#ADEHOJE – ATÉ QUANDO? PERGUNTAS

#ADEHOJE – ATÉ QUANDO? PERGUNTAS QUE NÃO VÃO SER CALADAS

 

SÓ UM MINUTO –

  1. Por que o Ministro da Educação, o tal Abraham Weintraub, ignorante de carteirinha, ainda está Ministro?
  2. Até quando vamos aturar os arroubos de ignorância dos Filhos do Capitão e do tal Olavo de Carvalho?
  3. Como é que tem ainda quem defenda essa precariedade de inteligência grassando no nosso país?
  4. Até quando nossas cidades ficarão abandonadas? Não pode chover, não pode fazer Sol, estão caindo aos pedaços. Até quando?
  5. Como pode um ministro – se bem que até pode ter sido bom pra um míssil não ser enviado par anos – como o Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, tirar férias – e ficar nelas – em um momento mundial tão delicado como esse?
  6. Nenhum, de nenhum lado, por motivo algum. Qual o sentido da guerra?
  7. Por que o avião caiu?
  8. Como pode um juiz dar uma sentença de censura como a que suspendeu o vídeo do Porta dos Fundos sem corar?
  9. Até quando ficaremos quietos diante de tantos abusos?
  10. Como ajudar a diminuir os casos de feminicídio e violência contra as mulheres? Contra as crianças?
  11. A propósito, quem mandou matar Marielle Franco?

#ADEHOJE – TRAVANCAS MORALISTAS

#ADEHOJE – TRAVANCAS MORALISTAS

SÓ UM MINUTO – Ouvi dizer que agora um dos 000 filhos do capitão – todos são muito ruins – quer escolas com separação de meninos e meninas. Eles não param de ter ideias imbecis para os seus 30 % de ignorantes amarrados ao obscurantismo.

Tem gente no mundo que não admite o que é óbvio. Criar polêmica é forma de propagandear-se, aparecer. Não quer ver, não veja. Mas saiam para lá com a censura. Está um bafafá com a paródia da Primeira Tentação de Cristo feita pelo Porta dos Fundos, que todo ano, cria polêmica. No México também uma obra que mostra o revolucionário mexicano Emiliano Zapata nu, de salto alto e sombrero rosa, montado em um cavalo branco, do artista Fabián Cháirez está causando. O povo ameaça até por fogo.

Fora Idade Média! Bem, boa notícia: por enquanto o Governo suspendeu nomeação daquele racista indicado para presidente da Fundação Palmares.