O Orlando Brito é realmente um fotógrafo fantástico. Veja os takes, dois, que ele eternizou na posse da Dona Marta. As outras estão no blog do Gerson Camarotti, no G1

Ministra Eleonora Menicucci toma posse.Tô gostando dela. Mas os milicos, e o povo do atraso, estão tiriricas…

Constrangimentos na posse de Eleonora

constrangimento entre os militares

O Planalto teve de montar uma operação informal de telemarketing para garantir o público na posse de Eleonora Menicucci na Secretaria de Políticas para as Mulheres. Até o começo desta manhã, o palácio temia que um eventual esvaziamento da cerimônia fosse interpretado como desconforto de ministros e autoridades do governo às declarações de Eleonora sobre o aborto.

Não bastasse o sufoco, durante a cerimônia, Eleonora causou constrangimento geral entre os militares, ao descer a borduna na ditadura militar. Enquanto todos levantaram para aplaudir de pé Eleonora, um oficial do Estado Maior permaneceu sentado e de braços cruzados na primeira fila da solenidade.

Apesar do constrangimento, Eleonora fez Dilma Rousseff chorar em dois momentos da cerimônia e terminou recebendo o seguinte afago de Dilma:

– Seja bem-vinda, ministra, amiga e companheira.

FONTE: COLUNA RADAR – VEJA – Por Lauro Jardim

Notícias da rua

Marasmo com mormaço. Assim está a rua em sp.

Encontrei com meu amigo Ucho Haddad no Santa Luzia e ele me atualizou:

– poço de petróleo ganha o nome de lula;

A VERGONHA NOS ABANDONOU… DE VEZ.

– SITES independentes de verdade não estão conseguindo credencial para cobrir a posse.

Aí aproveitei pra dizer que achei erótica, meio Atenas, as imagens do ensaio , que prevê Dilma sozinha no carro  circundada por seis oficiais.

bem, por enquanto é o que temos.

Puxa, Ricardo Setti disse tudo…Dá uma olhada. Sobre a dublê que arrumaram para a Dilma.

 Política & Cia – RICARDO SETTI –
http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/politica-cia/no-ensaio-para-a-cerimonia-de-posse-dilma-merecia-uma-duble-mais-bem-aprumada/

No ensaio para a cerimônia de posse, Dilma merecia uma dublê mais bem aprumada

Com todo o respeito, mas os responsáveis, no Itamaraty, no Congresso e no Palácio do Planalto, pelo protocolo da solenidade de posse da presidente eleita, Dilma Rousseff, no próximo dia 1º, poderiam ter escolhido para dublê de Dilma no ensaio da cerimônia, realizado ontem, uma pessoa vestida com um pouquinho menos de desleixo do que a funcionária do Senado Juliana Rebelo.

Calças compridas gastas e amassadas, e não propriamente elegantes, blusa engruvinhada, cabelos em desalinho, um ar inconfundível de final de expediente. Sem contar a bolsa que pendia da mão, acessório que a presidente eleita certamente não portará durante os atos solenes do dia 1º.

O Itamaraty, principalmente, tão cioso nos detalhes, pisou na bola. A presidente eleita merecia uma dublê mais bem aprumada.