#ADEHOJE, #ADODIA – CALOR DOS ACONTECIMENTOS. DOS “S”. DO QUE VEM POR AÍ

#ADEHOJE, #ADODIA – CALOR DOS ACONTECIMENTOS. DOS “S”. DO QUE VEM POR AÍ

Não param de acontecer coisas nesse final de ano movimentado, e com um calor nas principais capitais de fritar ovos e nossos miolos. São malas de dinheiro indo e vindo, denúncias, mitos caindo, operações da PF. O Super ministro Paulo Guedes ameaçando vir com faca para cima de conquistas, como o Simples, ou do Sistema S, uma das poucas coisas que ainda funcionam bem no país. Aí já na diplomação aqui par ao Governo do Estado já teve pega pra capar, com o Frotinha dando voadoras. Só se abanando muito. Não deixe de se inscrever no Canal do Youtube!

 

As luzinhas foram se apagando, ou nem sendo ligadas. As árvores desmontadas. Chegou o Dia de Reis.

Sinto que esse ano as luzinhas foram se apagando antes do final da festa, que é hoje.

Em vários lugares já haviam sumido com os enfeites. Acho lindo o Dia de Reis,  mais simbólico.

Hoje li que o o Collor vai apresentar projeto para que as posses sejam feitas no dia 6 de janeiro. Sou contra.

É um dia para que coisas boas cheguem, e não é bem isso que acontece com a política de nosso país.

Mudem para o dia do São Nunca, ou voltem para 15 de março. Acho o fim  da picada as posses dia 1º de janeiro.

Trouxe uma canção que achei na internet, no site velhos amigos:

Ó di casa, ó di fora
Qui hora tão excelente
É o glorioso santo Reis
Qui é vem do Oriente

Ó de casa, ó de casa
Alegra esse moradô
Que o glorioso santo Reis
Na sua porta chegô

Aqui está santo Reis
Meia-noite foras dóra
Procurou vossa morada
Pedino sua ismola

Santo Reis e Nossa Senhora
Foi passeá em Belém
São José pediu ismola
Santo Reis pede também

A ismola que vóis dá
Nois viemo arrecebê
O glorioso santo Reis
É quem vai agradecê

Santo Reis pede ismola
Não é ouro nem dinhêro
Ele pede um agitoru
Um alimento pros festero

Sôr dono da casa
Vem abri as portaria
Recebê santo Reis
Com sua nobre folia

Sôr dono da casa
Alevanta e cende a luz
Vem a ver santo Reis
O retrato de Jesus

Paremo na sua porta
Com oro na balança
Aqui tamo a sua espera
Da sua determinança

Deus te sarve casa nobre
Nos seus posto tão honrado
Ande mora gente nobre
Que de Deus é visitado

Deus o sarve a luz do dia
Deus o sarve a claridade
Deus o sarve as três pessoa
Da Santíssima Trindade

Deus o sarve as três pessoa
Com a sua santidade
É três pessoa divina
Aonde nasce a divindade

O sinal da Santa Cruz
É principo de oração
É o principo desse canto
Desta rica invocação

Deus te sarve oratóro
É coluna que Deus fez
Hoje tá visitado
Do glorioso santo Reis

Deus te sarve oratóro
Cum todo seus ornamento
Deus te sarve as estampinha
E as image qu’estão dentro

Deus te sarve as image
As pequena e as maió
Numa rica divindade
Sincerra em uma só

Sôr dono da casa
Alegra seu coração
Arreceba santo Reis
Com todo seus folião

Santo Reis desceu do céu
Cortano vento nas asa
Vei pedi um agasaio
Para o dono desta casa
Santo Reis e vem girano
Cançadim do trabaio
Procurô vossa morada
Pra pedi um agasaio

Santo Reis veio voano
Nos are fez um remanso
Procurô sua morada
Pra fazê o seu descanso

Sôr dono da casa
Muito alegre deve está
Do glorioso santo Reis
Hoje vei lhe avisitá

Concluímo este canto
Fazeno o siná da cruz
Pade, Fio, Esprito Santo
Para sempre, amém Jesus

“Santos Reis vai despedindo
Deixando muita saudade.
Vai deixando muita benção
Pro povo desta cidade.”

Esse não tem mais jeito. Suplicy na posse da Ministra da Cultura. Mais um show, de samba dessa vez

VEJA ESSE VÍDEO QUE ESTÁ NO UOL:
( CLIQUE NO LINK ):http://noticias.uol.com.br/ultnot/multi/2011/01/03/04029A356ADC919307.jhtm?suplicy-cai-no-samba-na-posse-da-ministra-ana-de-hollanda-04029A356ADC919307

A nova ministra da Cultura, Ana de Hollanda, assumiu hoje (3) a pasta, na cerimônia de posse mais animada da Esplanada dos Ministérios. Diferentemente das cerimônias de transmissão de cargo da maioria dos ministérios, a da Cultura ocorreu fora da sede da pasta – no Museu Nacional de Brasília. O início da cerimônia foi precedido por apresentação de grupo de dança típico do norte do país e por uma mini-apresentação de escola de samba, cuja entrada foi acompanhada pelo senador Eduardo Suplicy, dançando ao lado das rainhas de bateria