Para onde vão os indecisos. Veja essa análise do César Maia. Ele pode ser o que for, mas de marketing político entende

FONTE: EX-BLOG DE CESAR MAIA

circle03ELEIÇÃO PRESIDENCIAL: PARA ONDE VÃO OS INDECISOS?

1. Os indecisos numa eleição majoritária não são apenas aqueles que marcam branco, nulo, não sabem ou não responderam. Entre os que marcam sua intenção de voto estão também indecisos. Os institutos de pesquisa identificam a proporção deles perguntando se estão decididos ou podem mudar o voto.

2. Mas, de qualquer maneira, aqueles que marcam branco/nulo/não sabe/não respondeu são certamente os efetivamente indecisos, que tanto podem votar como não votar em nenhum candidato.

3. Todas essas dezenas de pesquisas para presidente mostram Dilma com X% das intenções de voto e os demais somados têm quase –mais ou menos- esses X% de intenções de voto.

4. (Band, 28) “O Índice Band – que sintetiza as últimas pesquisas de intenção de voto – mostra que é grande a probabilidade de a eleição presidencial ser decidida no segundo turno. De acordo com a ferramenta, Dilma Rousseff (PT) teria hoje 50% dos votos válidos. Aécio Neves (PSDB) ficaria com 29%. Eduardo Campos (PSB) somaria 11%. Já Pastor Everaldo (PSC) teria 4% dos votos válidos.”

5. Os institutos tem perguntado aos completamente indecisos algo assim: “Mas no dia das eleições, tem mais chance de votar Dilma ou outro candidato?”. Bom, a resposta para esta questão tem dado em quase todos os estados, 80-90% para um dos outros e 20-10% para Dilma. Ou seja: numa pesquisa com Dilma 40% outros 40%, e 10% indecisos e 10% branco/nulo, com os números de hoje, se pode cravar que Dilma fica com 42%, e os demais com 48% no dia da eleição. E 10% mantêm a decisão de anular ou votar em branco.

6. Importante lembrar isso, até em defesa dos institutos, para não virem as análises costumeiras: “institutos erram, 2º turno com folga” ou “Surpresa nas Urnas”, ou etc.

o que vai dar

Lavareda, um dos maiores homens do marketing político nacional, é preso pela PF, em Recife. Estaria portando arma. Veja matéria de um site de lá.

Antônio Lavareda é preso pela Polícia Federal

Antônio Lavareda é preso pela Polícia Federal

28/03/2012 04:21

 FONTE: http://www.leituracritica.com

Por Ricardo Antunes*

Pouco mais de 24 horas depois de ter assumido o comando oficial da campanha do Prefeito João da Costa, o marqueteiro Antônio Lavareda foi preso pela Polícia Federal quando tentava embarcar com munição calibre 38 no voo 363 da TAM com destino a São Paulo. O fato provocou grande repercussão nas redes sociais e foi noticiado com exclusividade pelo Pernambuco.com, portal do Diario de Pernambuco. A prisão do polêmico cientista político ocorre apenas dois meses depois da aquisição da agência de propaganda RGA, que detém contratos milionários com o Governo do Estado e com a Prefeitura do Recife.

Lavareda, estava se deslocando à capital paulista para um encontro reservado com o Prefeito do Recife João da Costa e um empresário do setor de call center. Segundo o delegado Hilton Lira, ele deve responder a inquérito policial por porte ilegal de munição. Visivelmente constrangido, o marqueteiro justificou que as munições “provavelmente caíram da arma” e ele não teria notado a presença delas na bagagem. O delegado considerou “inverossímil” a tese do detido, mas liberou Lavareda depois de pagamento de fiança. Dois advogados do empresário foram chamados para a Delegacia do Turista, onde ele ficou detido por cerca de duas horas depois de passar pelas dependências da Policia Federal. A pena para esse tipo de crime é de quatro anos de prisão.

Ainda hoje, eu conto tudo sobre essa estranha história que envolve um dos mais conhecidos marqueteiros do Brasil e com uma grande influência nos centros de decisões do poder. Milionário em apenas 15 anos, Antônio Lavareda construiu uma história de sucesso no meio político e empresarial. É proprietário de um banco, três agências de propaganda, uma empresa de pesquisa de opinião pública e duas empresas de construção civil e do setor imobiliário.

Odiado por Jarbas Vasconcelos, de quem foi amigo íntimo e conselheiro desde 1985, ele comandou com mão de ferro a campanha eleitoral de Mendonça Filho (PFL) em 2006 e hoje tenta fazer a travessia para o PT, não escondendo de ninguém sua admiração pelo governador Eduardo Campos. O mesmo Eduardo Campos que foi alvejado com munição pesada pelo marqueteiro, no guia eleitoral com a questão do “Escândalo dos Precatórios”. Detentor de um contrato milionário com o PSDB nacional, via o senador Sérgio Guerra, Antônio Lavareda conseguiu, com sua habilidade e competência, chegar ao núcleo do poder do PT local e está a um passo de conseguir seu principal objetivo que persegue com sua contumaz obsessão: dividir as verbas de propaganda do Governo do Estado e virar consutor do governador para a eventual campanha presidencial em 2014. “Tenho muita admiração por ele”, costuma ressaltar o marqueteiro que é amigo pessoal do advogado Antônio Campos.

RIP RONALD KUNTZ – pioneiro de marketing político morre em SP

MORRE RONALD KUNTZ, UM DOS PIONEIROS DO MARKETING POLÍTICO

MENSAGEM DA ABCOP –  

Associação Brasileira de Consultores Políticos [abcop@abcop.com.br]

Faleceu nesta manhã Ronald Kuntz, um dos precursores do marketing político no Brasil. Autor de oito livros, entre eles Marketing Político: Eficiência a Serviço do Candidato (1982) e Manual de Campanha Eleitoral (1986), Kuntz será velado hoje, a partir das 17h, no velório do Hospital Beneficência Portuguesa e cremado amanhã (17), às 12h, no Crematório da Vila Alpina. A ABCOP se solidariza com a perda deste, que foi um dos pioneiros das técnicas de marketing político e eleitoral.

Hospital Beneficência Portuguesa
Rua Maestro Cardim, 769 – Bela Vista – São Paulo – SP

Crematório Vila Alpina
Av. Francisco Falconi, 437 – Jardim Avelino – São Paulo – SP