#ADEHOJE – O DESTEMPERADO E OS  VIZINHOS DA CASA 58

#ADEHOJE – O DESTEMPERADO E OS VIZINHOS DA CASA 58

 

SÓ UM MINUTO – Temo que vai sobrar para o porteiro, igual na história recente sobrou para os motoristas, secretárias. A revelação de que outro dos acusados pelo assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes em março de 2018 naquele dia andou justamente no condomínio do presidente, visto junto ao maior acusado até agora, Ronnie Lessa. As milícias amigas e vizinhas, e do mesmo lugar onde vive também o filhote Carlos, o vereador do Rio. O presidente reagiu da pior forma – ameaçando até a TV Globo de não ter sua concessão renovada, “se ele estiver vivo”. Disse cobras e lagartos sobre o governador Witzel. Descontrolado, espumando, botou o Moro para agir, e pegar o inquérito. Mais uma caso que vai longe no país estacionado.

E, estacionado, o país vê a mancha negra de óleo continuar se espalhando, matando, inclusive a esperança de todo um povo que depende das praias. Pior: ninguém garante que não chegue ao Sudeste. Sem explicação, sem origem, dois meses!

Resultado de imagem para CASA 58

#ADEHOJE – UM ANO E NÃO FALTOU ASSUNTO. FAZ-NOS RIR

#ADEHOJE – UM ANO E NÃO FALTOU ASSUNTO. FAZ-NOS RIR

 

SÓ UM MINUTO – Na segunda-feira seguinte à eleição de Jair Bolsonaro comecei o #ADEHOJE. Sabendo, há muitos anos, inicialmente de seu despreparo, aliado à incapacidade e inconsistência, além das ideias reacionárias com alguma dose de sociopatia, era evidente que teríamos fatos todos os dias para comentar. Mas juro que não pensei que seriam tantos e tão graves e tão vergonhosos. Acreditava que uma equipe poderia romper isso, impondo a ele uma visão de Estado.
Vejo que estava errada e o último exemplo foi mais um ponto nessa loucura: ele, retratado como um leão atacado por hienas. Em um vídeo só, destratou e atacou todos os poderes, inclusive a imprensa. Todas as instituições e movimentos, inclusive o feminista. Não adiantou ele estar fora, viajando atrás de acordos comerciais inclusive importantes. Ele não para. Os Filhos do Capitão não param. Agora, ainda por cima, também atacou mais uma vez as mulheres ao falar do encontro com o príncipe saudita Mohammed bin Salman, o sanguinário, acusado do assassinato do jornalista Jamal Khashoggi dentro do consulado saudita em Istambul no ano passado. Ousou dizer: “Todo mundo gostaria de passar a tarde com um príncipe. Principalmente vocês, mulheres”
Não, presidente, gostaríamos não. Com esse, não. Já basta a violência que sofremos aqui no Brasil. O senhor apenas nos faz rir, aí, realmente, como hienas. Sem mais.
Vejam uma das coisas mais absurdas que já foram criadas por esse “desgoverno”:

#ADEHOJE – TIRAR DIREITOS OU XINGAR, AS SOLUÇÕES QUE ESCOLHEM

#ADEHOJE – TIRAR DIREITOS OU XINGAR, AS SOLUÇÕES QUE ESCOLHEM

 

SÓ UM MINUTO – O pensamento torto do atual governo se manifesta dia a dia. Agora Bolsonaro diz que é preferível ter menos direitos e mais empregos, especialmente par aos jovens e mais velhos. Opa! Ele não quer resolver o problema. Quer ajudar mais uma vez quem é mais rico e fazer de conta que está apoiando quem mais precisa. Assim vem sendo com as reformas, entre elas a da Previdência, ok, necessária, mas que está prejudicando os trabalhadores e, especialmente as mulheres. São dessa forma as soluções que esses governos – não é só esse não – propõem

Como é um governo cercado, todos trabalham assim. Na incompetência de conseguir agir contra o óleo que tinge de negro nossas praias e ecossistemas, o bonitinho Ricardo Salles ousou acusar o Greenpeace de ter jogado o óleo. Ainda chamou de “greenpixe” a organização mais importante do mundo na defesa do meio ambiente, Só por isso já devera ter sido demitido e levado a um tribunal internacional. Mas não, vamos continuar ouvindo aquela voz dizendo nada, e o ar de descerebrado.

Preocupada com a gente e com nossa vizinhança: eleições na Argentina e Uruguai. Bolívia em polvorosa. Chile pegando fogo. Equador…Venezuela… Mercosul se desintegrando

Resultado de imagem para RICARDO SALLES COM BOLSONARO

#ADEHOJE – COMO MANTER A MENTE QUIETA, A ESPINHA ERETA E O CORAÇÃO TRANQUILO?

#ADEHOJE –

COMO MANTER A MENTE QUIETA, A ESPINHA ERETA E O CORAÇÃO TRANQUILO?

SÓ UM MINUTO – A mente quieta, A espinha ereta. E o coração tranquilo…A frase imortal da canção de Walter Franco que nos deixou hoje, aos 74 anos, e que tanto nos inspira há tanto tempo está cada dia mais difícil de ser seguida.

Como? Com o óleo que a cada dia se espalha pelas nossas praias, mangues, infesta os corais? E com um ministro que ousa chamar o Greenpeace de ecoterroristas? Com essa gente que ousa acusar o derramamento como coisa da “esquerda”? Que quem protesta é preso, e não se sabe como será punido quem sujou o mar?

Com um maluco de um presidente que nos envergonha diante do mundo com aqueles seus olhos secos, arregalados e sem piscar? Com esses filhos zero zero zero que não cansam de nos surpreender? Eles e a turma que arrastam atrás de si.

Isso sem falar nessa reforma na previdência que atinge diretamente as mulheres, nas ideias de cortes sociais de Paulo Guedes. Tantas outras coisas que precisam de muito mais de um minuto, muito mais …

Imagem relacionada

#ADEHOJE – PRISÃO, PREVIDÊNCIA, REFORMAS. E NÓS, POBRES MORTAIS?

#ADEHOJE – PRISÃO, PREVIDÊNCIA, REFORMAS. E NÓS, POBRES MORTAIS?

SÓ UM MINUTO – Muitas decisões precisam ser tomadas para tentar que o país desatole, e comece alguma caminhada. Nós temos dúvidas sobre as decisões e os impactos delas em nossas vidas. Nós, os pobres mortais. Por exemplo, você sabe se a reforma da previdência vai te prejudicar? A mim, até a discussão já está prejudicando, uma vez que estou há mais de um ano pedindo aposentadoria e não consigo. Está tudo parado, milhões de pedidos. Hoje ouviremos o zum zum sobre a prisão em segunda instância que está sendo discutida no STF…

Mas o que está legal mesmo é ver que os Bolsonarinhos vão pular miudinho com as novas denúncias de utilização de redes para propagação de fakenews. Isso pode dar cana, impeachment… sim, impeachment, porque se ele se elegeu usado esse crime…

Temos muitos capítulos pela frente. Aliás, está fazendo um ano que gravo nosso #ADEHOJE. Inventei isso porque sabia que todo dia a ter bronca – comecei um dia após a eleição do homem, lembram?

#ADEHOJE – OS OLHOS E ÓLEOS GRUDENTOS

#ADEHOJE – OS OLHOS E ÓLEOS GRUDENTOS

 

SÓ UM MINUTO – Não é só o óleo negro que invade as praias o que nos atinge. Não é só ele que é grudento. Grudentas são as declarações e a ignorância. Os movimentos políticos que, em um momento tão grave como esse, aqui e no mundo, parecem querer brincar com nossa paciência, nos fazem lembrar uma casa em que todos brigam e ninguém tem razão, nem aqui, nem lá no Japão.

Protestos violentos no Chile, agora também na Bolívia. Guerras, guerras comerciais. Lutas pelo meio ambiente, pela liberdade, democracia, Oriente e Ocidente conflagrados. Mas parece que nada importa a não ser as bobagens que brotam do presidente, seus comandados, a troupe que o segue alegremente, e que vai e que volta igual ao piche.

De bom mesmo, parece só que por enquanto nos livramos do Eduardo Bolsonaro como embaixador nos Estados Unidos. Por enquanto…

#ADEHOJE – PALHAÇADAS POLÍTICAS. E O MUNDO EM POLVOROSA

#ADEHOJE – PALHAÇADAS POLÍTICAS. E O MUNDO EM POLVOROSA

SÓ UM MINUTOÉ, NÃO É, É. Bem, enquanto gravo, o filhinho do Capitão, aquele ser Eduardo Bolsonaro, é líder do tal PSL, partido do presidente. Pode ser que daqui a pouco não seja mais, uma vez que o Delegado Valdir está tentando retomar. O jogo todo é pelos milhões do fundo partidário, não é por ideologia, ou porque alguém queira fazer algo por mim, por você, por nós. Uma palhaçada, mais uma, igual a que o governo federal está fazendo com relação ao óleo que não para de chegar às praias naquele que já pode ser considerado o maior desastre ambiental do litoral do país.

Qual é o remédio para nos livrarmos dessas pragas políticas que nos assolam há décadas? Não tem para onde olhar. Nos resta tentar algum humor para assistir a esse debate de baixo nível.

No mundo, os assustadores e inflamados protestos; aqui perto, no Chile; mais longe em Barcelona…e em muitos outros locais, somando-se a Bolívia se as eleições lá derem algum curto circuito. No Brasil as ruas ainda não estão falando. Temo o momento que começarem balbuciar o que se passa.
palhaçadaespalhando areia