#ADEHOJE – BRASIL EM DEMOLIÇÃO. HACKERS TOCAM O TERROR.

#ADEHOJE – BRASIL EM DEMOLIÇÃO. HACKERS TOCAM O TERROR.

 

SÓ UM MINUTO – Hoje escutei – pelo rádio, imprensa – que o homem que nos desgoverna no momento quer decretar redução de várias florestas do país. Estamos passando carão junto a Noruega e à Alemanha por conta do Fundo Amazônia, que o governo está tentando por a mão grande. Repararam que andamos para trás em várias de nossas árduas conquistas? O meio ambiente é sagrado, mas cada dia mais afetado. Registro aqui que, por exemplo, a poluição sonora que tanto mal faz à saúde, está cada vez pior. Agora, pare, escute só. Nas áreas urbanas é verdadeiramente insuportável.

José Robalinho, ex-presidente da Associação Nacional dos Procuradores, trocou mensagens com hacker ontem à noite. Atendeu, e conversou, pensando que era outro procurador…. não percebeu que se tratava de um hacker, ouviu o áudio e respondeu a mensagem analisando o teor do conteúdo enviado. Os hackers estão tocando o terror e mostrando organização e objetivos.

#ADEHOJE – TODO DIA, NOSSOS SUSTOS. E A DIVISÃO SE ACENTUA.

#ADEHOJE – TODO DIA, NOSSOS SUSTOS. E A DIVISÃO SE ACENTUA.

 

SÓ UM MINUTO – Quando comecei esse programa há sete meses, logo após o resultado das eleições, mal ou bem, pela experiência, já sabia que todos os dias teríamos muitas coisas para comentar. Primeiro pensei em fazer com humor, mas com o tempo, infelizmente, as coisas foram se deteriorando tanto que até o humor fica prejudicado. Resta a ironia. São cinco meses de um governo confuso como biruta de aeroporto; que propõe retrocessos inaceitáveis e que cria casos em sequência.

Mas garanto que, por mais que soubesse que teríamos problemas, nunca poderia imaginar que seriam tantos! Ministros da Educação como esses dois, o de agora é mais perigoso que o colombiano! – a troca de cargos feitas à faca, relações externas feitas a navalha, ministra da Mulher que não vê os fatos, o da Justiça engolindo sapos seguidamente. O do Meio Ambiente mais um sem noção. E um presidente que, junto com os filhos e uma turma, parecem apenas querer uma divisão ainda maior do que a que vivemos tão apreensivos.

#ADEHOJE – SAÍDAS, RENÚNCIAS, CHAMADOS, AMEAÇAS

#ADEHOJE – SAÍDAS, RENÚNCIAS, CHAMADOS, AMEAÇAS

 

SÓ UM MINUTO – O último final de semana de maio começa com frio no tempo e calor nos acontecimentos.

A imprevisível manifestação de domingo, que junta alhos e bugalhos sem direção.

A repercussão da renúncia da primeira ministra britânica Thereza May e o que acontecerá com o Brexit, a discussão da saída do Reino Unido da Comunidade Europeia. Renúncia aqui, ali, e até o Paulo Guedes diz que renuncia se não conseguir aprovar a reforma da Previdência em seus termos

O caso da mãe, aqui em São Paulo, que atirou a filha de três anos pela janela e horas depois se atirou também, depois de tentar atear fogo no apartamento – mais um termômetro da confusão mental e problemas que atingem a população.

A liberação dos militares que fuzilaram o carro de uma família e que matou duas pessoas; as discussões sobre o avanço da liberação dos agrotóxicos, o avanço que tentam em cima de áreas ambientais protegidas, todas as mordidas que tentam todos os dias.

 

Imagem relacionada

#ADEHOJE – SUICÍDIOS POLÍTICOS. VÁRIAS FORMAS

#ADEHOJE – ASSASSINOS. TRAGÉDIA ANUNCIADA NO MAR DE LAMA

#ADEHOJE – ASSASSINOS. TRAGÉDIA ANUNCIADA NO MAR DE LAMA

 

O que é possível falar em um dia como ontem, como hoje? Se falássemos o que sentimos seria censurado, tantos palavrões dirigiríamos a quem poderia ter – acaso – ter evitado essa tragédia. Ainda são mais de 150 desaparecidos, as imagens são terríveis. O mar de lama varreu tudo o que encontrou pela frente. Não se tem ainda claramente a mínima noção dos desdobramentos desse horror. #Nãofoiacidente. Oremos pelas centenas de mortos que nos assombrarão por muito tempo, almas que estarão em busca de Justiça.

ARTIGO – Consulte aqui nossas previsões certeiras. Por Marli Gonçalves

Conjecturas, suposições, adivinhações, augúrios, palpites, prognósticos, profecias, presságios, vaticínios, pressentimentos, predições. E, claro, um pouco de obviedades, sinais, indícios, palpites, estimativas. Com precisão, precisão mesmo, não dá nem pra prever o tempo que fará daqui a pouco, mas a gente quer sempre saber mais pra frente.

2018: qual vai ser a do ano? Fui dar uma olhada. Aliás, eu, você, milhões de pessoas nesse momento tentando achar os fios de otimismo que possam costurar nossos retalhos de vida. Nos dar alguma confiança, esperança, forças, ativar nosso otimismo que foi bombardeado nos últimos tempos. Saber se vamos amar e ser amados, se será mais fácil ou difícil, que riscos correremos. Adoraríamos poder quebrar as surpresas para que elas não nos surpreendam, pelo menos não tanto. Até porque se soubéssemos mesmo o futuro, se nos fosse dado esse poder, iríamos brigar tanto com ele, interferir tanto, que de nada adiantaria. Assim é o destino, que traçamos dia a dia.

Por isso não é bom ficar atentando. Dizem que só se deve buscar essas predições – principalmente as pessoais – com videntes, bruxas, magos, seja quem for tão iluminado que você acredite ou pague para ouvir, com intervalo de, no mínimo, seis meses. Justamente porque tentamos ir ao encontro ou delas desviar, e mudamos tudo. Igual entrar numa rua em vez de outra, escolher uma estrada. Tudo o que passamos os dias a decidir. Pensa: quase tudo poderia ser mudado de um segundo a outro, de um minuto a outro, um dia, um mês. Um ano.

Essa é a realidade, jogada por búzios, cartas de baralho, pedrinhas ou palitinhos. Calculada pela Numerologia. Antevista em bolas de cristal, ou na difícil interpretação do I-Ching. Haverá sempre significativas mudanças políticas, sociais e econômicas nesse mundo em constante mutação. O meio ambiente gritará por socorro da única forma que sabe, em catástrofes, já que seus apelos lentos e silenciosos não fazem mais efeito.

Muita gente nascerá. E muita gente morrerá, inclusive algumas personalidades, aquelas pessoas que são mais notícia que outras, e mais uma vez teremos a sensação de perder gente boa com os ruins ficando. Em geral, quando as pessoas morrem, imediatamente conseguem a redenção de suas falhas, dependendo de quem são ou foram. De herança, ficarão os registros de seus feitos no Google e os seus perfis nas redes sociais se ninguém puder apagá-los.

Sobre se a gente vai ganhar a Copa do Mundo, quem será eleito, preso, julgado, condenado, quem vai ganhar o Carnaval, qual será a situação econômica, qual cura será encontrada, as dezenas de videntes, cartomantes, astrólogos, esotéricos e afins que li se dividem bastante. Dizem que estaremos nas ruas protestando, bateremos panelas novamente, que novos atos terroristas ocorrerão. Claro que o Trump vai fazer “trumpices” brincando de guerra com a Coreia do Norte e com o Oriente Médio. Enfim, tudo o que é óbvio ocorrerá.

Contudo, busquei os fatos incontestes desse ano que chega, e que você poderá usar de acordo com seu entendimento, fé, crença. Às 13h15 de 20 de março, Saturno, bem cansado, passará o bastão para Júpiter. É o maior planeta do sistema. Por isso tudo será grande, explicam. Interessante…

16 de fevereiro, o Ano Novo Chinês chegará latindo, sob a regência do Cão – Cão de Terra, para ser mais específica. Ficará de guarda até 5 de fevereiro de 2019. Lealdade, vigilância e conquista são suas marcas.

O grande Xangô, da Justiça, governará nossas cabeças. Mas será auxiliado por Yansã, Nanã e Exu, numa combinação nada comum, que até para santo arrumar essa bagunça do ano que se vai não será nada fácil.

Creio que também poderemos ajudar. Feliz Ano Novo! Boa Sorte. Em branco, dourado, na cor que puder pintar esse mundo.

______________________________________________

  Marli Gonçalves, jornalista – Ah! Esqueci-me de mencionar que a China avançará a passos mais largos ainda para se tornar a maior potência mundial e o que pode modificar o eixo do planeta. Tá bom pra você? Consulte a “Mãe Marli“ todas as semanas para saber mais.

 

 2018, a gente está aqui agoniado esperando você ser melhor

marligo@uol.com.br
marli@brickmann.com.br

______________________________________________________________

Tubarões ao ar. Veja esse manifesto. Assine. Pela preservação do tubarão e de suas barbatanas

Animated-deep-sea-diver-with-shark-swimming-in-circles-around-himRecebi esse manifesto, com pedido de assinatura pro abaixo-assinado.

Vamos salvar os tubarõezinhos! Não vamos deixá-los ficar por aí passeando em aviões, muito menos mortos e com suas coisinhas arrancadas

 

GOL Linhas Aéreas: Proíba o transporte de barbatanas de tubarão.

Por Joao Talocchi
Manaus

Anualmente, populações de tubarões tem declinado rapidamente devido a sobrepesca e destruição de seu habitat. Em algumas regiões do mundo, 90% das populações já foram dizimadas. A União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN) indica que 56% de todas as espécies de tubarão estão em alto risco de extinção.

A demanda por sopa de barbatana de tubarão é a maior causa do colapso das populações de tubarões. De acordo com os dados científicos mais recentes, 100 milhões de barbatanas de tubarão são negociadas no mundo todos os anos e, de acordo com a FAO, este número pode estar subestimado em 3 ou 4 vezes.

Dados do governo de Hong Kong indicam que mais de 1.162 toneladas de barbatanas de tubarão foram importadas por Hong Kong em 2012, dos quais 14,1% por via aérea. Pate desse total pode ter sido transportada, durante parte de sua trajetória, em aviões da GOL. De acordo com um relatório da rede global de monitoramento do tráfico de vida selvagem, o Brasil é o nono país onde há maior captura de tubarões.

animaatjes-haaien-63112Não é difícil concluir que as toneladas de barbatanas de tubarão que são transportadas como carga para Hong Kong e que podem ter originado sua rota em aviões da GOL no Brasil, estão diretamente ligadas a ameaças de extinção à diversas espécies de tubarão e à degradação do ambiente marinho.

Outras empresas aéreas já estão no caminho certo. Nos últimos meses a Cathay Pacific Airways Cargo anunciou publicamente o compromisso de parar de transportar barbatanas de tubarão e produtos relacionados em seus aviões. Outras linhas aéreas que também adotaram políticas similares são LATAM, Fiji Airways, Dragonair, Air Hong Kong, Korean Airlines, Asiana Airlines, Qantas e Air New Zealand, sendo que as 4 últimas merecem atenção especial por terem banido todas as barbatanas de turbarão, inclusive aquelas consideradas “sustentáveis”.

Linhas marítimas também adotaram políticas similares. Em 2010, a Maersk anunciou que não irá transportar mais barbatanas de tubarão e produtos relacionados em seus navios cargueiros. Em Julho de 2013, a Evergreen Line de Taiwan fez o mesmo.

No início deste ano, a ONU, por meio da CITES, concedeu proteção a várias espécies de tubarão e o programa de crimes ambientais da INTERPOL advertiu às linhas aéreas que o transporte destas barbatanas por resultar em implicações criminais.

Por estes motivos, solicito que a GOL se comprometa publicamente à não transportar barbatanas de tubarão e produtos relacionados em seus voos, incluindo um prazo agressivo para a efetivação da proibição e a publicação deste compromisso em seu site.
Atenciosamente,
João Henrique Talocchi;
Eduardo Santaela;
Alex Hofford, Diretor Executivo, MyOcean, Hong Kong;
Ran Elfassy, Diretor Executivo, Shark Rescue, Hong Kong;
Design: Felipe Lobo

shark on a boardLINK PARA O ABAIXO ASSINADO:

https://www.change.org/pt-BR/peti%C3%A7%C3%B5es/gol-linhas-a%C3%A9reas-pro%C3%ADba-o-transporte-de-barbatanas-de-tubar%C3%A3o?utm_source=action_alert&utm_medium=email&utm_campaign=56364&alert_id=bPWKNHjmqI_EBHlFXpDcd