Saiu agora (!) o comunicado oficial da Petrobras sobre o acidente no Espírito Santo

Comunicado à imprensagusher3

A Petrobras lamenta informar a ocorrência nesta quarta-feira, dia 11/2, por volta de 12h50, de uma explosão a bordo do navio-plataforma Cidade de São Mateus operado pela empresa BW Offshore e afretado pela Petrobras. A unidade opera, desde junho de 2009, no pós-sal dos campos de Camarupim e Camarupim Norte, no litoral do Espírito Santo, a cerca de 120 km da costa. Do total de 74 trabalhadores embarcados, três não resistiram aos ferimentos e faleceram no local; dez sofreram ferimentos e já foram transferidos por helicóptero para atendimento médico em Vitória e outros seis estão desaparecidos.
A BW está prestando toda a assistência aos seus funcionários e familiares, com apoio da Petrobras. O acidente foi controlado a partir do imediato acionamento do Plano de Emergência com a mobilização de todos os recursos necessários. As operações da plataforma foram interrompidas. A produção da unidade era de cerca de 2,2 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural.
A Petrobras notificou oficialmente a Marinha e a Agência Nacional de Petróleo Gás Natural e Biocombustiveis (ANP). A concessão de Camarupim é operada pela Petrobras (100%) e a de Camarupim Norte é uma parceria entre a Petrobras (65%) e a empresa Ouro Preto Energia (35%).

ARTIGO – A revolta da bílis verde e amarela.Por Marli Gonçalves

Crculovicioso.gif~c200Incrível como podemos ouvir até o barulho de tudo indo abaixo (só não posso dizer pela água) em velocidade que  não é surpreendente porque nada mais surpreende a gente nesse país. Se bem que é melhor também não falar muito porque parece que a capacidade de piorar é mesmo infinita

Sei que a Petrobras veio à sua cabeça, mas já tem tanta gente falando dela, dando um pau, destroçando as últimas decisões completamente desacorçoadas, que não preciso ser mais uma. Impressionante. E a orelha da presidente, se é verdade que a orelha esquerda coça quando a gente fala mal, já deve estar lá caindo os pedaços – na direita, a que coça quando se fala bem, dá para ela manter o brinquinho de pérolas.

Quero puxar seus olhos para que veja mais coisas que estão atrás da porta, despencando, falindo ou uma palavra mais certa, se deteriorando quase na velocidade da luz.

Ops!

Luz, não, que está periclitante a questão da energia, com perigo de apagões e apaguinhos. Pronto.

Tá bom: cito primeiro a ética, que deve andar sequestrada por aí, a vergonha na cara, o uso de máscaras, mas de outro tipo. O “barata voa” das decisões e principalmente das indecisões. Não há mais lustra-móveis de peroba que dê jeito nas caras de pau. Pensar o Brasil em termos de flechinhas verdes para cima, quando algo melhora, e flechinhas vermelhas (sem ironia, apenas coincidência de cor) para baixo quando vai mal, vai nos dar saudades do verde, outro item que, além da bandeira, anda massacrado, desmatado, queimado, derrubado.

Mentiras, por exemplo, são ditas na nossa lata. Descartáveis, como tudo, e o que deve ser a moda desse futuro próximo. Continuamos sem saber porque tudo que a gente pega na mão no supermercado subiu de preço – alguns até mais de 50% – e a maioria não tem qualquer álibi para tal. Não tem lógica. Sobe aos pulinhos. E o nosso coração sofre, partido, por não poder levar aquela coisinha para casa, para nossa família. Me sinto uma verdadeira atriz do Massacre da Serra Elétrica, que corta sem dó os itens da lista de compra, mais magrinha do que governantes em regime Ravenna, que também já está me dando no saco de tanto ouvir falar.

Um amigo viajante outro dia me pareceu esgotado e eu perguntei por quê. A resposta foi precisa: está tudo ruim, aeroportos, estradas, hotéis, comunicação. Tudo fica mais difícil, demorado, arrastado. Já não somos tão jovens para calar sentados em um rolemã ladeira abaixo. E olha que não estou me referindo a qualquer saudosismo, digo isso sobre coisas que ao invés de serem criadas, como o foram, e ficarem melhores, estão piorando a cada dia. Tudo isso “sobe para a cabeça” dessa sociedade perplexa e influi diretamente nos relacionamentos pessoais.circulo vicioso

Serviços públicos e seus servidores cada vez menos eficientes. Não temos água para jogar pedras e fazermos círculos concêntricos, mas nossas vidas estão em terrível círculo vicioso. A violência nos tira das ruas; e as ruas ficam ainda mais perigosas. Redes sociais deviam servir para unir – mas todo dia sabemos que houve um assassinato por conta delas, e a violência contra as mulheres parece não chocar mais, e agora já são os adolescentes que destroçam namoradas – gente que não vai ter nem o prazer de amadurecer para entender o que é o verdadeiro amor.

Precisamos de conscientização -há anos batemos nessa tecla – e de uso racional dos bens naturais. Há uma paranoia no ar e para onde olho vejo gente carregando água, num desespero atroz causado pela falta de informação confiável – já que não se confia mesmo em mais nenhuma informação da fonte que devia ser confiável e não é, muito menos para beber. Círculo vicioso e viciado, que não vai ter quem acabe com essa dependência, nem passo após passo.

awesome_rings_water_amazing_gifsQuando mais precisamos de higiene, proíbem crianças de lavar as mãos e escovar os dentes. Os reservatórios de águas paradas e malparadas viram criadouro dos pernilongos da dengue e chikungunya, ainda mais virulenta. Baratas e ratos daqui a pouco ganharão pista própria na cidade, pintada de alguma cor diferente, para pararem de atropelar nossos pés. Já que por aqui, em São Paulo, o prefeito continua com a brocha na mão, pintando, ou numa variação, com o spray, grafitando até patrimônios culturais tombados, como se a cidade tivesse feito um clamor por isso e não houvesse nada mais que ele precisasse fazer, além, claro, de arrumar o cabelinho na testa e ficar vendo a oposição criar barba e barbicha.

Tudo danificado, estragado, agravado, alterado, adulterado, decompondo, degenerando, deteriorando, modificado, falsificado, perturbado, apodrecido. Cada vez mais caro, descontrolado. Como eu gostaria de poder dizer tudo ao contrário, mas dia após dia só parece mais difícil.

whack_a_mole_revenge_by_mrdoctorunk-d62csw0Não me admira que se respire revolta. Temo apenas a hora que o povo enjoar de vez e começar a vomitar a bílis. Ela será verde e amarela.

“Feliz desaniversário”! – diria o coelho maluco de Alice. “Elementar, meu caro Watson”, diria Sherlock Holmes.

São Paulo, cidade perplexa, 2015

Marli Gonçalves é jornalista — Percebeu que sumiram os videntes? Das duas uma, ou já se picaram, ou viram as evidências do futuro próximo e estão com medo de nos contar o que estão sabendo.

********************************************************************
E-mails:
marli@brickmann.com.br
marligo@uol.com.br

POR FAVOR, SE REPUBLICAR, NÃO ESQUEÇA A FONTE ORIGINAL E OS CONTATOS

Nota do Migalhas compara Dilma a …sabe cachorro que caiu do caminhão de mudança?

Petrobras na desgraçaaadogs

A presidente da República está mais perdida que cachorro que caiu da mudança. Deixar a maior empresa do país sangrando a olhos vistos é de uma inabilidade sem igual.

fonte: migalhas – www.migalhas.com.br

 

ARTIGO – Para cantar quando o carnaval passar. Por Marli Gonçalves

casalzinho no sofá com musicaAgora a gente não se guarda mais para quando o carnaval chegar. Guarda e estoca coisas para quando o carnaval passar. Como as coisas mudam, não? Antes, falávamos em encher os canecos, e estávamos nos referindo ao chopp e à cerveja. As marchinhas hoje ganharam novos sentidos e vamos precisar por algum bloco na rua para que sejam ouvidas. Esse texto espera que você lembre as melodias para a gente passar na avenida

Mas não é só isso. Pensa só. Antes pensávamos em máscaras de carnaval, e elas eram lindas, luxuosas – “A mesma máscara negra/Que esconde o teu rosto/Eu quero matar a saudade/ Vou beijar-te agora/Não me leve a mal/Hoje é carnaval” …Agora a gente está vendo são máscaras com a fuça desses uns e outros feios desajeitados que escorregam no ouro negro, saqueado até antes de chegar a jorrar; ou tem de ver os meninos que já andam mascarados para fazer as arruaças que os divertem e deixam rastros de destruição. Podíamos até compor uma marchinha para os blackbobocas, os estraga-passeatas. “A estrela d’alva no céu desponta/ E a lua anda tonta com tamanho estupor”… ou “Seus panacas, seus panaquinhas, a polícia te pega, olha que a polícia te pega. Vem cá, seu bobo” …

hmem sambaNão quero deixar ninguém deprimido que sei que carnaval aqui no Brasil pra muita gente é igual à religião, só não sei se ainda dá pra cantar livremente “Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô, Mas que calor ô ô ô ô ô ô/Atravessamos o deserto do Saara/O sol estava quente/ Queimou a nossa cara/ Allah-lá-ô, ô ô ô ô ô ô/Mas que calor ô ô ô ô ô ô” . Melhor perguntar antes, sem brincar com a burca de alguém.

Para não dizerem mesmo que quero estragar a festa, aderi e andei recolhendo uns trechinhos super legais e que você vai lembrar na hora. Tá, tá bom, fiz algumas modificaçõezinhas numas, mas certamente os autores me perdoariam, afinal, tudo é Carnaval. Nem vem também com a bobagem de dizer que São Paulo é o túmulo do samba. Aqui a gente não atravessa o samba. Atravessa ciclovias. Não pulamos carnaval. Pulamos buracos de rua e nosso cordão, se der bobeira, o pivete arranca.

“Ela critica o meu trabalho e até debocha, Eu sou pintor e ganho a vida com a brocha, Vivo pintando, o que não é nada demais. É à custa desta brocha, que ele faz o seu cartaz…” cantarola o prefeito (A Marcha do Pintor). “E o cordão dos puxa-sacos / Cada vez aumenta mais (bis)/Vossa Excelência / Vossa Eminência/ Quanta referência nos cordões eleitorais! / Mas se o “Doutor” cai do galho e vai pro chão/A turma logo evolui de opinião/E o cordão dos puxa-sacos cada vez aumenta mais…”

SAMBA!
SAMBA!

Tá bom, o Brasil é maior que isso. “Ei, você aí/Me dá um dinheiro aí/ Me dá um dinheiro aí! /Não vai dar? /Não vai dar não? Você vai ver a grande confusão”… E para o governo novo e acontecimentos que nos cercam, “Eu sou o pirata da perna de pau/Do olho de vidro, da cara de mau/ Eu sou o pirata da perna de pau/ Do olho de vidro, da cara de mau”…

Lembrou da Petrobras? Tenho sugestões de cantilenas. “Acorda, Maria Bonita/ Levanta, vai fazer o café/ Que o dia já vem raiando/E a polícia já está de pé” … Ou: “Ai, a bruxa vem aí/ E não vem sozinha/Vem na base do saci. Pula, pula, pula/Numa perna só/Vem largando brasa/No cachimbo da vovó”.

“Bandeira vermelha, amor/ Não posso mais pagar a luz” …

Acaso já recebeu sua conta de luz nova, agora com sinalização? Pois bem, a bandeira vermelha começa a sacolejar e a gente que fica que nem maluco pulando de um lado a outro apagando tudo, sassaricando. “Sas-sas-saricando/Todo mundo leva a vida no arame/ Sassassaricando pego o arame para fazer um gato…” “Eu mato, eu mato, Quem roubou minha cueca pra fazer pano de prato” …
Cai, cai, cai, cai/Eu não vou te levantar/ Cai, cai, cai, cai/ Quem mandou escorregar? Acende a vela Iaiá, Acende a vela, que a Light cortou a luz/No escuro eu não vejo aquela carinha que me seduz”.

Nada mais atual, ainda, do que essa aqui, que a gente nem precisa aperfeiçoar: “Tomara que chova/Três dias sem parar/Tomara que chova/ Três dias sem parar. A minha grande mágoa/ É lá em casa/ Não ter água/Eu preciso me lavar/De promessa eu ando cheio” .

vianoce060“Quando eu conto a minha vida/Ninguém quer acreditar/Trabalho não me cansa/O que cansa é pensar/ Que lá em casa não tem água/Nem pra cozinhar” . Jakson do Pandeiro continua: “Tá chuchu beleza, tá chuchu beleza/Como tem mulher neste arrasta-pé, Tá chuchu beleza!” “Lata d’água na cabeça/ Lá vai Maria, lá vai Maria/Sobe o morro e não se cansa/Pela mão leva a criança/ Lá vai Maria” …

Mas eu queria cantar mais uma com você: “Chegou a turma do jatão/ Todo mundo rouba, mas ninguém dorme no ponto/ Ai, ai ninguém dorme no ponto/ Nós é que nos ferramos e eles que ganham muito”

“Eu tô só vendo, sabendo, Sentindo, escutando e não posso falar…Tô me guardando pra quando o carnaval passar…”

São Paulo, fevereiro, 2015, inacreditável!animation-art-born-this-way-born-this-way-lady-gaga-gaga-Favim.com-298127_large

  • animation-art-born-this-way-born-this-way-lady-gaga-gaga-Favim.com-298127_largeMarli Gonçalves é jornalista — Andando pelo mundo das marchinhas, achei esta, e adaptei para meu nome – virou Marlicota e fico bem mais bonitinha. “É a Marlicota com a direita/é a Marlicota com a canhota/é a Maricota com a direita/é a Marlicota com a canhota. Embodocou a minha vara, Marlicota/Veja que tamanho que tá/ Embodocou a minha vara, Marlicota/Veja que tamanho que tá”.

********************************************************************
E-mails:
marli@brickmann.com.br
marligo@uol.com.br

POR FAVOR, SE REPUBLICAR, NÃO ESQUEÇA A FONTE ORIGINAL E OS CONTATOS

ARTIGO – Telefone de Deus vai dar ocupado. Por Marli Gonçalves

r6Deus me livre de imaginar que o povo está todo apelando para Deus porque está é jogando a toalha de tal forma que vai parecer muito aquele filme do piloto que sumiu, por isso que é preciso apertar o cinto e tal, pensa só. Apertar o cinto já estão mandando. Não olha agora, mas repara: o piloto sumiu. Agora, mandar e creditar ao Senhor a correção de tantos rumos desajustados? Sei não se vai dar certoDoveAnimated2

Respeitosamente, se Ele nos escuta deve estar mesmo é muito aborrecido, esgotado, perturbado. A linha não para de tocar e já pensa seriamente em instalar um call-center, um 0-800; contratar um dublê, talvez. Parece que já foi visto coçando a cabeça, andando para lá e para cá, meditando sobre como poderia atender alguns dos pedidos urgentes que vem recebendo, de fazer brotar água! De “dar” a luz! Que a companhia conserte os postes o mais rápido, que a árvore não caia na cabeça de ninguém. Que as pessoas parem de se matar em nome d’Ele. Ele achava que tudo isso que criou lá naquela semana, nos Sete Dias, já incluía a água, seu bom uso, toda a natureza, até a descoberta da eletricidade e assim por diante o progresso iria sendo feito. Na sua cabeça, os serviços públicos seriam religiosamente efetivados. A humanidade saberia que ele é uno em todos os seus nomes.rezar-orar-animated_daniel_praying_hg_clr

Bombardeio, sô. “Me deixem aqui em paz um pouco, entre minhas nuvens. Vocês estão me pedindo coisas impossíveis”. Deus esqueceu de combinar com os homens que habitariam sua criação, cada qual mais diferente do outro, que não era para detonar tudo. Mas só Deus sabe o que aconteceu. E o que virá.

Agora mesmo, o clamor vindo de um certo país da América do Sul, o de língua portuguesa, começa a se intensificar. Teve ministro que o chamou até pela tevê, na esperança de que, quem sabe, sua tevê lá no infinito estivesse ligada naquele canal do plim-plim, que ainda é a de maior audiência, entre outro montinho de canais que aluga horas e horas para se fazerem milagres em templos. “Nem um mês como ministro e está usando Meu santo nome”. Deus meneou a cabeça e deve ter dado uma xingada, porque o que caiu de raios esses dias…Ouviu-se dizer por aí que também Ele pedirá mudança de cidadania. Não quer mais ser brasileiro. Não vê mais vantagens, já que não sabemos nem mais dar um jeitinho e a afabilidade costumeira foi pro dedéu. “Até as mulheres que tinham uma beleza tão natural agora parecem todas iguais, balões de silicone para festas, infladas”. Resmunga Deus. Resmunga.

316_guess_whoSó Deus sabe o que Ele próprio passa, e esse ano vem sendo movimentado. Por Ele andam matando muito e todo esse sangue vertido já se incrusta na Terra, desce pelas suas veias, desperta ainda mais monstros. Fanáticos provocam a ira dos deuses, de todos os deuses, esquecem suas principais feições, o que é que lhe dá a superioridade e o que nos faz lembrar de Deus e olhar para o céu para por Ele apelar: a Onipotência, poder sobre todas as coisas, Onipresença, estar em todos os lugares, a Onisciência, o poder de tudo saber, e a Onibenevolência, a bondade sem fim. Mas não se pode deixar as coisas ao Deus dará.

Podemos então pedir a Deus para o mundo acabar em melado? Creio que não. Porque Deus ajuda a quem cedo madruga. Deus sabe o que faz. Deus quis assim.gifplaatjes.php

Não é saindo por aí cada um por si e Deus por todos, chamando Seu santo nome em vão, que as coisas vão se resolver. Se a voz do povo é a voz de Deus, é preciso ouvir o povo. O povo precisa fazer coro, uníssono. E o povo não está feliz, nem aqui, nem na China; nem lá, nem acolá, onde um diabo andou perdendo as botas e está armado até os dentes.

Enfim, sabe Deus quando agir. Deus dá o frio conforme o cobertor. O ventilador, de acordo com o calor. Mas a água e a energia e essas coisas todas, creio que Deus vai disfarçar e fazer igual quando a gente espirra. Deus te crie!

O homem propõe e Deus dispõe. Tenha fé em Deus. Deus tarda, mas não falha. O que pode falhar é a operadora, justamente na hora que a gente for ligar para Ele choramingando.7llh

Vamos dar adeus. Falar alô, nos explicar. Deus sabe o que faz. Escreve certo por linhas tortas.

São Paulo, 2015, Deus tá vendo.

mz_4279458_bodyshot_300x400-35.gif~c200Marli Gonçalves é jornalista Que Deus te acompanhe e guarde. Deus permita! Quanto às dívidas, que Deus lhe pague. Por Deus do Céu!

********************************************************************
E-mails:
marli@brickmann.com.br
marligo@uol.com.br

POR FAVOR, SE REPUBLICAR, NÃO ESQUEÇA A FONTE ORIGINAL E OS CONTATOS

Cesar Maia destaca o quanto a crise na Petrobras afetará o Rio de Janeiro. E tudo chega aqui. Tudo se espalha.

1oilrig2 CRISE NA PETROBRAS JÁ AFETA ECONOMIA DO RIO!  

(Globo, 21) 1. Com quase um terço do PIB vindo do setor de petróleo, o Rio de Janeiro será o estado mais atingido pelos problemas da Petrobras e pela baixa cotação da commodity no mercado internacional. A indústria de óleo e gás tinha R$ 143 bilhões em investimentos previstos entre 2014 e 2016, sendo que a estatal responderia por 85% do total. Assim, mesmo antes de a Petrobras anunciar qual será a redução de investimentos, a economia fluminense já amarga demissões, queda de salários e problemas em negócios.

2. No setor naval fluminense, o clima é de incerteza e medo. Essa é a avaliação de Edson Carlos Rocha da Silva, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Niterói.  Segundo ele, o Rio de Janeiro, um dos principais polos navais do Brasil, corre o risco de fechar 2,5 mil postos de trabalho ao longo do próximo ano, considerando apenas o fim dos atuais contratos de dois estaleiros.  Maurício Canedo, pesquisador da FGV, diz que é difícil estimar o impacto dos problemas no Rio, pois depende de definições importantes da Petrobras: – O Rio é o estado mais dependente de petróleo e o setor afeta quase tudo em volta. Diversos municípios são totalmente dependentes desta indústria.

3. O setor de óleo e gás responde por metade do mercado de aluguel de espaços corporativos no Rio. Cerca de 10% deste grupo já renegociaram contratos, derrubando os preços em 20%.

fonte: Ex-blog de Cesar Maiaoilrig1

Eike já sabia. Só que o igual foi diferente. Leia essa nota do Lauro Jardim. Triste ironia.

fortune-tellerEike, o visionário

Eike: enxergando longe

Tem gente do mercado financeiro dizendo que Eike Batista é um visionário. Como assim?

Pelo seguinte: em seus tempos de glória, Eike chegou a prever que um dia sua OGX valeria tanto quanto a Petrobras.

Com as ações da Petrobras desabando pregão após pregão, quem sabe a profecia de Eike não se realiza, mesmo que ao contrário – ou seja, com as ações da Petrobras valendo o mesmo que as da OGX…?

FONTE: LAURO JARDIM – COLUNA RADAR – VEJA ONLINE

Íntegra da Nota Petrobras sobre quando Graça Foster ficou sabendo…

oilrigEsclarecimento sobre notícias

A Petrobras esclarece que, ao contrário do que foi afirmado nas matérias “Diretoria da Petrobras foi alertada de desvios” e “Petrobras não nega que Graça e Cosenza sabiam de irregularidades”, a Presidente Maria das Graças Silva Foster não foi informada sobre as referidas irregularidades pela empregada Venina Velosa Fonseca antes do dia 20/11/2014.
Os e-mails encaminhados em 02/04/2009, 26/08/2011 e 07/10/2011 à então Diretora de Gás e Energia, Maria das Graças Silva Foster, e em 14/02/2012, à Presidente Maria das Graças Silva Foster, empossada em 13/02/2012, não explicitaram irregularidades relacionadas à RNEST, à área de Comunicação do Abastecimento e à área de comercialização de combustível de navio (bunker). Dois meses após a posse da Presidente, em 27/04/2012, o ex-Diretor Paulo Roberto Costa entregou sua carta de demissão.

Os temas supracitados foram apenas levados ao conhecimento da Presidente através de email recente, de 20/11/2014, quando a empregada já havia sido destituída de sua função gerencial. Nesta data, as irregularidades na Comunicação do Abastecimento e na RNEST já haviam sido objeto de averiguação em Comissões Internas de Apuração, bem como as irregularidades da área de comercialização de combustível de navio (bunker) em Grupos de Trabalho. A Presidente respondeu à empregada Venina Velosa Fonseca, no dia 21/11/2014, informando que estava encaminhando o assunto ao Diretor José Carlos Cosenza e ao Jurídico da Petrobras para averiguação e adoção das medidas cabíveis.
No que se refere ao Diretor José Carlos Cosenza, este enquanto Gerente Executivo de Refino, recebeu da Sra. Venina em 27/05/2009, sem comentários adicionais, reencaminhamento de email datado de 26/05/2009 enviado por ela ao então Diretor Paulo Roberto Costa, que relatava riscos das atividades de terraplenagem da RNEST que poderiam acarretar incremento de custos e prazos do projeto, sem alertar para indícios de desvios de recursos. Nesta data, a responsabilidade pelo acompanhamento do projeto RNEST na Diretoria de Abastecimento era da Gerência Executiva Corporativa do Abastecimento, conduzida pela própria Sra. Venina.

Com relação às irregularidades na área da Comunicação do Abastecimento, o Diretor José Carlos Cosenza nada recebeu, e, no que tange à comercialização de bunker, ao receber notícias de irregularidades, através de email enviado pela Sra. Venina em 09/04/2014, as medidas de tratamento adotadas pela Petrobras já estavam implementadas e os procedimentos já estavam absolutamente ajustados e em atendimento aos padrões corporativos que conferiram maior segurança e rastreabilidade às operações comerciais relacionadas.
Quanto às irregularidades na área de Comunicação do Abastecimento, a Petrobras instaurou comissões internas em 2008 e 2009 para averiguar indícios de irregularidades em contratos e pagamentos efetuados pela gerência de Comunicação do Abastecimento. O ex-gerente desta área foi demitido por justa causa em 3 de abril de 2009, por desrespeito aos procedimentos de contratação da Companhia. A demissão não foi efetivada naquela ocasião

porque seu contrato de trabalho estava suspenso, em virtude de afastamento por licença médica. A demissão foi efetivada em 2013. O resultado das análises de tais comissões foi encaminhado para a CGU e MP/RJ e há uma ação judicial em andamento visando ao ressarcimento dos prejuízos causados à companhia pelo ex-empregado.
No que se refere à RNEST, a Petrobras instaurou Comissão Interna de Apuração para analisar os procedimentos de contratação nas obras da RNEST, em 2014. O resultado foi enviado às Autoridades Competentes (MPF, PF, CVM, CGU e CPMI) para as medidas pertinentes. Além disso, a Companhia promoveu várias mudanças em seu quadro gerencial em função do resultado dessa Comissão Interna de Apuração, que apontou o não cumprimento de procedimentos normativos internos.

Em relação aos procedimentos de comercialização de bunker, apurações internas, iniciadas em 2012, indicaram não conformidades nas operações deste tipo realizadas pela Petrobras Singapore Private Limited – PSPL. A partir do resultado dessas apurações, foram adotadas as seguintes medidas: (i) instauração de Auditoria na PSPL; (ii) ajustes na estrutura gerencial na PSPL e na Petrobras, naquelas Gerências relacionadas às atividades de compra e venda de bunker; (iii) substituição de pessoas que atuavam diretamente nos processos de compra e venda de bunker; (iv) definição de novo Padrão Corporativo para comercialização de bunker pela Sede e subsidiárias; (v) aplicação de penalidades aos empregados envolvidos.

Gerência de Imprensa/Comunicação Institucional

Mais um “barro”. Agora da Transpetro. Justiça Federal acaba de informar (Transpetro está até aqui também nas investigações Petrobras).

Beating_rugAÇÃO QUE APURA FRAUDE EM LICITAÇÃO NA TRANSPETRO DEVE SER ANALISADA NO RJ
São Paulo, 15 de outubro de 2014

A Justiça Federal em Araçatuba/SP declinou da competência para julgar a ação de improbidade proposta pelo Ministério Público Federal (MPF), que apura fraudes no processo de licitação da Transpetro, realizada em 2010, para compra de 20 comboios que seriam utilizados para transportar etanol na hidrovia Tietê-Paraná. Foi determinada a remessa dos autos à Justiça Federal do Rio de Janeiro/RJ, cidade onde a fraude teria ocorrido e onde está a sede da empresa.

No processo, o MPF pede a responsabilização de 18 pessoas e nove empresas pela prática dos delitos. Segundo a Procuradoria, há evidências de que o consórcio vencedor da licitação, assim como o município onde seria implantado o estaleiro para construção das embarcações (Araçatuba/SP), já estavam pré-definidos antes mesmo do certame. Além disso, o direcionamento da contratação impediu que fosse selecionada a proposta mais vantajosa para a Transpetro.
De acordo com a juíza federal Rosa Maria Pedrassi de Souza, titular da 1ª Vara Federal em Araçatuba, em se tratando de fraude à licitação, a ocorrência do ato lesivo se dá no instante em que o agente o pratica, independente do término do processo licitatório. No caso dos autos, isso teria ocorrido em dezembro de 2008, quando o presidente de uma cooperativa (ré no processo), na condição de secretário municipal da Prefeitura de Araçatuba, esteve na sede da Transpetro no Rio de Janeiro, após tomar conhecimento de que a estatal desejava fomentar o desenvolvimento da indústria naval na hidrovia Tietê-Paraná.

Com relação à definição da competência territorial para o julgamento da ação, Rosa Maria Pedrassi citou o artigo 2º da Lei 7.347/85, o qual estabelece que as ações civis públicas devem ser propostas no foro do local onde ocorrer o dano, cujo juízo terá competência funcional para processar e julgar a causa. Ela explica ainda que essa determinação tem previsão expressa no artigo 21 da Lei nº 12.846/2013, além da jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

A decisão ressalta que as regras de competência territorial foram estabelecidas pelo legislador para facilitar a produção de provas e permitir que a prestação jurisdicional se dê com maior celeridade e atinja sua finalidade.

“Portanto, ao constar na lei que a competência, na hipótese, é funcional, desejou o legislador deixar claro que se trata de competência absoluta, com as consequências daí decorrentes; não se prorroga; podendo ser declarada de oficio em qualquer tempo ou grau de jurisdição”, disse Rosa Maria Pedrassi.
“A fraude, em tese, praticada na forma descrita na inicial, afrontou todos os ditames legais que regem o processo licitatório e foi diretamente prejudicial aos interesses da empresa estatal Transpetro, sediada na cidade do Rio de Janeiro-RJ, também sede da Seção Judiciária daquele estado, competente para processar e julgar a presente causa”, concluiu a magistrada. Cabe recurso da decisão. (JSM)

Processo n.º 0001760-59.2014.403.6115 – acesse a íntegra da decisão em http://www.jfsp.jus.br/assets/Uploads/administrativo/NUCS/decisoes/2014/141015transpetro.pdf

Petrobras: mais uma laminha interna que transborda…

FONTE – Nota da coluna de Lauro Jardim – Radar – Veja online

Caixa-preta da Petrobras no Judiciário

Petrobras: gastos questionados

É hoje que a Justiça do Rio de Janeiro começa a julgar o processo que levou um grupo de advogados a abrir uma caixa preta da Petrobras – a terceirização dos serviços de advocacia.

A estatal chegou a gastar 45 milhões de reais por ano advogados de fora do jurídico – há casos de escritórios que ganharam 5,9 milhões de reais. O processo foi levado ao judiciário por um grupo que passou na prova para a Petrobras, mas não foi devidamente efetivado.

Por Lauro Jardim

Área de petróleo fumegante. Vem mais por aí, muito mais. Veja matéria de site especializado. Petrobras incandescente

master-chef-cooking-smiley-emoticonREVISTA VEJA VAI AMPLIAR INFORMAÇÕES SOBRE ESCÂNDALO DA PETROBRAS NA PRÓXIMA EDIÇÃO

Paulo Roberto CostaA revista Veja que circula a partir de sábado vai trazer mais informações sobre o escândalo da Petrobrás e elevará ainda mais o nível de tensão que o mercado do petróleo está vivendo. Desta vez não vão aparecer só os nomes dos “santos”, mas os detalhes de seus “milagres”. Os que negaram com veemência que receberam dinheiro do esquema capitaneado pelo ex-diretor da Petrobrás Paulo Roberto Costa, pelo que o Petronotícias apurou, terão que se esforçar para desmentir os fatos e as evidências que serão apresentadas.

O clima interno na estatal pode ser identificado como “terrível”, de acordo com uma fonte do Petronotícias:

“Está de vaca não conhecer seu próprio bezerro. Ninguém assume nada, ninguém assina nada. Espera-se sempre uma notícia ainda pior para a companhia a cada momento”.

Para o mercado do petróleo, todas essas revelações não poderiam estar chegando em hora pior. Simultaneamente à circulação da revista Veja no final de semana que vem, inicia-se o maior encontro da indústria do petróleo no Brasil, a Rio Oil&Gas, que começa segunda-feira, dia 15, no Riocentro, e termina no dia 18. É um encontro internacional que deveria trazer bons ventos. Mas o que se espera é uma verdadeira tempestade de informações, especulações e reclamações contra a Petrobrás, que praticamente paralisou todos os negócios.

Para a abertura, é esperada a presença do Ministro Lobão, de Minas e Energia, que está no epicentro das denúncias, ao lado dos nomes dos ex-governadores Sergio Cabral, do falecido Eduardo Campos e da atual governadora do Maranhão, Roseana Sarney. A presidente da empresa, Graça Foster, também é esperada para fazer uma palestra, mas seu nome está envolvido apenas por ser a presidente atual da companhia.

Contra ela apenas as severas críticas à sua gestão, que levou algumas empresas epecistas a dificuldades quase intransponíveis e, por sua vez, centenas de empresas fornecedoras da cadeia do petróleo a realizarem milhares de demissões. Algumas já em recuperação judicial e outras com falência decretada. Um legado de que, como engenheira e administradora, ela não poderá se orgulhar. Mas quanto à sua honestidade, não se pode jogar lama em sua reputação. Nem mesmo no episódio da venda da Refinaria de Pasadena ou mesmo quando transferiu suas propriedades para os filhos. Um apartamento no modesto bairro do Rio Comprido e outro na Ilha do Governador não parecem sinais aparentes de riqueza, mas de construção de um patrimônio ao longo da vida conseguido como fruto do próprio trabalho de décadas na Petrobrás.

O ambiente para a realização da Rio Oil&Gas, com a presença garantida de 1.300 expositores e milhares de visitantes, deverá ser bastante negativo, diferentemente dos outros anos. Virão profissionais do mundo inteiro, mas encontrarão aqui o que o mercado brasileiro do petróleo está vivendo: uma atmosfera claudicante e sem perspectiva.

Frase

Fonte: nota da coluna Claudio Humberto – Diário do Poder

moleque atravessa paredeViva a modernidade

Com seus atores mambembes de script combinado, a CPI da Petrobras inaugura nova era no Congresso. A era das testemunhas ventríloquas.

Nota de Lauro Jardim: caneta aterroriza Petrobras. (Isso porque ainda não viram que dá para por cameras até em botão de camisa…)

Paranoia soviética

Boca miúda

José Eduardo Dutra confidenciou a figuras próximas que, desde a descoberta do teatro em que se transformou a CPI da Petrobras, a companhia vive um clima semelhante ao do Kremlin na fase de derrocada soviética.

O alto escalão trabalha cotidianamente em alerta máximo. Entre os diretores, ninguém confia em ninguém.

Participantes de conversas sobre temas importantes cercam-se de cuidados, medindo palavras, com medo de serem gravados e atentos para não darem margem de que sabem mais do que deveriam.

Por Lauro Jardim

Lá vem mais infos interessantes. Olha o troco da PF. Eles guardam mágoas das operções abafa do governo…

molequecom bolaSangue no olho

Membros Polícia Federal não veem a hora de dar o troco no governo pela “operação abafa” nos casos Rosemary, Cachoeira e agora Petrobras.

fonte: coluna Cláudio Humberto – DIÁRIODOPODER.COM.BR

 

Recebi da Petrobras. Vejam para o que usam os nossos recursos. Para dizerem que são lindos.

kickPodemos saber admirados pelo quê?

Admirada pelo quê?

Por ter mandado a Petrobras pro final da fila?

aiaiairoyalty-free-robber-clipart-illustration-1088419

Presidente da Petrobras sobe no ranking de líderes brasileiros mais admirados pelos jovens

A presidente da Petrobras, Maria das Graças Silva Foster, subiu três posições no ranking dos líderes mais admirados no país, de acordo com a ‘Pesquisa Empresa dos Sonhos dos Jovens 2014’, realizada pelas consultorias Cia de Talentos e Nextview People. A executiva aparece na sexta colocação este ano e, entre os fatores apontados pelos universitários e recém-formados entrevistados para o levantamento, estão a habilidade da engenheira em superar barreiras e vencer preconceitos, a sua visão sistêmica e clareza do que quer e de como chegar aos objetivos e a habilidade que tem em transformar sonhos em realidade.
A Petrobras também teve posição de destaque no ranking geral da pesquisa e ocupa a segunda posição entre as apontadas como empresa dos sonhos de universitários e recém-formados brasileiros. A companhia figura nos primeiros lugares do ranking desde 2005. Desde então, esteve na liderança por sete vezes e na vice-liderança por duas.

O gerente de gestão de efetivo de Recursos Humanos da Petrobras, Lairton Corrêa de Souza, representou a companhia na cerimônia de premiação, realizada na noite desta segunda-feira (28/7), em São Paulo. Para Lairton, figurar nesta lista demonstra que a Petrobras mantém uma política de Recursos Humanos consistente. “O jovem busca dois fatores relevantes: participar de uma empresa de sucesso e com grandes desafios; e ter a possibilidade de crescimento e desenvolvimento. A Petrobras se destaca nos dois pontos. Temos um Plano Estratégico desafiador e uma clara política de Recursos Humanos. Desta forma, o jovem tem a expectativa de ir à Petrobras com a ideia de crescer e se desenvolver e acaba fazendo parte do quadro de funcionários por muitos anos”, disse o executivo.

Participaram da pesquisa mais de 52 mil estudantes universitários e recém-formados, entre 17 e 26 anos, residentes e domiciliados no Brasil, que concluíram curso universitário entre 2012 e 2013. O levantamento foi realizado de março a maio de 2014

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA DA PETROBRAS

(SABEM DE NADA, INOCENTES!)

Electrocution