.com/events/222811251199941/ + https://www.facebook.com/events/649271528416793/
____________________

AMAZONAS

Manaus: https://www.facebook.com/events/675911659101128/ + https://www.facebook.com/events/648363528526726/
____________________

BAHIA

Barreiras: https://www.facebook.com/events/1398748133670948
Eunápolis: https://www.facebook.com/events/491800700904537/
Feira de Santana: https://www.facebook.com/events/205250642967393/
Ilhéus: https://www.facebook.com/events/604639722901162/
Ipirá: https://www.facebook.com/events/600643716653476/
Jequié: https://www.facebook.com/events/494610887274950/
Porto Seguro: https://www.facebook.com/events/394535333990871/
Salvador: https://www.facebook.com/events/556882667690853/ + https://www.facebook.com/events/556177171088053/
____________________

CEARÁ

Fortaleza: https://www.facebook.com/events/496351177111221/ + https://www.facebook.com/events/559632307409554/
Juazeiro do Norte: https://www.facebook.com/events/275899175884560/
____________________

DISTRITO FEDERAL

Brasília: https://www.facebook.com/events/156645101188994/ + https://www.facebook.com/events/617608731591019/ + https://www.facebook.com/events/518652114870777/ + https://www.facebook.com/events/383276565120221/ + https://www.facebook.com/events/636226843073894/ + https://www.facebook.com/events/473355549406512/ + https://www.facebook.com/events/564182843633925/
____________________

ESPÍRITO SANTO

Cachoeiro do Itapemirim: https://www.facebook.com/events/541260199255471/
Guarapari: https://www.facebook.com/events/339037642896616
Vitória: https://www.facebook.com/events/144129215783485/
____________________

GOIÁS

Anápolis: https://www.facebook.com/events/351944444932926/
Caldas Novas: https://www.facebook.com/events/212836925533101/
Goiânia: https://www.facebook.com/events/606791619352371/ + https://www.facebook.com/events/466309966789881/ + https://www.facebook.com/events/142804935913195/
Itumbiara: https://www.facebook.com/events/627838670582512/
Uruaçu: https://www.facebook.com/events/212469702241563/
____________________

MARANHÃO

São Luís: https://www.facebook.com/events/376030885830145/ + https://www.facebook.com/events/206250762861073/
____________________

MATO GROSSO

Alta Floresta: https://www.facebook.com/events/374990652626737/
Cuiabá: https://www.facebook.com/events/391663024268388/ + https://www.facebook.com/events/137901236409200/
Lucas de Rio Verde: https://www.facebook.com/events/151802578349772/
Nova Mutum: https://www.facebook.com/events/483859781689390/
Sinop: https://www.facebook.com/events/1386755938219522/
____________________

MATO GROSSO DO SUL

Campo Grande: https://www.facebook.com/events/292118647592293/
____________________

MINAS GERAIS

Belo Horizonte: https://www.facebook.com/events/675480572478441/ + https://www.facebook.com/events/211393352345402/
Betim: https://www.facebook.com/events/444211962352456/
Divinópolis: https://www.facebook.com/events/447636178668734/
Extrema: https://www.facebook.com/events/441399102625610/
Juiz de Fora: https://www.facebook.com/events/358035730991833/
Montes Claros: https://www.facebook.com/events/688666824492841/
Nova Lima: https://www.facebook.com/events/1393056844243823/
Patos de Minas: https://www.facebook.com/events/145952342275625/
Piumhi: https://www.facebook.com/events/562630823783019/
Pouso Alegre: https://www.facebook.com/events/498554493556208/ + https://www.facebook.com/events/393944867382810/
São Sebastião do Paraíso: https://www.facebook.com/events/493133704098681/
Uberaba: https://www.facebook.com/events/503761896359913/
Uberlândia: https://www.facebook.com/events/1387083304839905/
__________________

PARÁ

Belém: https://www.facebook.com/events/689783607715463/ + https://www.facebook.com/events/281447535333146/
Parauapebas: https://www.facebook.com/events/534653173268105/
Santarém: https://www.facebook.com/events/187257494775626/
____________________

PARAÍBA

Campina Grande: https://www.facebook.com/events/599986633378864/
João Pessoa: https://www.facebook.com/events/298260093653757/ + https://www.facebook.com/events/558185820910654/
Patos: https://www.facebook.com/events/340907269373260/
Telêmaco Borba: https://www.facebook.com/events/633989789952266/
____________________

PARANÁ

Cascavel: https://www.facebook.com/events/275933039211627/ + https://www.facebook.com/events/525221077531707/
Curitiba: https://www.facebook.com/events/157850664398886/ + https://www.facebook.com/events/392488297526170/
Foz do Iguaçu: https://www.facebook.com/events/171872822989671/
Guarapuava: https://www.facebook.com/events/1401204313436865/
Londrina: https://www.facebook.com/events/196535770508688/ + https://www.facebook.com/events/182967121863928/ + https://www.facebook.com/events/469431986481521/ + https://www.facebook.com/events/338240642975662/
Maringá: https://www.facebook.com/events/397978756974495/
Pinhão: https://www.facebook.com/events/523518657702800/
Ponta Grossa: https://www.facebook.com/events/491925267565934/
Santa Tereza do Oeste: https://www.facebook.com/events/429100230543205
São José dos Pinhais: https://www.facebook.com/events/177181965785270/
____________________

PERNAMBUCO

Recife: https://www.facebook.com/events/536279133076179/ + https://www.facebook.com/events/178264509015332/
____________________

PIAUÍ

Teresina: https://www.facebook.com/events/388267101277938/ + https://www.facebook.com/events/530374140359015/
____________________

RIO DE JANEIRO

Barra do Piraí: https://www.facebook.com/events/364117370357866/
Cabo Frio: https://www.facebook.com/events/420844424703229/
Campos dos Goytacazes: https://www.facebook.com/events/1391702431048835/
Macaé: https://www.facebook.com/events/172700299574788/
Niterói: https://www.facebook.com/events/146581852209956/
Petrópolis: https://www.facebook.com/events/685647688119406/
Resende: https://www.facebook.com/events/349179651850820/
Rio de Janeiro: https://www.facebook.com/events/609502465751088/ + https://www.facebook.com/events/589227604450963/
São Gonçalo: https://www.facebook.com/events/1390950347788871/
Volta Redonda: https://www.facebook.com/events/408723795907109/
____________________

RIO GRANDE DO NORTE

Caicó: https://www.facebook.com/events/276896552449790/
Mossoró: https://www.facebook.com/events/517332938321219/ + https://www.facebook.com/events/490794217684169/
Natal: https://www.facebook.com/events/193289804170600/ + https://www.facebook.com/events/134909546714441/ + https://www.facebook.com/events/676231769071310/
____________________

RIO GRANDE DO SUL

Canela: https://www.facebook.com/events/148525648675166/
Canoas: https://www.facebook.com/events/153536984833535/
Caxias do Sul: https://www.facebook.com/events/478690628886013/ + https://www.facebook.com/events/492459244168056/
Guaíba: https://www.facebook.com/events/638431126169544/
Novo Hamburgo: https://www.facebook.com/events/681953541821921/
Passo Fundo: https://www.facebook.com/events/421510167958791/
Pelotas: https://www.facebook.com/events/600974343269576/
Porto Alegre: https://www.facebook.com/events/411683302279191/ + https://www.facebook.com/events/545610942153124/
Santa Cruz do Sul: https://www.facebook.com/events/171706253000405/
Santa Maria: https://www.facebook.com/events/232233783591178/
Santo Ângelo: https://www.facebook.com/events/664867396874476/
Venâncio Aires: https://www.facebook.com/events/515378771877049/
____________________

RONDÔNIA

Ouro Preto do Oeste: https://www.facebook.com/events/161801450669606/
Porto Velho: https://www.facebook.com/events/197996283692156/ + https://www.facebook.com/events/209645135867210/
____________________

RORAIMA

Boa Vista: https://www.facebook.com/events/343496902447026
____________________

SANTA CATARINA

Araranguá: https://www.facebook.com/events/556076647785355/
Balneário Camboriú: https://www.facebook.com/events/601802083187712/
Braço do Norte: https://www.facebook.com/events/509871669107757/
Brusque: https://www.facebook.com/events/412678622182140
Bombinhas: https://www.facebook.com/events/297584057051890/
Chapecó: https://www.facebook.com/events/619792214712659/
Criciúma: https://www.facebook.com/events/558570380874016/
Florianópolis: https://www.facebook.com/events/500036520065421/ + https://www.facebook.com/events/211666512315579/
Imbituba: https://www.facebook.com/events/404035926367515/
Joinville: https://www.facebook.com/events/387482931356542/
Lajes: https://www.facebook.com/events/158146877714712/
São Francisco do Sul: https://www.facebook.com/events/155507497984682/
Sombrio: https://www.facebook.com/events/205722259594098/
____________________

SÃO PAULO

Araraquara: https://www.facebook.com/events/138011633072867/
Araras: https://www.facebook.com/events/149207815277193/
Atibaia: https://www.facebook.com/events/221579571332433/
Barueri: https://www.facebook.com/events/361783387257858/
Bauru: https://www.facebook.com/events/141065029425249
Botucatu: https://www.facebook.com/events/669271656423759/
Bragança Paulista: https://www.facebook.com/events/156272457894241/
Campinas: https://www.facebook.com/events/487294234682401/ + https://www.facebook.com/events/483233371765092/
Caraguatatuba: https://www.facebook.com/events/487340891340571/
Catanduva: https://www.facebook.com/events/466114566812253/
Francisco Morato: https://www.facebook.com/events/612672152100024/
Guarulhos: https://www.facebook.com/events/571875846189540/ + https://www.facebook.com/events/293616300778772/
Indaiatuba: https://www.facebook.com/events/176537439191754/
Itapetininga: https://www.facebook.com/events/206816092806231/
Jacareí: https://www.facebook.com/events/355893331204049/
Jandira: https://www.facebook.com/events/317924015011704/
Jundiaí: https://www.facebook.com/events/395432007228924/ + https://www.facebook.com/events/329694797164578/ + https://www.facebook.com/events/360340950758603/
Limeira: https://www.facebook.com/events/201234143374460/
Lins: https://www.facebook.com/events/549522228437414/
Lorena: https://www.facebook.com/events/160129507514476/
Mogi das Cruzes: https://www.facebook.com/events/207925086029811/
Mogi Guaçu: https://www.facebook.com/events/312824372187952/
Pindamonhangaba: https://www.facebook.com/events/187873521385548/
Piracicaba: https://www.facebook.com/events/375498662551360/
Presidente Prudente: https://www.facebook.com/events/190674614426943/
Registro: https://www.facebook.com/events/162608697258831/
Ribeirão Preto: https://www.facebook.com/events/149464785248000/ + https://www.facebook.com/events/589614301082869/
Rio Claro: https://www.facebook.com/events/325632657570841/ + https://www.facebook.com/events/324335567696878/
São Bernardo do Campo: https://www.facebook.com/events/405623342886767/
São João da Boa Vista: https://www.facebook.com/events/187956711378004/
São José do Rio Pardo: https://www.facebook.com/events/129030147307254/
São José do Rio Preto: https://www.facebook.com/events/280238475448196/
São José dos Campos: https://www.facebook.com/events/481080098640736/
São Paulo: https://www.facebook.com/events/183895321779601/ + https://www.facebook.com/events/154422438083370/ + https://www.facebook.com/events/193442827483662/ + https://www.facebook.com/events/1375801195970281/
São Sebastião: https://www.facebook.com/events/563372093703993/
Santos: https://www.facebook.com/events/153072234889314/ + https://www.facebook.com/events/572362656135280/ + https://www.facebook.com/events/192550480905659/
Sorocaba: https://www.facebook.com/events/609715859062653/ + https://www.facebook.com/events/543407379029721/
Suzano: https://www.facebook.com/events/408173879298617/
Tatuí: https://www.facebook.com/events/508187389254157/
Taubaté: https://www.facebook.com/events/296036573876166/
Votorantim: https://www.facebook.com/events/550448051663395/
____________________

SERGIPE

Aracaju: https://www.facebook.com/events/269430643196171/ + https://www.facebook.com/events/181557795353708/
____________________

TOCANTINS

Augustinópolis: https://www.facebook.com/events/407570189351310/
Palmas: https://www.facebook.com/events/424779744305256/ + https://www.facebook.com/events/218146955003038/
____________________

EXTERIOR

Christchurch, Nova Zelândia: https://www.facebook.com/events/455022801260457/
Santa Cruz de La Sierra, Bolívia: https://www.facebook.com/events/525174794214926/

alien98

ARTIGO – No limite, por Marli Gonçalves

no limiteComo diria uma amiga que nunca perdeu o forte sotaque alemão: “Estamos porrrrr aqui”, e ela colocaria a mão sobre a testa, riscando da esquerda para a direita, naquele gesto que fazemos quando tudo está mesmo “por aqui”: a água, a lama, o custo de vida, a bestialidade humana. Estamos todos porrrrr aqui. Porque estamos no limite de tudo, inclusive de nossa paciência, e – chato – não há mais como ser muito revolucionário, diferente

Não foi só aqui, ali, que os rojões estouraram e que vêm há algum tempo surgindo revoltas, algumas mais criativas, outras mais violentas, explicáveis ou não, atrasadas ou não. É tendência, certa modinha até. Coisas dos tempos, dirão alguns, coisas do fim dos tempos, dirão os mais pessimistas.

no limite 2A verdade é que há saturação – e cada vez mais rápida. E os nossos limites estão ficando a cada dia mais estreitos, basta se dar conta do que ocorre ao redor para perceber. Quando as coisas saem do limite, explodem. Daí uma manifestação que reclama de centavos se tornar um problema e ganhar o mundo, assim como uma tese no fundo maluca e inverossímil, a dos transportes coletivos gratuitos. Ou alguém aí acha que dá para acolher essa luta em sã consciência? Vamos tirar o dinheiro de onde? Do meu, não exatamente bolso, não, nem pense.

Mas pouco importa a lógica ultimamente. Jovens libertários fortemente armados com cartolinas coloridas e boas frases escritas com canetas hidrográficas, máscaras sofisticadas e se comunicando o tempo inteiro entre si, registrando cada segundo de seus próprios passos, são uma novidade por aqui e vão gostar da brincadeira, acreditem. Eles podem surgir apelando por qualquer coisa: inconscientemente estão tentando ir além dos tais limites.

no limite 3As cidades, especialmente São Paulo, travam até em dias ensolarados. Não há onde colocar mais carros nas descuidadas ruas e avenidas sem planejamento e que entram em obras contratadas e feitas igual ao focinho dos governantes. Tudo é superlativo: muita gente, muita confusão, muita emoção. Daqui a pouco seremos mesmo “potes até aqui de lágrimas”. Chorando, parados, em congestionamentos.

Vamos lá. Na moda não há mais o que inventar, a ponto de repetições surgirem uma atrás da outra, com nomes estilosos como vintage, releitura, inspirações muito próximas a cópias. Tudo tão antigo, mas que, como muitos não viram, as coisas são vendidas como o último grito, grandes rebeldias. Não é que tem até garoto de escola chique querendo andar de saia para zoar, sem tese precisa, e fazendo com que Flávio de Carvalho se revire no túmulo? Ele, sim, foi incisivo nos anos 50: “a saia e a blusa libertariam o homem moderno do calor”, levando ventinhos especialmente para as partes baixas.

chorandoE comportamentos, então? Vamos à questão dos gêneros. Não há mais nenhuma letrinha para chegar, pelo menos que eu saiba, ao LGBTS, gays, lésbicas, transgeneros, travestis. Só simpatizantes, o S, ou quem sabe, os discordantes, infelicianamente, que ocupariam o D. O que ainda pode surgir, uma vez que a religião, também no limite, tentará regrar? Incesto, zoofilia, nem precisa. O comportamento humano é o que nunca terá limites.

O ar que respiramos está no limite. A água que bebemos está no limite. As sacanagens que fazemos com a Terra já atingem o espaço, o infinito. Os oceanos já buscam ultrapassar os limites que lhes impusemos, e vêm lambendo nossas costas, o que é trágico, pouco sensual.

Tudo reflete na política, nessa aí onde não há mais nem direita nem esquerda, muito ao contrário, diriam alguns. Democratas viram ditadores em minutos. Modernos e queridinhos transformam-se em monstros com qualquer estalar. Gente boa aplaude espionagem de nossas vidas privadas. E tudo aquilo que nos juraram que jamais ocorreria de novo, os horrores de guerra, os líderes de turbas e métodos sanguinários, todos os dias estampam jornais e chegam mais perto de nossas portas.limitações

Estamos porrrrr aqui. Mas vamos tentar sempre ultrapassar os limites, porque ainda não os estamos vendo claramente.

São Paulo, flamejante, 2013 animated_fireMarli Gonçalves é jornalista– Assistindo ao transbordo. Porque o limite não é o fim.

********************************************************************
E-mails:
marli@brickmann.com.br
marligo@uol.com.br

Tenho um blog, Marli Gonçalves, divertido e informante ao mesmo tempo, no https://marligo.wordpress.com. Estou no Facebook. E no Twitter @Marligo

BudA

Manifestação disso, daquilo…O melhor negócio do momento: fabricante de gás lacrimogêneo e spray de pimenta

   busMas, para não dizer que não participo dos movimentos sociais, busquei modelos de máscaras para os manifestantes, que chegam em grupos, jovens estudantes que se misturam a outros grupos

bus94

beautiful-carnival-mask-source_xm1

carnival-mask-source_m6l

scary-carnival-mask-source_xfo

heart-mask-source_xd6

bus7

Vamos ter de ir às ruas…Em São Paulo, já no sábado, 9, às duas da tarde

    • agmisc3 dag037 populaçãoNÃO É PORQUE É EVANGÉLICO;
      NÃO É PORQUE NÃO SABE ONDE ESTÁ PARADO.
      É PELO CONJUNTO DA OBRA.
      E AÍ A GENTE APROVEITA PARA PROTESTAR CONTRA A LISTA TODA:
      – BLAIRO MAGGI NA COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE DO SENADO;
      – GABRIEL CHALITA, PRESIDENTE DA COMISSÃO DE EDUCAÇÃO;
      – RENAN CALHEIROS E HENRIQUE ALVES NAS PRESIDÊNCIAS DO SENADO E DA CÂMARA, RESPECTIVAMENTE;
      – LULA COMO PRESIDENTE E PALPITEIRO  PARALELO;
      – DILMA SE FAZENDO DE BOBA;
      – MANTEGA CONTINUA MINISTRO;
      – PETROBRAS INDO PRO BURACO;
      – E PELO QUE A GENTE VAI FICAR SABENDO MAIS ATÉ O SÁBADO CHEGAR…
    • 14:00
  • Esquinas da Av. Paulista, R. da Consolação e Rebouças. (metrôs Consolação e Paulista)

  • Repudiamos a nomeação do Pr. Marco Feliciano e convocamos todos os interessados a vir pra rua conosco. Venham negros, LGBTs, ‘putas’, cristãos que seguem os ensinamentos de Jesus Cristo de fato, punks, deficientes físicos, agnósticos, donas de casa, empresários, estudantes, professores, desempregados, judeus, ateus e toda e qualquer pessoa que cansou da avacalhação deste que é o PIOR CONGRESSO DESDE A REDEMOCRATIZAÇÃO! Apoiamos eventos paralelos em outras cidades. CHEGA!

    PASTOR DIZ QUE A ÁFRICA FOI AMALDIÇOADA POR NOÉ:
    http://www.youtube.com/watch?v=1wbyZm3EnMQ

    Em tempo: O evento não é anti-evangélico. Demonstrações de ódio religioso não serão toleradas.

Atenção, jornalistas. Absurdos na Casper Líbero, que demite Edson Flosi impiedosamente. Caio Túlio se demite, se revolta e escreve carta forte. Leia aqui.

AMIGOS TODOS, VEJAM COMO ANDA O MUNDO DO JORNALISMO, DA EDUCAÇÃO.

APLAUSOS AO CAIO TÚLIO

Por Leonardo Sacco

Gostaria de compartilhar com você um problema bastante sério que assola a Cásper Líbero nesta semana. Sou aluno (4º ano) e, como muitos outros, estou inconformado com a decisão da Fundação de demitir o professor Edson Flosi por conta de seu delicado estado de saúde.

Junto com ele, foi embora, em forma de protesto, o professor Caio Tulio Costa. Nós, alunos, resolvemos nos manifestar contra esse absurdo e por melhoras na nossa instituição e compartilhamos aqui a carta de demissão de Caio Tulio. Se puder nos ajudar, seria muito bom. Segue abaixo a carta.

Aos Professores Teresa Vitali e Alípio Rodriguez Liñeira Faculdade Cásper Líbero
C/C Professores Welington Andrade, Igor Fuser, Dimas Kunsch e Edson Flosi

Caros professores,

É com imenso pesar e constrangimento que me demito da função de professor da graduação e da pós-graduação da Faculdade Cásper Líbero.

E o faço em caráter irrevogável a partir desta data. Algumas razões me levam a lhes dar minha demissão em momento tão inoportuno – porque os alunos não merecem tais interrupções – e de forma tão tempestiva.

Faço questão de explicitá-las, em respeito à transparência que rege nossas relações profissionais. A primeira e fundamental razão está ligada à demissão do professor Edson Flosi após 16 anos de dedicação total à Faculdade.

Incapacitado de dar aulas, mas apto a prestar os serviços que vinha executando de assessoria e orientação, tanto de forma remota quanto presencial, ele foi desligado mesmo estando doente como está. Não me sinto bem em ambiente que comete tal ação e cujos dirigentes concordem com ela caso tenha sido imposta por instância superior da Fundação Cásper Líbero, mantenedora da Faculdade.

As outras razões são muitas e, entre elas, faço questão de dizer que me surpreenderam a redução do salário dos professores orientadores de TCCs; a quantidade de alunos espremidos em salas despreparadas para receber quase 60 deles nos cursos matinais do quarto ano de jornalismo; a falta de salas de aula climatizadas; a falta de salas de aula com proteção acústica, a falta de lousas adequadas, a falta de incentivos a parcerias com outras instituições ou a inexistência total e absoluta de um sistema de mérito.

Informo também que não terei condições de ministrar a aula na pós-graduação na noite de hoje. Foi-me por demais penoso dar aula na graduação durante a manhã.Fico no aguardo das providências cabíveis para meu desligamento.Atenciosamente,Caio Túlio Costa Professor Titular de Ética Jornalística e Professor na pós-graduação do curso de Mídia, Redes Sociais e Opinião Pública.

 fonte: blog do Luis nassif

Agora o povo se junta toda hora, por tudo. O chamado da vez é para abraçar a …Avenida Paulista. Leia o que recebi sobre esse assunto.

 

ABRAÇO COLETIVO À AVENIDA PAULISTA

População se reúne em gesto de amor pela cidade e respeito ao próximo

 Na quarta-feira, 22 de junho, véspera de feriado, pontualmente ao meio-dia, nas calçadas ao longo de toda a Avenida Paulista, em São Paulo, paulistanos e visitantes vão parar por cinco minutos e dar as mãos a quem estiver mais próximo. Este gesto, lançado nas redes sociais e apoiado pelas mais diversas empresas e instituições situadas na avenida e proximidades, é uma declaração de amor à cidade e um protesto silencioso contra todo tipo de violência. Desde bullying, dentro e fora das escolas, agressões a pedestres apenas por serem diferentes e até intolerância entre as torcidas organizadas. Espera-se, inclusive, a fantástica imagem de torcedores de times rivais juntos, de mãos dadas, numa única torcida pela paz.

 O ato acontece na semana que antecede a Parada LGBT de São Paulo, marcada para o domingo 26. Prevê-se, por conta também do feriado no dia 23, que a cidade estará repleta de turistas. A organização orienta a todos a não interromper o trânsito de nenhuma rua transversal. A “corrente” de pessoas de mãos dadas será cortada ao cruzar uma rua e continuada do outro lado. Monitores voluntários orientarão o público participante e darão avisos de que faltam dez, cinco e um minuto para o início do abraço simbólico.

 Condomínios, empresas e instituições da avenida Paulista (como Conjunto Nacional, FIESP, Associação Paulista Viva, Gazeta, Fnac, entre outras) abraçaram a iniciativa e já estão mobilizando seus funcionários e clientes, inclusive estimulando a participação como monitores voluntários. A Polícia Militar e a Sub-Prefeitura da Sé também manifestaram apoio à iniciativa e prometem participar.

COMO ACESSAR: http://www.facebook.com/profile.php?id=100001576257935#!/event.php?eid=192430137474487

 

 

divulgação