Meus inconfidentes protestam! Veja o que acharam de mais um tabefe de Lula

RECEBI UMA MENSAGEM MUITO ESPECIAL, DE MINAS, DE MEUS INCONFIDENTES, COMO OS CHAMAREI A PARTIR DE AGORA.

QUEM SABE DESSES INCONFIDENTES PODERÁ VIR NOSSA VITÓRIA?

MINHA OPINIÃO? BATTISTI? E O RESTO DA LISTA? NEM SEI O QUE DIZER, AMIGOS!

tõ brava com  uma lisrta de coisas enormes!

Helena, em especial e Queridos todos, o que de melhor poderia fazer senão publicar a carta de vocês?

Oi Marli,

Minha galera aqui de Minas, Terra dos Inconfidentes, estamos aqui
confabulando acêrca do absurdo deste Cezare Battisti passar a ser
cidadão brasileiro.Achamos esta uma tremenda aberração.O Lula governa
o país, até hoje, mas não é dono do Brasil.Uma decisão desta tem que,
necessariamente, passar pelo crivo nosso.Não queremos abrigar, de
forma alguma, abrigar assassinos de outro país aqui.A Advogacia geral
da União com seu parecer favorável, afronta-nos.Ela tem que defender
os interesses da União e a União também pertence ao povo.Portanto,
pensamos, va via Battisti.Vá pagar por seus crimes.Vá para São
Bernardo Lula, com seus 87%? Mas vá assim mesmo.A hegemonia dele  deve
terminar aqui  e hoje, sem mais protelações.

Apresentei seu blog à esta
imensa galera daqui, eles gostaram muito e estamos aqui ansiosos, para
ver em seu blog algo sobre Battisti, voce que nos empolga, por sua
tutela sempre firme, em prol dos interesses de seus seguidores,que são
os interesses do Brasil.

Não nos falte, colega.

Beijos para os findos 2010 e para os 2011 até o infinito.
Helena

Caso Battisti: névoa para não vermos onde a coisa pega mesmo…E vai pegar com a Itália…Isso sem falar no Poço Molusco.

Que lindo! Na véspera da posse da nova presidente, sai a decisão sobre Cesare Battisti.

O que eu tenho a ver com isso? Nada, sabe por quê?

ESTOU AINDA ME RECUPERANDO DA BOFETADA E PIADA DE MAU GOSTO DO CASO DO POÇO TUPI VIRAR POÇO LULA E ELES VIREM DIZER QUE É POR CAUSA DO MOLUSCO.

MOLUSCO. LESMAS SÃO “MOLUSCAS”

Desculpem. Para mim isso já vale uma REVOLUÇÃO . Dos nossos costumes, de tudo aguentar…

DO G1 – www.g1.com.br

Itália convoca embaixador para prestar informações, diz advogado

Informação foi confirmada por advogado que defende governo italiano.
Embaixador Gherardo La Francesca deve viajar à Itália na segunda-feira.

Robson Bonin Do G1, em Brasília

Cesare Battisti saindo do prédio da Justiça Federal, no Rio de Janeiro, em 10 de dezembroCesare Battisti saindo do prédio da Justiça Federal,
no Rio de Janeiro, em 10 de dezembro
(Foto: Sergio Moraes/Reuters)

Responsável pela defesa da Itália no caso da extradição do ativista Cesare Battisti, o advogado Ricardo Freire Vasconcelos afirmou nesta sexta-feira (31) ao G1 que o governo italiano convocou o embaixador Gherardo La Francesca para dar explicações sobre a decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de manter o militante de esquerda no Brasil. O objetivo é reunir informações para definir como será a atuação política do governo italiano no caso de agora em diante.

Segundo Freire, o embaixador deve viajar à Itália na segunda-feira (3), após participar da posse da presidente eleita, Dilma Rousseff. A princípio, a convocação tem o objetivo de esclarecer detalhes do processo e da decisão de Lula, não há informação se o governo italiano poderá retirar seus diplomatas do país. O G1 entrou em contato com o Itamaraty e não obteve resposta.

Entenda o caso Cesare Battisti

“É um ato comum que existe quando as relações de um país com o outro estão como estão, então o governo italiano quer ouvir pessoalmente o seu embaixador, o que está acontecenddo no Brasil. Não é uma resposta retaliativa”, disse o advogado.

O governo italiano também vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) da decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de não extraditar Cesare Battisti. Para os advogados do governo italiano, a soltura de Battisti ainda pode ser negada pelo Supremo Tribunal Federal, já que caberia à corte definir os efeitos da decisão do presidente Lula.

O primeiro ministro da Itália, Silvio Berlusconi, afirmou, em nota, que a decisão é contrária ao mais elementar senso de justiça”.

Ministro das Relações Exteriores

O chanceler Celso Amorim, ministro das Relações Exteriores, afirmou, também nesta sexta, que não acredita que as relações diplomáticas com a Itália possam ser prejudicadas. Para Amorim, o Brasil “tomou uma decisão soberana”, com base no Tratado de Extradição firmado entre Brasil e Itália.

“Não temos nenhuma razão para estarmos preocupados com a relação com a Itália. O Brasil tomou uma decisão soberana, dentro dos termos previstos no Tratado”, disse Amorim, em entrevista coletiva no Palácio do Planalto, após ler a nota da Presidência com a decisão de Lula.