Polícia Civil para de novo nesta terça, 17

 

judge6Polícia Civil realiza amanhã (17) nova Operação Blecaute

Delegados de Polícia e Policiais Civis do Estado realizarão nesta terça-feira (17) mais uma Operação Blecaute. O movimento suspenderá o atendimento, entre 10h e 16h, das Delegacias, Ciretrans e Seções de Trânsito de São Paulo.

Embora, o Governo do Estado tenha anunciado o envio de um Projeto de Lei à Assembleia Legislativa que prevê a concessão de aumento salarial linear de 7%, a proposta ainda está distante de atender às reivindicações dos Policiais Civis, que protestam pelo reconhecimento da carreira jurídica para os Delegados de Polícia, nível universitário para Investigadores e Escrivães e reestruturação para as demais carreiras.

 Está será a sétima Operação Blecaute, iniciativa organizada pela Adpesp (Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo) que interrompe temporariamente os atendimentos das Delegacias, Ciretrans e Seções de Trânsito de São Paulo. A ação não visa prejudicar a população já penalizada pela falta de segurança, mas debater publicamente sobre o descaso com que a Instituição vem sendo tratada pelo Governo tucano que há duas décadas segue sucateando a Polícia Civil.

 Marcha de Protesto acontece quinta-feira (19) na cidade de Santos

 A insatisfação geral dos Policiais Civis também será registrada durante a Marcha de Protesto que ocorrerá na quinta-feira (19) na cidade de Santos. O ato reunirá os representantes de todas as seccionais do Estado em passeata que partirá da Praça Mauá rumo à Câmara Municipal.

Fonte: assessoria de imprensa

AMANHÃ, 10 DE SETEMBRO: Polícia faz Operação Blecaute

002

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA ADPESP

Amanhã (10/09), nova Operação Blecaute irá interromper, entre 10h e 16h, os atendimentos das Delegacias, Ciretran’s e Seções de Trânsito do Estado 

 A Polícia Civil de São Paulo novamente irá paralisar suas atividades, entre 10h e 16h, com a sexta Operação Blecaute. O ato, organizado pela Adpesp (Associação dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo) com o apoio do Sindpesp (Sindicato dos Delegados do Estado de São Paulo), visa protestar contra as péssimas condições de trabalho que há duas décadas vem sendo impostas pelo Governo estadual.

 Durante o período, todas as Delegacias, Ciretran’s e Seções de Trânsito do Estado permanecerão de portas abertas, mas com suas atividades suspensas. A intenção da paralisação, de acordo com a presidente da Adpesp, Dra. Marilda Pansonato Pinheiro, não é prejudicar a população, e sim esclarecer a sociedade sobre o real cenário de sucateamento que vem impedindo a Polícia Civil de prestar um atendimento de qualidade ao cidadão.

 Na semana passada, a categoria se manteve em alerta, pois havia comprometimento do Governo em anunciar uma proposta de recomposição salarial aos Policiais Civis, fato que não se cumpriu.

 A categoria cogita decretar greve caso o Governo não se pronuncie ou se a proposta anunciada for insatisfatória. Desde 20 de agosto, Delegados de Polícia de São Paulo permanecem em estado de greve, iniciativa que deverá se prolongar até que as demais entidades representativas da Polícia Civil deliberem, em assembleias próprias, pelo movimento paredista para que unidas decretem greve geral da Polícia Civil.