Mais uma, só para “tocar o terror”. Sobre armas não-letais e machucantes

 

sadCom todo gás

Em meio à crise econômica mundial, um setor da indústria está se dando bem: os fabricantes de gás lacrimogêneo. Desde a Primavera Árabe (no final de 2010), esse mercado não para de faturar bilhões. Na linha de frente, a brasileira Condor Non-Lethal Technologies vende o produto para 41 países, especialmente – claro – para o Brasil.

fonte – coluna Aziz Ahmed – Jornal O POVO/RJ