Dá licença de contar. Curta-metragem traz Paulo Miklos como…Adoniran Barbosa. Vamos ver no que deu. Aqui, o trailer.

Um curta-metragem que recria o universo existente nas canções de Adoniran Barbosa, calcado em uma estética condizente com tempo e espaço no qual o artista estava inserido. Episódios e personagens famosos nas canções do sambista paulistano são o fio condutor da história, retratando São Paulo nos anos 50.

FICHA TÉCNICA:

Um filme de Pedro Serrano

Elenco: Paulo Miklos, Gero Camilo, Gustavo Machado, Aisha Jambo, Caio Juliano, Zemanuel Piñeiro.

Direção e Roteiro: Pedro Serrano

Produção Executiva: Fernanda H. Wai de Oliveira e Pedro Serrano

Produção: Dias de Souza, Pedro Serrano, Toninho Gomes, Vanessa Galvão

Direção de Fotografia: Aldo Angelo Imperatrice

Direção de Arte: Rita Paste

Montagem: Christian Grinstein

Tirlha Sonora: Lucas Mayer

Desenho de Som: Niper Boaventura

Som Direto: Kiko Tchilian

Colorista: Marcio Pasqualino

Assitente de Direção: Elis Seta

Produção de Elenco: Marina Stacciarini e Pedro Serrano

Figurino: Ana Paula Lima

Maquiagem: Lucia Mello

Produção: Latitude Filmes
Co-Produção: Latina Estúdio

A gente não quer só comida. A gente quer Justiça. Boa, Titãs!

WantedTe devo uma

‘Quando as penas serão cumpridas’

José Dirceu nem sabe, mas está devendo uma a Alexandre Padilha, que não é mensaleiro nem ladrão, mas passou por um constrangimento no show dos Titãs, sábado, em Brasília.

Padilha estava todo serelepe, curtindo no show, quando Paulo Miklos, um dos vocalistas da banda, cobrou:

– Nós queremos saber é quando as penas serão cumpridas.

Não parou por aí.

Depois do delírio da massa, os Titãs atacaram com a música Vossa Excelência, que diz: “Estão nas mangas dos senhores ministros, nas capas dos senhores magistrados, nas golas dos senhores deputados (…) senhores, senhores, filha da puta! Bandido! Corrupto! Ladrão!

NOTA : COLUNA RADAR – VEJA – Por Lauro Jardim